sábado, 27 de setembro de 2014

CUIDADO COM OS DOCES DE COSME E DAMIÃO



santos católicos verdadeiros
Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

Sabemos que quando se chega nesta data do ano podemos notar que em vários lugares se distribui doces em honra a São Cosme e São Damião. Quer dizer: distribuem doces dizendo ser em honra dos santos católicos. Mas a realidade é que este costume popular não é católico e pode causar danos espirituais as pessoas.

Por mais que algumas pessoas venham dizer que não tem problema comer esses doces – até usando de passagens bíblicas pra dizer que se pode comer algo sacrificado ao demônio-, sabemos que não é bem assim. Vivemos em uma época em que o povo têm se afastado da oração, ou seja, da comunhão com Deus e, comendo esses doces, estaria abrindo uma enorme brecha para satanás.

Mas como assim Cosme e Damião e demônios? Para esclarecer: Cosme e Damião são sim santos católicos. São Cosme e São Damião foram mártir da fé dando seu testemunho derramando o sangue por volta do ano 300d.C pela perseguição do Império Romano. A festa litúrgica desses santos na Igreja Católica é no dia 26 de setembro. Já a distribuição dos doces supostamente em honra aos santos é feita no dia 27 de sembro. Ora, isso é muito fácil de saber o porquê.

Essa distribuição é feita no dia 27 de sembro porque não é em honra aos santos Católicos São Cosme e São Damião, mas sim aos orixás da umbanda conhecidos como Ibejis. Este costume de dar doces começou com os praticantes de umbanda. E eles começaram a usar o nome – e até as imagens – dos santos católicos nos seus cultos pagãos, não só para confundir, mas pelo fato de que as religões pagãs afro (como é a umbanda) eram proibida no Brasil; por isso, para dar aparência de devoção e fé católica, eles começaram a cultuar seus ídolos (orixás) usando o nome e imagens dos santos católicos. Dizem Cosme e Damião com a língua, mas o sacrifício é feito aos demônios. Isso precisa ser dito! E por isso os doces são costumeiramente distribuídos no dia 27 de setembro, pois neste dia, na religião umbandista, celebra-se o dia desses orixás “crianças”. E também por essa particularidade que se apresentam os demônios, distribuem-se doces para as crianças.

Como podemos ver é tudo fruto de um sincretismo religioso. A Igreja Católica nada tem a ver com isso. E nem com as várias outras formas de sincretismo religioso como usarem São Jorge no espiritismo e outros. Muitos acusam a Igreja de ser pagã porque na macumba, espiritismo de terreiro, e outros, usa-se o nome e imagens dos santos Católicos. Ora, em muitos desses lugares – e até em lojas maçônicas em seus rituais macrabos – usa-se até Bíblia; e nem por isso eu vou deixar de acreditar na Palavra de Deus que condena tais coisas. A Igreja é apenas mais uma vítima desse sincretismo que acaba por confundir o povo de Deus.

Isso não quer dizer, porém, que todos os doces de “Cosme e Damião” sejam consagrados aos demônios. O que acontece é o seguinte: muitas pessoas acabam fazendo promessas com o coração direcionado a intercessão de São Cosme e São Damião e, por ignorância, acabam fazendo a distribuição dos doces para as crianças em forma de agradecimento. Muitos de fato desconhecem – como eu até pouco tempo desconhecia – o fato dessa prática ser oriunda das religiões pagãs. Outros distribuem por puro espírito caritativo. Mas, não poucos, distribuem por orientação dos orixás (demônios) e em honra a eles, e aí sim mora o perigo. Eu não acho que uma pessoa vá para o inferno por comer um doce, porém, se uma pessoa que não está na graça de Deus come um doce contaminado, poderá então causar grandes danos na sua alma. E, mesmo que eu esteja na graça de Deus, e vá comer por pura presunção... Oremos. É bom evitar para não confundir o povo mais simples que desconhece essas coisas.

É bom não distribuir doces nessas datas e passar a ter uma maior convicção. Essas coisas não são brincadeira.

Aqui mesmo perto de casa já fui alertado que tem um mulher que vende doces, porém, antes de colocá-los a venda consagra-os no centro de macumba. Muitos doces que hoje são distribuiídos para as criança, passaram nos terreiros. Muito cuidado! Mesmo que tem doces que não tem consagração e nem intenção de ser em honra aos orixás, como saberemos? Por isso devemos ser cautelosos.

No mais também conheço pessoas que nunca distribuíam doces de “Cosme e Damião”, mas depois que conheceu e frequentou centro de macumba, passou a prática da distribuição... Cuidado!

Os mais céticos diram que “isso não existe!”, “se estou na graça de Deus nada me atinge!”, “eu não acredito nisso!”; só que tem um detalhe: se lermos um pouco de demonologia, em especial textos do Pe Gabrielh Amorth, veremos o quão perigoso pode ser comer coisas consagradas ao demônio. Quantas vezes ouvimos pregações de Padres ou leigos que lidam com “cura e libertação” ou sacerdotes exorcistas, e estes proclamam a libertação de pessoas que passaram a ter problemas na vida espiritual através de uma comida consagrada aos demônios! Quantas pessoas que têm que se submeter a rituais de exorcismo porque de fato ocorreu uma possessão após comer essas comidas!

Você deve lembrar que nós não vivemos mais em um país católico. O Monsenhor Jonas Abib no livro “Sim, sim; não, não” vai falar algo triste, porém, real: “O nosso povo brasileiro é católico. Mas podemos dizer sem medo que a sua mentalidade é fortemente marcada pelo espiritismo, tanto o espiritismo kardecista, chamado de mesa branca, como o espiritismo de terreiro, da umbanda, do candomblé e de outras ramificações de tradição afro.” - Triste realidade! E se o povo é sincretista, o demônio tem mais brecha para entrar. Conheço uma pessoa que, após em falar algum alerta sobre essas coisas de macumbas e afins, diz que isso não pega, só pega em quem não tem fé. Só queria entender então o que ele faz frequentemente indo nas Missas de Cura e Libertação... Se essas coisas são irreais, porque existem exorcistas? E se vivemos em um mundo pagão, mais ainda devemos evitar a distribuição destes doces para não confundir, e alertar as pessoas para não deixarem seus filhos comerem tais doces, porque existe um detalhe que as pessoas deixam passar despercebido: hoje os pais são negligentes na questão do batismo dos filhos. E se um cristão batizado que acaba por abandonar a fé acaba sofrendo males, imagine uma criança pagã (pagã porque não é batizada ainda) comendo essas coisas consagradas ao demônio! Por isso muito cuidado ao sair por aí dizendo que basta comer com fé em Deus que nenhum mal lhe atingirá. Cuidado! Porque muitas crianças não tem fé. Muitas criaças não receberam o mínimo da fé de seus pais. Muitas crianças não tem o batismo. E, tenho que dizer com dor, mas o Pe Gabriele Amorth relata possessões em crianças, mesmo bebês. E qual o remédio que ele nos dá? Batismo! Ora, ele mesmo fala que o Batismo é um poderoso exorcismo. Deixamos de fato a escravidão de satanás e passamos a ser filhos de Deus. Ora, imagine a situação das crianças que comem essas coisas consagradas ao demônio...

Padre Gabrielh também fala em seus livros que muitos crimes cometido por crianças, como por exemplo esses que escandalizam (assassinos em série, por exemplo), ele disse que chama na TV psicólogos, psiquiátras, mas não chamam um exorcista. E um exorcista – segundo ele – resolveria o caso rapidamente: é uma possessão. Hoje as crianças desde cedo assistem e jogam coisas satânicas, ouvem músicas satânicas, e comem comidas consagradas ao demônio. Eu vi em uma casa de detenção para menores, vários jovens que nem sequer tinha batismo. E fico agora a imaginar, quantos que tiveram contato com o mal. Será que se eles tivessem sido batizados e, junto com os outros batizados, perseverassem na vida cristã na oração e na frequência dos sacramentos, estariam nessa situação?

No mais, meus irmãos e irmãs, convido-vos a renunciar todas essas práticas. Caso você tenha distribuído ou comido tais comidas consagradas ao demônio, reze pedindo a intercessão da Virgem Maria, para que pelo Sangue de Jesus, te liberte de todo mal.


Se quiser, faça esta oração:
Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus vivo, eu quero te pedir neste momento a graça da libertação. Meu Senhor e meu Deus, tu sabes que muitas vezes caminhei por estradas em que não levavam a Ti. Tu sabes que muitas vezes busquei o mal. Tu sabes que nem sempre te adorei como meu único Deus e Senhor. Mas, meu amado Jesus, arrependido me encontro, e quero nesta hora, clamar o derramamento do teu precioso Sangue na minha vida.
Jesus Misericordioso, eu renuncio a todas as práticas pagãs da qual fiz parte algum dia. Eu renúncio as comidas consagradas aos demônios, tanto as que comi, como as que porventura tenha dado a outras pessoas para comerem. Jesus Misericordioso, eu renuncio de todo coração essas práticas demoníacas. Eu renuncio a satanás e suas pompas. Eu renúncio a todo espiritismo, macumbaria, bruxaria, eu renuncio os doces dos exús que usam o nome de “Cosme e Damião”, eu renuncio toda praga, toda maldição, toda ação do demônio na minha vida.
Senhor Jesus Misericordioso, eu clamo o Teu Sangue neste momento. Jesus, pelo Teu sangue derramado no madeiro da Cruz eu clamo que me libertes. Sim, Jesus, se for da Tua vontade, me libertes de todo mal. Me liberte, senhor Jesus, de toda ação do demônio. Cristo Jesus, o teu sacrifício no calvário foi para nos libertar da possessão de satanás, por isso, amado Jesus, me liberte de toda ação diabólica. Sim, Jesus, asperge teu sangue em todas as áreas da minha vida, e faça-me viver uma vida santa e pura. Amado Jesus, lava-me no Teu Sangue. Jesus Amado, atingime-me com o Sangue e a Água que jorraram do Teu Coração Sacratíssimo. Jesus, eu quero ser livre em Ti.
Envia ó, Senhor, o Teu Santo Espírito. E renova-me. Sim, Jesus, inflama-me no fogo do Teu Amor. E com esta efusão do Espírito Santo, faça-me todo teu. Sim, Jesus, pelo derramamento do Teu Espírito, não quero mais ter comunhão com os demônios, mas seu uma morada Santa para Ti, Ó Trindade Santa.
Virgem Imaculada, Mãe de Deus e nossa Mãe, pelas tuas puras lágrimas de sangue derramadas aos pés da Cruz de teu Filho, liberta-me do mal. Mãe e Rainha, esmague a cabeça de satanás. Nossa Senhora da Vitória, dá-me a vitória contra satanás e seus anjos caídos! Nossa Senhora da Vitória, combate por mim. Minha Mãe, esmague satanás com teu calcanhar Imaculado. E, te peço, Mamãe, a graça de ser conservado na graça de Deus. Dá-me, Mãe Santíssima, contrição e dor dos meus pecados, para que eu possa confessar meus pecados para um padre, e receber o perdão de Deus; e após, nunca mais voltar a pecar, com tua ajuda; mas, se eu cair, que a Senhor me levante novamente. Mãe Santíssima, nossa Co-Redentora e Mãe, pelas tuas lágrimas de sangue, sejam destruídas as forças do inferno.

Meu irmão, minha irmã. Após esta oração, com as tuas palavras vá louvando e bendizendo a Deus. E, reze o Santo Terço pedindo a graça da concretização da libertação. E lembre-se: é necessário confessar os pecados para um padre, para lá, que é o próprio Jesus que haje, possas ser perdoado, curado e liberto.





Assista as seguintes pregações:




















2 comentários:

  1. Irmão em Cristo, muito obrigada por esse texto e por essa oração poderosa contra os demônios. Quanto eu era adolescente, eu fui com uma amiga num lugar pegar doces de "cosme e damião" e essa minha amiga me levou num bairro onde ela morou e lá conseguimos muitos doces. Lembro que fiquei muito contente, nem acreditava de tantos doces. Acontece que uma mulher passou por nós com um bebê no seu colo e me lembro exatamente o que ela falou pra nós, ela nos disse: " Meninas não comam esses doces não, quando eu era jovem eu também comi e agora minha vida só anda pra trás, não comam não viu!" E nós saímos dando risadas e eu até disse pra minha amiga, que imagina que eu iria jogar tudo fora só porque aquela mulher falou aquilo! Meus pais nem sabiam onde eu estava e já era de noite e eu ainda estava por lá. O que mais me impressionou foi que minha amiga me levou numa casa horrível, só então depois que entrei e vi aquelas pessoas que me dei conta de que era um centro de macumba, meu Deus, horrível, um lugar onde as pessoas cantavam e dançavam em rodas dentro de uma casa, fumando e era uma casa muito movimentada de entra e sai gente. Fomos embora imediatamente, mas aquela minha amiga bem conhecia aquele lugar mas não me falou. Acho que até pegamos sim doces daquele lugar também. Quando cheguei em casa meu pai já preocupado, muito bravo, brigou comigo e com minha irmã, pois minha irmã também estava com a gente. Olha nunca confessei porque achei que não tinha consciência do mal que fiz, mas vou me confessar porque sei que posso ser liberta de qualquer mal que essas porcarias tenha causado ou aberto portas do maligno em minha vida. Já faz algum tempo que venho comentando sobre essa história e sempre estou alertando de que não devemos pegar esses doces. Conheço pessoas que fazem sincretismo religioso com umbanda, espiritismo e em suas famílias não há paz, só coisas horríveis acontecendo, vou compartilhar e falar dessas coisas com essas pessoas também. Muito obrigada !

    ResponderExcluir
  2. Aos irmãos católicos isso serve de alerta para o desconhecido, procure se aprofundar nas coisas que não conhecemos bem,procure orientação de um padre, de uma pessoa influente de uma igreja,pois a oferenda de doces certamente não é uma tradição católica.

    ResponderExcluir