quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Teresa de Jesus; Teresa nossa!



Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!
Conheça neste video um pouco da vida desta grande santa da Igreja que foi Santa Teresa de Ávila. Temos a tentação de achar que os santos foram homens e mulheres que viveram uma realidade fora do comum, no sentido de inalcançáveis por nós, meros mortais pecadores. Mas a verdade é que os santos foram meros mortais pecadores, mas que deixaram a Misericórdia de Deus agir em suas vidas e transformando-os naquilo que Deus queria deles.

Dessa forma vemos Santa Teresa de Ávila. Conhecida pela mística, os arroubamentos do espírito, a transverberação (um anjo apareceu com uma lança e feriu seu coração, deixando-a dolorosa e embriagada do amor de Deus). Mas você poderá constatar que você e Santa TEresa tem muito em comum. A vida de Santa Teresa pode ser comparada com a nossa vida, meros pecadores do século XXI, um século que vive sem Deus.

Teresa que com 4 anos foge de casa desejando alcançar o martírio, acaba se desviando - levada por más companhias. Ela acaba entrando num convento, mas vive sua vocação de forma medíocre. Teve uma visão do inferno onde viu o lugar que havia reservado para ela. Assim como nós vivemos nossa vocação de forma medíocre - seja sacerdote, religiosa, ou a leiga - assim também Teresa viveu no convento como pagã. Muitos católicos hoje, infelizmente, vivem como pagãos.

Mas Cristo renova todas as coisas. Nossa Senhora disse em Lc 1,50 que "Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem"; e Santa Teresa confiando na Misericórdia do Senhor, teve uma experiência real com Cristo, e aquela que vivia de forma medíocre passa a ser a grande Santa Teresa, a reformadora do Carmelo, a esposa de Jesus. Ela que buscava a felicidade nas vaidades do mundo, agora nos ensina que "Só Deus basta!". Ela que vivia de conversações inúteis com as pessoas, hoje é doutora da Igreja sendo modelo, sendo mestra de oração.

Possamos também nós, a exemplo de Santa Teresa de Ávila, nos deixar alcançar pela Misericórdia de Deus e buscarmos a verdadeira santidade de vida.

E o meio para isso? Para ela ser chamada Teresa de Jesus, antes ela foi de Maria. Quando ficou órfã, ainda na adolescência, a santa nos conta que foi para diante de uma imagem de Nossa Senhora e disse que a partir daquele dia Ela (Nossa Senhora) seria a sua mãe. E assim aconteceu. Mesmo Teresa andando nos perigos de se perder, Nossa Senhora não desistiu de sua filha, e fez-a ser de Jesus. Se cumpriu em Teresa o que outro santo falara: nunca se ouviu dizer que um fiel devoto de Nossa Senhora que tenha a Ela recorrido, tenha sido desamparado.

Santa Teresa de Jesus, rogai por nós.



Nenhum comentário:

Postar um comentário