quinta-feira, 26 de março de 2015

To modesta? TÁ NÃO!



Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

A modéstia é uma importante virtude cristã que, infelizmente, foi esquecida e calcada aos pés por esta geração. Aliás, a coisa começou a ficar feia na geração passada. Entretanto, a flor da modéstia, com a graça de Deus, começa a desabrochar; passando então uma grande quantidade de pessoas a dar valor a essa virtude. Principalmente muitas moças passaram a ver com mais clareza que seus corpos são templos do Espírito Santo, e não uma mercadoria para se colocar numa vitrine. Isso é uma grande graça do Espírito Santo. Chego a dizer que é de fato uma ação extraordinária que, principalmente jovens, acolham a voz da Igreja e passem a dar importância para o pudor e a modéstia, em um tempo em que o mundo prega totalmente o contrário.

Antes de aprofundar no que quero de fato dizer, quero lembrar que a modéstia está intrinsecamente ligada a afetividade. Muitas moças (e também rapazes) vestem-se mostrando seus corpos porque as pessoas a acham bonitas, e então, por uma carência afetiva, a pessoa continua se vestindo daquela forma, porque, na sua mente, sem aquela roupa curta, sem aquele decote, ou sem aquela roupinha apertada, ninguém me achará bonita. É mais do que a concupiscência da carne que na mulher a faz “se mostrar”, mas é uma carência afetiva, uma busca de amor. E aqui a cura é: fazer tudo pensando em Deus e não nas pessoas; porque eu sei que Ele me ama e sempre me amará, independentemente de como me visto. E aí passará a vestir-se para agradar a Deus, e não aos outros. E daí verá com toda certeza que se vestir de forma cristã não a fará ficar “feia” como é a tentação, mas lhe fará ficar mais bela, pois estará ornada da modéstia e da busca de fazer a vontade de Deus e não a dos homens. Mostrará que o coração está escondido em Deus, e atrairá quem está em busca de Deus.

Enfim, falei resumidamente isso só para dar uma resumida na modéstia. O que me preocupa é o seguinte: a modéstia sendo tão necessária, como de fato é, o capiroto, vulgo demônio, sempre vem querer embaçar. Se você compreende a modéstia, o cão – sujo como é – vai querer fazer uma confusão na cabeça de muitas pessoas (como tem feito) e passará a imagem de uma falsa modéstia. Talvez muitas moças não usem mais aquele short que mais parece um cinto de tão curto que é (risos?), mas será que de fato está sendo modesta? Aqui não quero abordar como algumas pessoas que querem impor um modelo feito. Mas é que tenho observado e principalmente ouvido falar de diversas situações que necessitam de uma correção fraterna. O que tem ocorrido é o seguinte: algumas moças começam a usar uma saia e a usar um véu na Santa Missa, e começam a apontar o dedo para outras mulheres que não aderiram ao seu padrão. Só que algumas dessas se vestiam muito mundanamente a pouco tempo atrás. Não to aqui dizendo que, por exemplo, o ex usuário de drogas não deva condenar a droga; porém, deve-se entender que você passou por um processo até conhecer a modéstia, assim também deve esta passar pelo mesmo processo. Ai a moça “modesta” ao invés de dar seu testemunho, lhe dá a imposição de uma regra. E assim vemos muitas moças que até queriam usar saias longas, porém a arrogância de outras a afastaram. Veja: há quem vestia roupas curtíssimas, aí tem duas semanas que tá usando saia longa e começa a condenar quem veste uma calça não apertada (o problema da calça jeans e outras malhas para as mulheres é o ser apertadíssima, pois deixa o corpo modelado causando tentação nos outros. Aqui vai todo um processo até a pessoa compreender que o que é genuinamente feminino são as saias, vestidos, enfim, mas o problema é só a calça – como humoradamente se diz – mais justa que a justiça de Deus. Portanto se a mulher ainda não se sente bem pra usar uma saia, nós não podemos amarrá-la e lhe vestir a força; mas devemos apenas recomendar que ao menos vista calças menos apertadas).

E o pior de tudo é que muitas que orgulhosamente bradam “aderi a modéstia, to imitando a Virgem Maria”, acabam por não ter aderido modéstia coisa nenhuma, mas somente uma moda do saião e do pano na cabeça. Vai rezando umas Ave Marias para não ficar me odiando, mas vai lendo as seguintes ponderações que quero fazer sobre essa tal “modéstia” aí que algumas dizem ter aderido. Receba fraternamente a correção:

Seja modesta dentro e fora da Igreja: Olha que bela, lá vem ela, que linda, modesta, com véu sobre a cabeça, que piedosa. Há quem diga que reflete Deus seu jeito de participar da Missa. Que belo. Opa, o que é aquilo? É a princesa da modéstia com roupinha curtinha, indo comprar pão na padaria. Questiona-se cadê a modéstia, e a resposta é... É... Só fui na padaria rapidão. Mas que merda de modéstia é essa que na Igreja me cubro dos pés à cabeça, mas na rua ando com roupa curta como se fosse normal? Não! Seja modesta na Igreja mas principalmente fora. Aí o rapaz que foi na padaria comprar pão, fica pensando na carne. Com certeza você já viu essa situação: meninas na Igreja super modéstas, até brigam e falam de outras meninas imodestas; mas quem te viu, quem te vêm, a mesma na rua andando com uma roupa apertadíssima, roupa decotada, curtinha... Adianta o que? Deus está em todos os lugares, Ele vê o que fazemos dentro e fora da Igreja. Eu não estou falando aqui de moças que aderindo a modéstia não tem dinheiro pra de cara comprar um monte de saias. É verdade que existem tais moças – e conheço – que só usam saia longa na Missa e não no dia a dia por não ter muitas saias, e então usam calças. Mas eu estou falando aqui de quem tá na Igreja com saião, e na rua de saiinha. Você está me entendendo? Criatura de Deus, adira a modéstia por completo. Pois a Palavra de Deus em Apocalipse 3 vai dizer que os mornos serão vomitados de sua boca. E o engraçado é que algumas dessas ainda tem coragem para falar de alguém que vá a Missa de calça Jeans (repito: não apertada).

O véu não é adereço de moda e nem brinquedo: Acredite se quiser, mas tem mulher que usa o véu e não sabe pra quê serve. O véu é um sacramental que as mulheres usam. Aliás, usam se quiser. Ninguém é obrigado a usar o véu. A Igreja deixa livre as moças que querem fazer uso do piedoso véu na Santa Missa. O véu sobre a cabeça da mulher, além de cumprir o que São Paulo ensina na Carta aos Corintios, principalmente vai fazer com que a mulher feche para o seu redor e se concentre em Deus. Bom, pelo menos era para acontecer isso. O que acontece, no entanto, é que há quem coloque o véu e fique trocando uma ideia com as pessoas ao lado. Ora, se o uso do véu significa uma sintonia – por assim dizer – com Deus, como que tu coloca o véu pra ficar em sintonia com a conversa com o(a_ coleguinha ao lado? Outras colocam o véu e ficam brincando com ele. Gente, não banalizem o piedoso uso do véu. Muitos sacerdotes se opõe, mas porquê se opõe? Será que se um padre perguntar o motivo de você usar o véu, o que você responderá? Você sabe o porque usa o véu? A resposta não deve ser “porque me consagrei a Nossa Senhora” ou “porque quero imitar Maria”, não. O véu tem um significado muito mais profundo. E Nossa Senhora com certeza quando chegava pra Missa não se colocava em oração e junto se punha em conversa com os outros. Com certeza não. Então coloca-se o véu em sinal de que entrastes em espírito de oração. Obviamente não estou excluindo os casos em que a caridade exige que se converse (digo: alguém vem te dar um aviso importante, ou se você terá alguma função na Missa como leitora, por exemplo, e alguém vem te dar alguma instrução. Ou mesmo em uma adoração em que você esteja conduzindo ou cantando, por exemplo, terá conversas para combinar alguma música, enfim. Tenha discernimento).

Cubra os seios, em nome de Jesus!: um outro abuso da modéstia, por assim dizer, é achar que modéstia é só usar um saião até o tornozelo, e achar que o resto está de boa. E uma coisa que tem me incomodado muito é ver mulheres que querem de verdade viver a modéstia, tem boa intenção, mas usam blusas decotadas. Não estou dizendo que é por maldade, por isso fiz esse texto. Olha, não é por nada não, mas em baixo (saia) está bem longo, não tem como colocar um pano aí em cima (blusa) não? Muitas moças que vivem a modéstia – ou se esforçam em vivê-la – acham normal tirar uma foto mostrando um decote um tanto quanto provocador. Vocês não sabem o tamanho da tentação que isso causa em um homem. Por isso peço-vos, na caridade, diminuam ou excluam os decotes. É sério. Há quem use a saia grandona, mas ai quando você vai ver, tá o decote ou o mardito da blusa ou vestido tomara que caia. Minha irmã, se chama “tomara que caia” porque na mente do homem fica assim mesmo: tomara que caia! Tomara que caia! Tomara que caia! Se não cair, tenha certeza que na mente de muitos caiu. Por isso tenhamos discernimento. Não estou dizendo que vocês tem que usar uma blusa que vá até o queixo, por favor neh, mas estou dizendo que o decote e as roupas que dão aquela apertada nos seios deixando você sensual vai ser queda para muitos.

Nem todo vestido é modesto: Além do caso dos decotes e “tomara que caia” que citei acima, quero alertar que nem todo vestido é modesto pelos seguintes problemas: minha mãe foi comprar um vestido e logo viu um que achou bonito. Era um vestido longo, modesto. Bom, pelo menos era; porque logo que ela foi ver a parte de trás, cadê a parte de trás do joelho pra baixo? Pois é. Cuidado. Não adianta o vestido ser longo na frente, e mostrar a perna atrás. Ou mesmo aqueles vestidos que tem aquele corte que fica aquele pedaço da perna mexendo na imaginação do outro. Há vestidos que são longos, porém apertadíssimos. Uma vez na rua vi uma mulher de vestido e rezei em reparação as imodéstias. Para alguns pode ser incoerente, uma vez que há quem ache que basta ser vestido ou saia para ser modesto. No entanto, o vestido daquela mulher estava todo colado no corpo. Por isso cuidado ao sair por aí arrotando modéstia pros outros(as) enquanto você está só usando um vestido sensual como as mundanas entregues a devassidões. E tem também o caso de quem ache que basta ser vestido ou saia em geral sem se preocupar com o tamanho. Aí vão pra festas de casamento ou qualquer outro evento com aquele vestidinho acima do joelho que só Jesus na causa. E não estou invocando o nome de Jesus em vão, mas só a graça dEle para não cairmos no pecado. Já que toquei em festa de casamento, nossa!, é uma competição dos horrores: decotão, tudo curto, uma querendo aparecer mais que a outra. Enfim, use saias, vestidos, mas tome cuidado para que o vestido não esteja deixando suas costas a mostras, ou seja, um vestido daqueles transparentes, ou uma roupa acima do joelha que normal já causa tentação, e quando se senta... Cuidado.

Enfim, espero que este texto tenha servido para edificar. Não estou impondo nada, mas já que há algumas moças impondo modéstia por aí, seria interessante que se aderisse por completo. No mais quero lembrar: a modéstia está ligada a afetividade. Portanto, procure conhecer sobre a modéstia. De fato procure imitar Nossa Senhora. Será que a Virgem Maria usaria tal e tal roupa? E aqui vale a dica que já dei: se não consegue usar saias e vestidos, procure ao menos não usar calças apertadas. Até porque há trabalhos que tem que usar calças. Se vista de forma cristã de qualquer forma. Quando Nossa Senhora te der a graça, vista as saias. Mas sempre no Terço vai pedindo a graça de imitar as virtudes de Nossa Senhora, dentre as quais está a modéstia.

E aqui vale a dica pra quem vive a modéstia e/ou prega sobre. Por mais que tenhamos repulsa pela imodéstia (roupas curtas e o pecado), nós não podemos excluir as pessoas; pois quando éramos nós os imodestos, os impuros, os merdinhas na mão do demônio, nós fomos acolhidos pela Misericórdia. Por mais que em alguma pregação ou texto eu tenha de fato falado (e falarei) coisas pesadas sobre a imodéstia, eu nunca deixei de conversar com alguém por usar roupas ditas imodestas (no sentido de: essa vem pedir conselho mas tá imodesta, ou vou deixar de ser amigo de fulana porque usa calça jeans). Há hipócritas que excluem do convívio alguém só por usar calça jeans. Numa pregação com esse tema (modéstia), procurarei sempre falar a verdade na caridade (mas sempre com a verdade); mas se a pessoa vem conversar, tirar dúvida, e não está de saia, vou fazer o que? Convivo do mesmo jeito. Mantenho as amizades; se a pessoa se abrir pra falar sobre, bem, se não... Não vai ser dizendo: pra conversar comigo só com saião. Não. Mas sempre entregar para Deus. Nós só podemos propor, ora a Deus e Ele convencerá pela Misericórdia.

Espero ter sabido me exprimir como deveria. Enfim. Que Nossa Senhora nos ensine a viver a virtude da pureza a exemplo dEla. Que Ela nos ensine a ser modestos; mas também a sermos misericordiosos, como Ela aos pés da cruz, rogando pela humanidade que crucificava Seu Filho.

Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe! Que Viva Cristo Rei!

Indico que vejam os seguintes videos do Padre Paulo Ricardo sobre o tema:



Um comentário:

  1. Louvado Seja Deus pela sua vida irmão.
    Lendo algumas partes do seu blog lembrei de quando estava me preparando pra se consagrar a Virgem Maria,sabia que teria que renunciar muitas coisas e uma delas é minha maneira de vestir, foi ai que decidi renovar meu guarda-roupa e a partir daquele momento em que renovava o meu guarda-roupa eu lembrava da música do Ministério missionário Shalom; "Tu serás Oh Mãe minha Rainha e o Seu Filho o Meu Rei essa vida não será mais minha um livre escravo eu serei." E a partir daquele momento eu fui renovando o meu guarda-roupa sem se quer importar que faria falta, pois não iria fazer falta mesmo porque aquelas roupas já não me pertencia. Hoje graças a nosso bom e amado Deus e a Virgem Maria ando modestamente, embora como citou ai em cima tenho poucas saias e no dia a dia a maioria das vezes uso calças. Mais peço sempre a Virgem Maria para que eu sempre possa imitar ela de corpo e alma. Quando estiver um tempo ainda hoje vou ler inteiro seu post. Pois no momento estou estudando. Espero que possa visitar meu blogger também, onde citei um pouco sobre a modéstia, sobre caridade e sobre Renuncia a Si mesmo. Que Nossa Senhora passa sempre a sua frente e que possamos sempre ser esses instrumento de evangelização através da rede social.
    Salve Maria!
    Paz e Bem!

    ResponderExcluir