quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Igreja e pedofilia - A hipocrisia da ONU e dos anti católicos

Salve Maria Imaculada!


Salve Maria Imaculada!

Não é de hoje que a Igreja Católica é ataca de todos os lados pelos seus inimigos. Fazem-se difamações, calúnias e ataques diretos e indiretos. Mas em meio a alguns ataques está uma chaga da Igreja que são as acusações de padres pedófilos. Infelizmente temos que reconhecer que existem sim padres pedófilos. Não podemos negar isso. Entretanto, o fato de existir uma minoria de padres pedófilos, não pode ser usado como um motivo para atacar a Igreja fazendo-a como uma vilã dos tempos atuais. Pior ainda, muitos negando-se a fazer parte da mesma por conta dos casos de pedofilia. Isso é de uma incoerência gigantesca. Eu não sou católico por causa dos padres da minha paróquia, do Bispo ou do Papa; eu sou católico por causa de Cristo Jesus que morreu pela Igreja (cf. Efésios 5,25) e fundou a mesma (cf. Mateus 16,17-19). Neste primeiro momento, quero sim dirigir essas palavras a muitos protestantes que acusam a Igreja Católica de ser um antro de pedofilia. Ora, se vocês não são católicos por causa da pedofilia, não sejam também cristãos como dizem ser, afinal, Cristo escolheu Judas; e o que fez este? É preciso lembrar das palavras de nosso Senhor Jesus Cristo que nos ensina: “É impossível que não haja escândalos, mas ai daquele por quem eles vêm! Melhor lhe seria que se lhe atasse em volta do pescoço uma pedra de moinho e que fosse lançado ao mar, do que levar para o mal a um só destes pequeninos. Tomai cuidado de vós mesmos”. (Lucas 17,1-2) – Vemos aqui Jesus dizer que será impossível que não haja escândalos, mas AÍ DAQEUELE QUE SE TORNA ESCÂNDALO. Sempre existiram escândalos de maus padres na Igreja Católica; a começar por Judas Iscariotes até os tempos de hoje. Mas aí destes. Aí destes, diz o Senhor, porque lhe seria melhor que atasse uma pedra no pescoço e se lançasse ao mar. Existe um testemunho de um ex pastor protestante dos EUA que desafiou o venerável Papa Leão XIII a abrir os documentos secretos do Vaticano. Este aceitando, abriu para o pastor protestante ler tudo. Depois de algum tempo estudando e descobrindo todos os podres (escândalos) dos filhos da Igreja, dos pecados, enfim, este chega para o Papa Leão XIII e pede para se tornar católico, afirmando que mesmo com aquele tanto de escândalo a Igreja não havia acabado, é porque existe algo de divino e de fato foi Jesus quem fundou. Lembrem-se: AS PORTAS DO INFERNO NUNCA PREVALECERÃO CONTRA A IGREJA CATÓLICA! (Cf. Mateus 16,18).

Aqui não pretendo minimizar o problema da pedofilia no clero. Entretanto fazia-se necessário salientar o exposto acima. Nós sabemos que padre pedófilo, assim como professor, governador, presidente, jogador de futebol, artista, advogado, médico, ou seja lá o que for o que a pessoa exerça na sua vida, e comete pedofilia, tem que ir pra CADEIA. Seja padre, seja pastor; seja ateu, seja lá o que for. CADEIA! E talvez seja justamente aí que as pessoas mais gostam de acusar a Igreja. “A Igreja acoberta os pedófilos” - gritam, supostamente fervorosos pela justiça, alguns. Entretanto, será mesmo que a Igreja acoberta pedófilos? Existe sim casos em que Bispos fazem isso. Entretanto, você tem que ser no mínimo honesto para verificar algo: TUDO FAZ PARTE DE UM PLANO PARA DESTRUIR A IGREJA. Como? Acaba-se com a imagem dela. “Como assim? Ainda não entendi” - Meu querido leitor, se a Igreja Católica é o maior impecílio para a nova ordem mundial, o que deve-se fazer? Fazer a Igreja ser uma “carta fora do baralho”. Primeiro, a muitos anos atrás, foram infiltrados COMUNISTAS dentro dos seminários católicos para poderem destruir a Igreja por dentro. Nisso se espalharam muitos ensinamentos errôneos da doutrina católica. Existe muitos Bispos – e porque não cardeais – que nem acredita na existência de Deus. Queira o próprio Deus que eu esteja enganado nesta minha afirmação. Mas este é o fato. Muitos jovens entraram no seminário sem vocação, justamente para se tornarem escândalo, com atos de pedofilia e homossexualidade, e também casos com mulheres. Tudo para gerar escândalo. “Ah, agora você quer limpar a Igreja querendo dizer que tudo é uma conspiração contra a Igreja?” Não, entretanto é necessário afirmar que sim, isso existiu e existe. Mas nem todo caso de pedofilia foi cometido por padres infiltrados, mas sim por padres que fracos cometeram este HORROROSO e REPROVÁVEL pecado. Que também é um crime. E que por ser crime, merece ser preso.

Por outro lado, que é algo bem sujo história toda, a ONU e a mídia que leva a notícia ao povo, dá uma maior relevância aos casos de pedofilia cometidos na Igreja Católica. Você sabia que se formos comparar TODOS os casos de abusos cometidos contra crianças no mundo todo, a participação de membros do clero é MÍNIMA? Você sabia que olhando o número total de padres e religiosos da Igreja Católica, e comparar com os padres pedófilos, você verá que é um grupo muito pequeno e quase que insignificante em relação ao tamanho do clero? Mas os canais de comunicação sempre noticiam como se 90% dos padres fossem pedófilos. E pior ainda, a manipulação da mídia é algo assustadora. Se a ONU faz um relatório falando que a Igreja é omissa; a própria ONU, e a satânica mídia, nunca noticiou – pelo menos não com relevância – que desde o pontificado de Bento XVI a Igreja toma atitudes contra a pedofilia! Você sabia que em 2 anos, no pontificado de Bento XVI, foram expulsos 400 padres acusados de pedofilia? Pois é, e a mídia coloca a Igreja e Bento XVI como negligentes e até mesmo como apoiadores deste satânico pecado. Por que a mídia não noticia isso? Por que não interessa para eles! Eles querem fazer pressão contra a Igreja, destruir os valores da Igreja, e com isso querem fazer o que o povo perca a fé na Igreja. O Papa Francisco tem tomado medidas.

O maior problema é que se a pedofilia é crime, quem tem que prender alguém aqui é o Estado! O que cabe a Igreja é expulsar os maus sacerdotes que cometem este pecado, entretanto, quem tem que punir os mesmos é o Estado. E você sabe por que o Estado é omisso? Os Estados que são governados por pessoas de esquerda – como é o caso do Brasil – e a própria ONU acusam a Igreja de negligência nos caos de pedofilia, mas eles (Estado e ONU) querem a legalização da pedofilia. Ou seja, é uma tremenda incoerência, toda essa conversinha acusando a Igreja de pedofilia, é para atacar à instituição IGREJA CATÓLICA e não a praga da pedofilia. Você que o que falo é absurdo? Meu querido, olhemos para o próprio umbigo, o Brasil. Existe no Brasil um projeto de lei (Novo Código Penal) que quer reduzir a idade em que se pune ato libidinoso entre menores, de 14 para 12 anos. Ora, isso é um absurdo. Hoje, 12 e 13 anos seria pedofilia, com o novo código penal, não. A ONU e quem defende essas porcarias são um bando de hipócritas. Na legislação atual ela já é deturpada totalmente. Conheço um caso em que um garanhão de 19 anos pegou a jovenzinha de 14 anos (ato sexual mesmo), a mãe foi até a polícia, mas não deu nada, pois ela tinha 14 anos. Nessa idade já um absurdo; agora imagina como será a promiscuidade com a juventude, com essas CRIANÇAS, com garanhões bem velhos com essas crianças de 12, 13 anos de idade. Isso é um ABSURDO! E mais, tudo sem autorização dos pais. Se um safado pegar sua filha de 12 anos, e você for denunciar pra polícia, segundo o que o PT e Cia querem, você não pode fazer nada porque ela tem mais de 12 anos. Você perde a honra da filha e não pode nem ver o safado na cadeia. Por que? Porque a sociedade esquerdista que acusa a Igreja de pedofilia é a mesma que quer fazer da pedofilia algo normal. Enquanto a Igreja sofre por ver padres cometendo pedofilia, e quer que isso acabe; os esquerdistas querem que a Igreja acabe, e não o sexo com a criançada (perdoe-me o termo, mas é assim que acontece).

Um exemplo muito claro dessa incoerência são os militantes gays. Este mesmo povo que quando vê um católico argumentando contra o “gayzismo”, gostam sempre de lembrar dos casos de pedofilia dos padres na Igreja. Pois bem, eu só queria entender a lógica de atacar a Igreja Católica, sendo que um dos líderes dos movimentos homossexuais no Brasil, também é a favor da liberação da pedofilia. Para quem não conhece, Luís Mott, declarava “Pedofilia já” e que gostava de garotões. Ora, uma pessoa dessa é doente, mas além de um tratamento, poderia ser dado pra ele um belo “chá de cadeia”. Mas não, ninguém faz nada contra ele. Agora se fosse um padre... A não ser que o padre fosse expulso da Igreja, como o Beto que foi excomungado após declarar heresias, aí sim, ele seria apoiado pela massa anticatólica.

O povo tem que acordar para essa realidade. A ONU, e o PT, PSOL e demais partidos de esquerda do Brasil, lutam pela “liberdade sexual das crianças”. Isso mesmo, esse povo que diz “ei, e a pedofilia da Igreja”, são os mesmos que, nas comissões de direitos humanos, em suas reuniões, assembleias, seminários, discutem a liberação do sexo para as crianças. Eles querem que nosso filhos, com 7, 8, 10 anos de idade comecem a fazer “troca-troca”. Aliás, como dizem eles, com um maior de idade também, afinal, as crianças são livres pra fazer do seu próprio corpo o que quiserem. Você concorda com isso? Pois eu não. E eu, e espero que você também, me oporei a estas leis satânicas.

Nós precisamos mostrar isso, porque é tudo uma questão de propaganda. A propaganda da mídia secular é esta: a Igreja está cheia de pedófilos e estes são acobertados. Nós devemos mostrar, com os meios que temos em mãos, que a Igreja tem combatido sim a pedofilia. E mais, devemos mostrar que estes falsos defensores dos direitos humanos (em especial dos direitos das crianças) estão querendo destruir a inocência das nossas crianças. É preciso dizer que o PT e deputados como Jean Wyllys (PSOL-Rio) e Érika Kokay (PT-DF) são a favor da destruição da família e querem fazer com as crianças isso que foi relatado. Para provar, no final do post tem alguns videos de argumentos sobre esse povo que gosta de atacara a Igreja de pedófila, mas que na Câmara e Senado estão tentando aprovar a pedofilia.

Em relação aos casos de pedofilia na Igreja, propriamente dita, quero levantar algo que muita gente não gostará de ler. É um padre? Sim, mas é o que mais? “Como assim?” - pergunta-me você. Você já reparou que a maioria dos casos de pedofilia em que a mídia publica são padres que abusam de crianças HOMENS? Nunca percebeu? Aí eu te pergunto: atração pelo mesmo sexo é qualificada como mesmo? Não estou dizendo que todo homossexual é pedófilo. Entretanto, não podemos negar a ligação. Luís Mott, já citado aqui, é um dos pioneiros na suposta luta pelos direitos dos homossexuais, e é também um dos pioneiros na luta pró-pedofilia (claro que hoje bem abafado por ser um escândalo). Jean Wyllys também é a favor dessa “liberdade sexual das crianças”. E não são poucos os casos. Então, lembrem-se, antes de dizer do padre, lembre que o padre está com um problema na sua sexualidade. Ora pois... E vale lembrar que isso não é devido ao celibato, afinal, a maioria dos casos de pedofilia é cometido por pessoas que não vivem em celibato. Mas, assim como querem proibir o rapaz que quer ser tratado na questão da homossexualidade, também será proibido atender um pedófilo, porque os mesmos que militam pela homossexualidade lutará pela pedofilia, e se nós não barrarmos isso eles conseguirão.

Quero encerrar dizendo que se você não é católico, não gosta da Igreja Católica, pelo fato da pedofilia; meu querido, vou te dar uma dica: fuja para as colinas, ou mesmo cave um buraco e se esconda do mundo. O problema da pedofilia não é um problema eclesial, mas sim um problema social, em uma época em que se tirou Deus do senhorio, para adorar o próprio homem. Você evita a Igreja Católica por causa destes casos de pedofilia? Então você nunca mais falará com seu próprio pai, nem com seus tios, vizinhos e parentes próximos? A maioria dos casos de pedofilia são cometidas por pessoas próximas (principalmente porque não querem mais viver como a Igreja ensina). Uma vez vi a notícia de um técnico de uma operadora de internet que abusou de um garoto enquanto fazia a instalação da internet. Ora, agora você deixará de usar internet porque existe gente nas empresas que cometeram pedofilia? Ora, você que é homossexual, sabendo que seu líder gosta da pedofilia, você vai deixar de ser gay por causa disso? Você ateu, sabendo de casos de ateus que cometem pedofilia, você deixará de ser ateu por isso? Meu irmão, deixar a Igreja Católica ou nela recusar a pertença, por conta da pedofilia ou de qualquer outro pecado, é incoerência. A pedofilia é um problema social. E se você for pra qualquer lado, infelizmente, este mal estará presente. Mas a solução não está em você combater a Igreja e depois apoiar as pessoas que querem aprovar o que você condena na Igreja. Seja honesto, pelo menos.

E para encerrar, veja nos relatórios da ONU, em que ela faz duras críticas à Santa Sé sobre a pedofilia, mas tudo não passa de pressão. No mesmo relatório ela quer mandar na Igreja, em sua doutrina e moral. Isso mesmo, ela não quer que a Igreja pare a pedofilia, ela quer fazer chantagem para a Igreja liberar o aborto, anticoncepcional (que são abortivos), camisinhas e afins, colocando a Igreja como vilã. Enquanto sabemos que aonde estão sendo aplicados essas práticas a Aids e demais doenças estão dizimando as pessoas. Sejam inteligentes, em nome de Jesus e Maria Santíssima, e vejam que a ONU e demais instituições a serviço da Nova Ordem querem destruir a sociedade. E como fala Marx: “A religião é o ópio do povo” e então eles querem detonar a religião, em especial a católica. Afinal, quem que no mundo todo prega contra a camisinha, anticoncepcional e demais métodos contraceptivos? Quem que luta contra o aborto? Pois é, a Igreja Católica. Então eles pressionam a Igreja para ela liberar toda essa perversão. Mas com fé em Deus, nunca será aprovado isso. E no mais, o mesmo relatório quer obrigar a Santa Sé a deixar os adolescentes a terem relações sexuais à vontade; e caso aconteça algo (gravidez) que se dê o direito ao aborto. Ora, que incoerência, não é mesmo? Num mesmo relatório que acusa a pedofilia, quer que os adolescentes façam sexo e depois matem os filhos. E vale lembrar que “adolescente” varia muito a idade, 12 anos pode ser considerado adolescente, e, portanto, seria PEDOFILIA. Ora, o povo luta contra a Igreja porque bebeu do veneno luciferino da ONU e da mídia, porque está na cara a incoerência. Assim como no Brasil dar vacina contra o HPV para CRIANÇAS de 13 anos. Ora, essa doença é transmitida sexualmente, isso quer dizer que estão incentivando o sexo entre os jovens dessa faixa etária. Fora o fato de que essa vacina é muito discutida em vários países por causar infertilidade. Isso mesmo, faz algumas mulheres não engravidarem e/ou diminuir as chances de engravidar. É o que a Nova Ordem Mundial quer: reduzir o número de pessoas no mundo. Para isso eles querem aprovar e colocar em prática o homossexualismo (homem com homem, mulher com mulher, não gera filhos e não terão herdeiros, logo perde a propriedade privda), métodos contraceptivos e abortivos, e fazer com que as mulheres cada vez mais se preocupem com sua carreira e menos com a família, fazendo com que as mesmas tenham poucos ou nenhum filhos; e caso tenha algum, que fique o tempo todo na escola sendo educados pelo Estado, que lhes ensinaram o que querem: um monte de cocô.

Queria saber onde está a ONU querendo acabar com a pedofilia no Brasil, onde no norte-nordeste do Brasil, homens de 20, 30, 40 anos "moram juntos" com meninas de 10, 11 anos... Ah, isso não interessa. E todos sabem dessa realidade nessa religião... É muita hipocrisia. E enquanto a Igreja luta contra este mal, na Holanda existe associação que luta pró-pedofilia (não sei se ainda existe, mas li essa notícia há um tempo atrás). Mas isso não interessa para a ONU.

E finalizando, quero lembrar: que os padres pedófilos ou seja lá quem for, sejam punidos. De fato não pode haver impunidade. Não estou defendendo padre ou ateu, só estou colocando a pedofilia como um problema social. Que Deus nos abençoe, e nunca nos deixe cair na tentação e ofendermos a Ele e perdermos nossa alma. Que o Cristo Senhor nosso nunca nos deixe ser causa de queda e condenação. Que Jesus nos preteja e nos livre da desgraça da pedofilia e dos outros males que atacam a Igreja e a sociedade como um todo.

Salve Maria Imaculada! Viva Cristo Rei!
















2 comentários:

  1. Na mídia, estão em evidência apenas os evangélicos ditos como intolerantes. Já imaginaram se o Papa Francisco ao invés da resposta "quem sou eu para julgar?" falasse o que disse no mesmo dia dentro do avião, próximo a Itália, após sair do Brasil na JMJ, de que "era contra o casamento homossexual" ou mesmo citasse os versículos bíblicos que vão contra e demonstram pecado e julgamento bem como a solução bíblica para libertação, os evamgélicos não seriam os únicos "intolerantes".
    Curioso é que o conceito de intolerância mudou, agora não é mais somente aceitar e respeitar a existência de, mas também aceitá-la como válida, como então um cristão vai aceitar o homossexualismo como certo se a Bíblia o vê como obra da carne? não podemos ser "políticos", a Bíblia incomoda muita gente porque Jesus já previa em João 15.
    paz a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve Maria Imaculada!
      Meu irmão, acho que você está iludido pela mídia. O que o Papa Francisco falou sobre o homossexualismo é verdade. É o que está no Catecismo. Quando ele diz "quem sou eu para julgar" ele se refere aos inúmeros casos de pessoas que precisam de ajuda. Muitos jovens tem a tendência ao homossexualismo. Eu não posso julgar uma pessoa com tendência homossexual. A pessoa se esforça pra viver a castidade, não cair em pecado, mas, infelizmente existe a tentação. Assim como héteros tem pelo sexo oposto. O pecado não está no sentimento, mas no consentimento (já ensinava Santa Catarina de Sena). Por isso o Papa falou "quem sou eu para julgar" lembrando que é filho da Igreja recordando que crê em tudo que a Igreja ensina. Você já parou para ler o Catecismo da Igreja Católica ensina sobre o homossexualismo?
      Seria interessante você procurar lê-lo antes de sair acusando o Papa e a Igreja de meramente políticos. "Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" (João 8,32)
      Salve Maria Imaculada! Viva Cristo Rei!
      Paz e Bem!

      Excluir