terça-feira, 23 de junho de 2015

Fátima e as famílias




(Abaixo um resumo do video)


Narração da aparição de Nossa Senhora no dia 13 de Outubro de 1917, em Fátima-Portugal:

Que é que Vossemecê me quer?
Quero dizer-te que façam aqui uma capela em Minha honra, que sou a Senhora do Rosário, que continuem sempre a rezar o terço todos os dias. A guerra vai acabar e os militares voltarão em breve para suas casas.
Eu tinha muitas coisas para Lhe pedir: se curava uns doentes e se convertia uns pecadores, etc.
Uns, sim; outros, não. É preciso que se emendem, que peçam perdão dos seus pecados.
E tomando um aspecto mais triste:
Não ofendam mais a Deus Nosso Senhor que já está muito ofendido.
E abrindo as mãos, fê-las reflectir no sol. E enquanto que se elevava, continuava o reflexo da Sua própria luz a projectar (-se) no sol.
Eis, Ex.mo e Rev.mo Senhor Bispo, o motivo pelo qual exclamei que olhassem para o sol. O meu fim não era chamar para aí a atenção do povo, pois que nem sequer me dava conta da sua presença. Fi-lo apenas levada por um movimento interior que a isso me impeliu.
Desaparecida Nossa Senhora, na imensa distância do firmamento, vimos, ao lado do sol, S. José com o Menino e Nossa Senhora vestida de branco, com um manto azul. S. José com o Menino pareciam abençoar o Mundo com uns gestos que faziam com a mão em forma de cruz. Pouco depois, desvanecida esta aparição, vi Nosso Senhor e Nossa Senhora que me dava a ideia de ser Nossa Senhora das Dores. Nosso Senhor parecia abençoar o Mundo da mesma forma que S. José. Desvaneceu-se esta aparição e pareceu-me ver ainda Nossa Senhora em forma semelhante a Nossa Senhora do Carmo. (Memórias de Irmã Lúcia)

Aqui nós podemos ver uma aparição da Sagrada Família. Deus quer nos apontar o verdadeiro modelo de família. Quer mostrar que a serpente atacará as famílias, mas devem buscar as graças na Sagrada Família de Nazaré.

Para melhor compreendermos como será este ataque às famílias, recordemos uma outra aparição de Nossa Senhora narrada pela própria Irmã Lúcia: “Vistes o inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores; para as salvar, Deus quer estabelecer no mundo a devoção a Meu Imaculado Coração. Se fizerem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz. A guerra vai acabar. Mas, se não deixarem de ofender a Deus, no reinado de Pio XI começará outra pior. Quando virdes uma noite, alumiada por uma luz desconhecida, sabei que é o grande sinal que Deus vos dá de que vai a punir o mundo de seus crimes, por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre. Para a impedir, virei pedir a consagração da Rússia a Meu Imaculado Coração e a comunhão reparadora nos primeiros sábados. Se atenderem a Meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz; se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja; os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas, por fim o Meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-Me-á a Rússia que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz.” (grifo e subinhado meu)

Ora, Os erros da Rússia se espalharam. E esses erros é o Comunismo/Socialismo. Mas como ele se implantou na sociedade? Pelo ataque direto às famílias. Podemos ver isso claramente ao fazer uma análise dos fatos ocorridos no século passado. Ainda mais se fizermos uma leitura crítica do pseudo “avanço” da sociedade hoje. Se o socialismo tenta se implantar por aqui, não é coincidência que também pululam projetos de leis que atentem contra a família. Apenas repetem o que já foi feito pela própria Rússia.

A família é a célula originária da vida social” (CIC 2207). Portanto, se queres tornar uma sociedade caótica para tomar o poder, deixe caótica a família.

Já dizia Karl Marx no Livro “Manifesto Comunista”: Abolição da família! Até os mais radicais ficam indignados ante essa proposta infame dos comunistas.” Para ele – e seus seguidores – a família é algo burguês que só serve pra gerar capital (filhos trabalhando e suposta exploração da mulher). Em outras palavras: só serve para preservar a propriedade privada. E os comunas querem o fim da propriedade privada. Acabem com a família, e conseguirão este infame objetivo.

E para provar isso posso usar as próprias declarações comunistas. Em vário sites comunistas encontrei a reprodução desta frase que se entregam: De fato, em virtude do decreto do Comissario do Povo de 18 de dezembro de 1917, o divórcio deixou de ser um privilégio acessível somente aos ricos” (Ou por meados de 1918). Em outra fonte, uma Comuno-feminista exalta a velha União Soviética dizendo: Em 1920, a União Soviética tornou-se o primeiro país do mundo a garantir às mulheres o direito ao aborto legal. Dois anos antes, em1918, o Código da Família, promulgado pelos bolcheviques, havia instituído o casamento civil em substituição ao religioso e estabelecido o divórcio a pedido de qualquer um dos cônjuges. O governo que emergiu da Revolução comunista de 1917 também incentivou a educação feminina e encorajou as mulheres a assumirem os mesmos postos de trabalho que os homens pelos mesmos salários.”

Portanto, devemos aqui compreender que os “erros da Rússia” que Nossa Senhora nos alertou em 1917 não são apenas o satânico socialismo/comunismo que a Rússia espalhou pelo mundo; mas trata-se também dos erros que serviram para fazer com que este mal se instalasse. Ou seja: a destruição da instituição familiar. Nossa Senhora fala que os erros da Rússia se espalhariam, e no mesmo ano praticamente a Rússia legaliza o divórcio; logo após o aborto, enfim, e estes erros tragicamente se espalharam.

Os socialistas acreditam que suas revoluções falharam por não terem abolido a família e/ou pelo povo ter se apegado a fé religiosa, no caso, principalmente, ao catolicismo. O próprio Marx disse: a religião é o ópio do povo.

A feminista Firestone disse, numa defesa pró incesto que “se nós nos desfizermos da família, iremos de fato desfazer-nos das repressões que moldam a sexualidade em formas específicas”. Por isso, Firestone e demais feministas radicais tomaram a responsabilidade de fazer o que os primeiros marxistas não conseguiram: destruir a família para aí tomar a sociedade. Faz-se uma revolução sexual, para, tendo destruído a família, tomar a sociedade por um todo. Por isso ela e algumas malucas defendem a relação sexuada de todos os seres (todos mesmo, incluindo incesto, pedofilia etc).

Daí hoje o mundo, e principalmente o Brasil, dominado pela esquerda, se dá um bombardeamento de leis iníquas que visam justamente a destruição da família. Ex.: ideologia de gênero (clique aqui e saiba mais sobre essa ideologia satânica que querem implantar no Brasil e em outros lugares do mundo), união gay, aborto, pedofilia, prostituição, divórcio, perversão dos jovens com sexo livre com camisinhas, etc.

E se o mundo se torna hostil a fé, a Igreja num todo e as famílias; devemos então ouvir a voz da Igreja que nos diz: “Em nossos dias, num mundo que se tornou estranho e até hostil à fé, as famílias cristãs são de importância primordial, como lares de fé viva e irradiante. Por isso, o Concílio Vaticano II chama a família, usando uma antiga expressão, de 'Ecclesia domestica'. É no seio da família que os pais são 'para os filhos, pela palavra e pelo exemplo.... os primeiros mestres da fé. E favoreçam a vocação própria a cada qual, especialmente a vocação sagrada”. (CIC 1656)

E como conseguir transformar as famílias em verdadeiras Igrejas domésticas? Fátima responde: espelhando-se em Jesus, Maria e José! Se vemos os revolucionários agindo em primeiro lugar pela destruição das famílias, lutemos pela restauração e manutenção das famílias católicas.

Eis o modelo de família: a Sagrada Família de Nazaré!

São José é descrito nas Sagradas Escrituras como homem justo. Os homens devem então olhar para São José como seu espelho.

A renovação das famílias passa por dois pontos:
1-restaurar a maternidade da mulher
2-restaurar a masculinidade do homem

A mulher é o grande peso. A serpente se rastejou até Eva e perdeu a humanidade. E nos nossos tempos a serpente também se rastejou até as mulheres para perderem todas as futuras gerações.

Porém, ao cair as escamas do feminismo, a mulher deseja a maternidade; mas ela acaba se deparando com o fruto podre do feminismo: homens estragados.

Sem as mães, e sem a verdadeira educação católica, eis que os homens tornaram-se monstros. No livro “O Maior Blefe dos últimos séculos – os maiores segredos da maçonaria” vai ser dito sobre a ação maçônica na destruição das famílias: “Uma mulher desmoralizada não será capaz de ser nem mãe nem esposa. Só irá pensar e sonhar na carreira, fama e libertinagem. Só admitirá ter apenas um ou dois filhos. Um homem desmoralizado é uma ameaça ainda maior do que a mulher. Nem marido, nem pai, nem trabalhador; alcóolatra, dependente químico, preguiçoso, bandido, viciado em jogos de azar, libertino, etc. Sem ainda acrescentar o aborto, a eutanásia, então tudo se torna real. Tem planejado reduzir o número de população nas ambas Américas, na Europa, Rússia e em alguns países asiáticos até o ano de 2060 à metade do estado atual.”

Já São José era justo, trabalhador, íntegro. Já muitos homens de hoje... Muitas mulheres querem ser mães, mas quem será o pai? Os homens são “mocinhas”, ou “maconheiros” eternos adolescentes, enfim. O homem precisa ser homem! Cadê a virilidade?

Imitemos São José que cuidou de Jesus, portanto, resguardemos a fé católica em nossas casas. E não teve medo de receber Maria Santíssima como esposa, portanto, não tenhamos medo de recebê-la como Mãe e Rainha das famílias.

Na imitação de Jesus, Maria e José venceremos.

Por isso, para receber a graça da salvação das nossas famílias, faz-se necessário ouvir o apelo da Santíssima Virgem e rezarmos o Terço todos os dias.

Eis a promessa da Santíssima Virgem Maria: “As famílias que rezarem o Rosário não serão atingidas pela praga do divórcio, e seus filhos e filhas não se perderão” (Nossa Senhora ao Pe Stéfano Gobbi)

Portanto, Se Deus nos mostrou em Fátima a verdadeira face da Família, imitemos a Sagrada Família de Nazaré, e não os espantalhos de família que querem nos obrigar a aceitar hoje.

Eu e minha casa serviremos ao Senhor! Amém?


Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!



Nenhum comentário:

Postar um comentário