sábado, 9 de abril de 2016

Que surjam ações de evangelização infanto-juvenil!

Nós católicos, de maneira especial os leigos, precisamos nos engajar na evangelização das crianças e jovens. Além dos dons particulares que Deus concede a cada um, temos o avanço tecnológico - que também é um dom de Deus - que podemos usar a nosso favor. Por isso, que surja desenhos, gibis, enfim, que surja um conteúdo católico de qualidade.

Mas quando falo de conteúdo para crianças, não falo necessariamente de somente fazer desenhos bíblicos ou de Nossa Senhora. Claro, é bom que façamos. Mas uma forma de atrair é usar a própria fantasia da criança para impregnar dos valores evangélicos. Se você tem o dom de desenhar, animar, escrever histórias infantis, não precisa apenas desenhar Davi, você pode escrever uma mitologia, uma grande aventura, e dentro desta história colocar princípios cristãos e práticas católicas.

Parece bobagem, mas já li o testemunho de uma jovem americana que se converteu ao catolicismo, dentre outros motivos, por causa do personagem Norturno de x-men (que é colocado na história como católico) e porque percebeu que em filmes de exorcismo normalmente estava a presença de um padre católico. Escreva uma emocionante aventura para as crianças e adolescentes, que de início não se deparem com uma pregação, mas que a própria vida dos personagens pregue a vivência do Evangelho: perdão, caridade, confissão, comunhão sacramental, etc.

O grande problema dos desenhos e histórias que as crianças e adolescentes assistem/leem hoje, é que boa parte tem conteúdo com contaminação de nova era e/ou sentido relativista. Outro dia fui prestar atenção no desenho que um menino assistia, e uma personagem (boa) tinha como pai um demônio, que era mal, mas na verdade, ele começava a ser muito bom, um bom pai, e depois mostrou o demônio que era. Bom, precisamos de histórias que tenham personagens claros: quem é do bem, quem é do mal. O problema não está no mito, o problema está na visão relativista que se passa para a criança num tempo de formação.

Eu sei que tem gente aqui que pode escrever boas e santas histórias! Eu sei que tem gente aqui que pode fazer boas histórias em quadrinhos! Eu sei que tem gente aqui que pode fazer uma boa animação infantil! Eu só não sei se tem gente disposta a arregaçar as mangas e trabalhar para promover as coisas boas e santas, com a desculpa de que o mal já se espalhou. É, a audácia dos maus se alimenta da covardia e da omissão dos bons - como ensinara Leão XIII. E começa ano, finda ano, e os filhos deste solo só se alimentam de podridão, porque nós, medíocres que somos, não colocamos em prática os dons que Deus nos deu. Leia Mateus 25,14-30 e peça a Jesus o dom da criatividade para evangelizar por todos os meios lícitos.

Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário