quarta-feira, 8 de julho de 2015

Papa Francisco em Quito em consonância com Nossa Senhora do Bom Sucesso

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Todos sabemos que a família tem sido atacada por diversos setores da sociedade. Leis e mais leis; modismos e mais modismos; sempre aparece algo que atenta contra a santidade da família e, não poucas vezes, apresentam um espantalho como “modelo de novas famílias”.

Já Marx falava que queria o fim da família. Sabemos como os movimentos de esquerda – encabeçados pelo feminismo e apoiados pela Maçonaria – contribuíram bastante para a atual crise na família. A sociedade vai mal? Pois veja como deterioraram a família no ocidente corrompendo a moral judaico-cristã.

Por isso a Igreja Católica apanha tanto do mundo; afinal ela é “coluna e sustentáculo da verdade” (cf. 1Timóteo 3,15). Cristo disse que as portas do inferno NUNCA prevaleceriam contra a Igreja Católica (cf. Mateus 16,18-19). Portanto, tendo a Igreja a missão de guardar a fé verdadeira, de anunciar a verdadeira moral ao mundo, o mundo pode rebolar, mas a verdade não mudará. E enquanto o mundo se desemboca numa destruição familiar – arruinando a própria sociedade – a Igreja permanece fiel aos ensinamentos de Cristo.

O mundo seduz, mas a Igreja continua sendo contra o divórcio, união gay, camisinha, anticoncepcionais, aborto, etc. E aqueles que são fieis à Igreja sofrem com ela, pois o mundo não admite o contraditório. O mundo não só não aceita que vivamos como queremos (na Verdade), mas é incapaz de reconhecer que está errado.

E como a Igreja tem a missão de anunciar a verdade, o Papa Francisco na viagem ao Equador fez novamente uma defesa da família. Em sua homilia do dia 06/07/2015 o Papa volta a falar da importância da família, que deve ser preservada, e pede que rezemos pelo Sínodo das Famílias.

Mas o que eu gostaria de destacar aqui, no entanto, é que o que o Papa Francisco disse em sua homilia está em consonância com as profecias de Nossa Senhora do Bom Sucesso. Para quem não sabe, no século XVII Nossa Senhora apareceu para uma religiosa chamada Madre Mariana de Jesus Torres, na cidade de Quito no Equador. Isso mesmo, na mesma cidade em que o Papa fez a homilia da qual destacarei um trecho a seguir. E nas mensagens que Nossa Senhora fez, Ela nos anunciou grandes males que viriam para a sociedade a partir do século XX. E a própria Madre Mariana se oferece como vítima para sofrer pelos pecadores do século XX. Ou seja, Nossa Senhora anuncia que os pecados do século XX em diante serão tão grandes – como de fato foi e podemos ver que está piorando – que uma alma fez penitências séculos antes para reparar.

Mas vamos ao que interessa! Veja o porque a homilia do Papa me lembrou as profecias de Nossa Senhora do Bom Sucesso a mais de 300 anos atrás. Eis as palavras do Papa Francisco:

A família é a primeira escola das crianças, é o grupo de referência imprescindível para os jovens, é o melhor asilo para os idosos. A família constitui a grande «riqueza social», que outras instituições não podem substituir, devendo ser ajudada e reforçada para não perder jamais o justo sentido dos serviços que a sociedade presta aos seus cidadãos. Com efeito, estes serviços que a sociedade presta aos cidadãos não são uma espécie de esmola, mas uma verdadeira «dívida social» para com a instituição familiar, que é a base e que tanto contribui para o bem comum de todos.
A família também forma uma pequena Igreja – chamamo-la «Igreja doméstica» – que, juntamente com a vida, canaliza a ternura e a misericórdia divina. Na família, a fé mistura-se com o leite materno: experimentando o amor dos pais, sente-se mais perto do amor de Deus.” (Destaques meu)


Agora veja que o Papa fala claramente “outras instituições não podem substituir” a família. E é o que temos visto: uma tentativa de substituir o matrimônio católico por alguns espantalhos que querem apresentar para nós como família. Mas de onde vem isso? Isso vem da maçonaria! E Nossa Senhora do Bom Sucesso já havia nos alertado para isso séculos atrás. Veja que, na mesma cidade em que o Papa fala isso, Nossa Senhora já havia falado para sua serva, Madre Mariana, de forma clara, como seria a ação do demônio por meio da Maçonaria para destruir a família:



"Quanto ao sacramento do matrimônio, que simboliza a união de Cristo com a Igreja, será atacado e profanado em toda a extensão da palavra. O maçonismo, que então reinará imporá leis iníquas com o objetivo de extinguir esse sacramento, facilitando a todos o viverem mal, propagando-se a geração de filhos malnascidos, sem a bênção da Igreja. Irá decaindo rapidamente o espírito cristão, apagar-se-á a luz preciosa da fé até chegar a uma quase total e geral corrupção de costumes. Acrescidos ainda os efeitos da educação laica, isto será motivo para escassearem as vocações sacerdotais e religiosas.”

Impressionante, não? Para os descrentes dirão ser apenas uma coincidência; mas para nós que cremos, sabemos que é providência divina. Além do mais, não seria uma simples coincidência o Papa falar que “outras instituições não podem substituir” a família, na mesma cidade onde a Virgem deu o nome de uma instituição (demoníaca) iria, a partir do nosso século, aprovar leis iníquas com o objetivo de extinguir o sacramento do matrimônio. E como a própria Santíssima Virgem disse: o matrimônio está a ser profanado em toda a extensão da palavra. E a situação é tão complicada que, ao passo que vemos Nossa Senhora dizer que a maçonaria iria querer extinguir o SACRAMENTO do Matrimônio, me pergunto: será que todos os noivos que até se casam na Igreja sabem o que estão fazendo? Sabem o que é matrimônio? Casam com intenção de usar pílulas, preservativos, Dius e outros métodos contraceptivos que são abortivos... Ora, vemos que a união de muitos casais tem sido incentivadas apenas pelo prazer sexual – mesmo em muitos que casam na Igreja. Não casam, em suma, com o desejo de viver o matrimônio como a Igreja ensina. Seja porque são ignorantes, seja porque querem é sexo e que a Igreja fique no seu canto – como devem dizer... Mas o que questiono é: este matrimônio é um sacramento? Foi válido diante das leis da Igreja? Por aí nós vemos que de fato o matrimônio foi e está sendo profanado em toda a extensão da Palavra.

Mas a consolação é a certeza da vitória que nós, filhos de Deus e da Virgem Maria, temos. Sim, a vitória já é nossa. A Santíssima Virgem Maria afirmou em Fátima: "Por fim Meu Imaculado Coração triunfará!" Confiemos nessa promessa de vitória da Imaculada!

Portanto, podemos ver claramente que o Espírito Santo falou pela boca do Papa Francisco. Que tal pegarmos nosso Rosário e rezarmos e agirmos para impedir que as seitas destruam as famílias? Ouçamos o Papa e não deixemos que intituições destruam a instituição que é a base da sociedade – e até mesmo celeiro de vocações pra Igreja. Salvemos a família!

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Um comentário: