segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Afetividade e Modéstia



O video acima faz parte da série "Namoro, sexo e casamento - a sexualidade humana à luz da fé católica". Assista. Compartilhe. Abaixo segue um texto que aborda o mesmo tema da Afetividade e modéstia.

 Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Virão modas que ofenderão muito a Nosso Senhor. As pessoas que servem a Deus não devem seguir essas modas” - Essa profecia atribuída à Nossa Senhora de Fátima, dada a B. Jacinta, é quase sempre citada nas formações sobre modéstia no vestir. Eu mesmo já as citei, cito, e pretendo continuar citando-a. Porém, com o tempo fui percebendo que um dos principais motivos que prendem as pessoas – especialmente as mulheres – na imodéstia do vestir, não é necessariamente a falta de conhecimento. Esse não é o mal. A raiz que prende as pessoas na imodéstia é outro: problemas na afetividade. Sim, problemas na afetividade é que geram os problemas de imodéstia; sendo esta última apenas uma consequência.

Jesus disse que “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!” (João 8,32). Como explicar, porém, que as pessoas conhecendo a verdade sobre a importância da modéstia no vestir, em vez de aderirem aos ensinamentos da Igreja, passam a se revoltar com quem prega sobre? O problema é que conheceu a verdade moral da doutrina, mas para haver a libertação é preciso o conhecimento de si mesmo, de seus afetos, dores, traumas, etc.; que é amada por Deus e que, portanto, não deve mendigar amor dos outros. Ou a pessoa compreende tudo isso, ou se verá sempre incapaz de renunciar as roupas mundanas por amor a Deus.

A Palavra de Deus mesmo vai nos exortar através de São Pedro, nosso primeiro Papa, sobre a modéstia vir acompanhada de uma afetividade ordenada para Deus, e não desordenada e ferida como temos visto em muitas pessoas:

Não seja o vosso adorno o que aparece externamente: cabelos trançados, ornamentos de ouro, vestidos elegantes; mas tende aquele ornato interior e oculto do coração, a pureza incorruptível de um espírito suave e pacífico, o que é tão precioso aos olhos de Deus. Era assim que outrora se ornavam as santas mulheres que esperavam em Deus.” (1Pedro 3,3-5)

São Pedro está falando que a mulher não deve buscar em primeiro lugar ficar se adornando, de maneira desordenada, mas deve antes buscar o ornato interior, viver a pureza incorruptível, refletir a beleza de Deus. Em outras palavras, exorta para que sejam mulheres virtuosas, cujo valor é mais precioso que o das pérolas (cf. Provérbios 31,10). Seguindo esse “esquema” traçado por São Pedro, moça, verás que estarás fazendo o que é precioso aos olhos de Deus. Estarás imitando as santas mulheres que esperavam em Deus. Você quer imitar as santas mulheres que outrora esperavam em Deus, ou quer imitar os péssimos exemplos de vulgaridade que só levam a ferir-se mais? Afinal, este último não leva a esperar em Deus, mas a esperar na própria carne, na própria capacidade de seduzir, atrair. Lembre-se que quem semeia na carne, da carne colherá (cf.

Mas, infelizmente, boa parte das mulheres ainda não aprenderam essa virtude da castidade, da espera em Deus, de amar a Deus sobre todas as coisas. Sim, todos nós, homens ou mulheres, devemos amar a Deus sobre todas as coisas. E se não compreendermos que Deus nos ama, iremos viver no pecado por receio de perder os “amores” das pessoas do mundo. Aí é que está o xis da questão.

Ao ouvir um(a) pregador(a) falando contra as imodéstias, algumas pessoas ficarão chocadas, é verdade. Porém até concordam que o que foi pregado é verdade. Mas logo depois a pessoa pensa “é, mas nos dias de hoje viver isso... É meio difícil. Deus nos ama como somos.” Enfim, esse pensamento é mais comum do que você pensa. E aí não aderem a modéstia cristã.

O homem e a mulher, pelo pecado original, tiveram seus sentidos desordenados. Devemos fazer esforço para ordená-los para Deus. A mulher será tentada a “se mostrar” para o homem, ou seja, os seus sentimentos a impelirá para o homem (cf. Gênesis 3,16). Já o homem, consequentemente, será tentado no ver. Traduzindo: a mulher tem naturalmente um instinto de seduzir, e o homem de se deixar seduzir. Deus quando expulsa Adão e Eva do Paraíso não os envia nus, mas lhes fez vestes e os vestiu (Cf. Gênesis 3,21). Portanto podemos ver que é o próprio Deus que faz as vestes, que vem nos alertar sobre a modéstia no vestir. Se Deus não se importasse com as vestes – ou com a falta delas -, como pensam alguns, Ele não teria feito roupas para vestir Adão e Eva. Daí podemos concluir, portanto, que pela natureza corrompida nós sempre iremos ser tentados pela própria carne a nos rebelar contra a lei de Deus; porém se nós estivermos unidos ao amor de Deus, nós teremos nossos sentidos e afetos ordenados para o Amor, sim, o Amor que é o próprio Deus, e tudo será ordenado. E isso vale para as vestes. O homem e a mulher que se aproxima de Deus, nosso Pai, iluminará a consciência e fará com que a pessoa veja que precisa mudar coisas em sua vida, incluindo as vestes. Mas o problema é quando não se quer se aprofundar no amor de Deus...

Já chegou jovens moças para mim, que vivem a modéstia, mas que começaram a ser tentadas a não mais usar saias longas, pois na escola se sentia estranha, diferente das outras garotas. Essa moça mesmo, no entanto, disse que um colega da escola chegou pra ela e dizendo que a admirava, pois ela era diferente das outras garotas da escola... Viu? Nem precisei dizer nada. Muitas moças começam a querer abandonar a modéstia ou nem se quer começar a aderir a ela, porque começam a se ver diferentes das outras mulheres, e acham que não vão ser amadas pelas outras pessoas. Mas a escolha por viver uma vida pura fez com que essa moça ganhasse um elogio: você é diferente das outras. Sim, mulheres, sejam diferentes das outras mulheres do mundo! Sejam belas, sejam virtuosas, sejam reflexo da Imaculada! Se todas as mulheres do mundo querem ser comparadas com “mulheres frutas”, ou com palavras de nível baixo que nem quero escrever aqui, seja diferente das outras, seja a mulher virtuosa que está com o coração ancorado no Céu. Afinal, CS Lewis dizia: O coração de uma mulher deve estar tão bem escondido em Deus que, um homem para achá-lo, precisa buscar a Deus primeiro”.

Saiba que Deus te ama profundamente. Ame a Deus de todo teu coração. E nesse amor misericordioso de um Deus que ama-nos apesar de sermos miseráveis, façamos tudo conforme nos ditar o amor de Deus. Fazendo assim, o mudar as vestes, não por amor dos homens, mas por amor a Deus, não será mais um peso, mas uma forma de ser grata(o) a Deus por ser misericordioso e chamar a ser reflexo de Sua beleza.

Uma pessoa que compreende isso não teme, por exemplo, perder curtidas no Facebook por não mais portar fotos com decotes, roupas justíssimas, roupas curtas, etc. Não, não teme. Pois mesmo que as curtidas diminuam, sabe que Deus está curtindo-a. Mesmo que diminuam os elogios, ela sabe que o que mais lhe convém é receber o elogio de Deus: vinde, bendita de meu Pai, vinde para o Reino que para ti preparei, feliz fostes tu que viveu a pureza em teu estado de vida. Sim, este é o elogio que deves almejar. Embora receberás, e não se atormente em receber, elogios como “você está linda”, “como você está bonita!”; afinal, você é chamada a ser reflexo da beleza de Deus. É diferente porém de quando andavas como piriguete e ouvia xavecos impuros, convites impuros, te chamavam de coisas feias... Talvez tenha diminuido os elogios porque agora você não está expondo carne na vitrine; você agora se decidiu ser uma mulher virtuosa; se decidiu a esconder o coração em Deus. E como os mundanos não têm Deus, eles não são capazes de elogiar sua beleza. Não que para eles eles você não seja bonita, não, não é isso; mas é porque sua beleza, entregando-se a Deus, transmite agora uma pureza, um desejo de Deus, que ficam confundidos de se aproximarem para falar algo. Por isso, não raras as vezes, irão apenas te criticar e falar mal de ti, boa parte pelas costas; mas não se aflija, minha irmã, se tens a afetividade ordenada para Deus, saberás muito bem que é apenas um cão latindo pra ver se o dono dá um pedaço de carne. Deus te ama. Não precisas do amor destes que só querem aproveitar-se de ti, seja para contemplar-te de maneira impura querendo que voltes a usar imodéstias para alimentar mais facilmente suas mentes podres, seja para tentar algo contigo. Mas resista. Tenha o coração em Deus, e Deus te dará forças para viver a pureza, a castidade, a amá-Lo acima de todas as coisas. Afinal, como diria São Pedro, era assim que outrora viviam as santas mulheres que esperavam em Deus.

Ah, esperar em Deus! Que grande graça! Por isso, amada irmã, coloque sua afetividade no sacrário para que Cristo seja o fim de todas as coisas. Muitas jovens ficam confusas ao vestir-se modestamente pelo medo de não arrumar namorado. Se você é chamada ao matrimônio, então não se preocupe, ame a Deus, e queira agradar a Deus. Ser modesta não quer dizer ser, como alguns pensam, andar feia, desarrumada, descabelada, não. Isso não é modéstia. Isso é um filme de terror! Você é uma princesa de Deus. Portanto, deve ornar-se como princesa de Deus, mostrando a beleza de Deus. Nunca abandone a modéstia, cara jovem, por medo de achar que o seu José não aparecerá, afinal, todas as suas amigas arrumam namorados e não são modestas (e quantos dão errado, heim!). Repito: quem semeia na carne, na carne colherá. Semeie no Espírito. Ame a Deus sobre todas as coisas, vista-se com modéstia, sendo bela, sendo jovem, sendo pura, e a pessoa certa será atraída por ti em Deus. A pessoa certa não será atraída pelo ímã da concupiscência da carne, como outrora ou como acontece com tantas pessoas, mas será atraída pelo amor de Deus. Tenha essa resolução em seu coração, e verás que um rapaz até terá temor de Deus ao se aproximar de ti, pois te verás tão bela, tão pura, tão temente a Deus, ou seja, mulher virtuosa, que antes de querer falar contigo, irá falar com Jesus no Santíssimo Sacramento. Você quer um rapaz assim? Seja uma mulher virtuosa, e não se entregue as carências querendo vestir-se e agir como os mundanos que não conhecem a Deus por medo de ficar sozinha. Não, não, minhas irmãs, é justamente o contrário. Se aproxime de Deus, e Deus fará que se aproximem de ti - não pessoas que levam pras coisas da carne, mas aqueles que te levam pro Céu.

Finalizo com dois versículos da Sagrada Escritura com ensinamentos de São Paulo:
Quero que as mulheres usem treje honesto, ataviando-se com modéstia e sobriedade” (1Timóteo 2,9)
Tudo o que fizerdes, fazei-o de bom coração, como para o Senhor e não para os homens.” (Colossenses 3,23)

Salve Maria Imaculada, a Virgem Puríssima!




Nenhum comentário:

Postar um comentário