sexta-feira, 2 de agosto de 2013

O QUE FALAR SOBRE A LEI ABORTISTA SANCIONADA PELA PRESIDENTA DILMA?



Salve Maria Imaculada!

Creio que seja do conhecimento de todos que as portas do aborto ficaram escancaradas em nosso país. Sim, a cultura de morte que era uma chama, passa a ser uma grande labareda. Isso tudo ocorreu de uma forma covarde – o aborto por si só é uma covardia – e enganadora, falsa, bandida... Os nossos nobres deputados e senadores deixaram passar um PLC (3/2013) sujo (de sangue) e aprovaram sem problema algum. E então a nossa “querida” Presidenta da República, Dilma Rousseff, sancionou a Lei abortista. Muita covardia desta mulher que, para ganhar votos nas eleições de 2010, assinou um documento onde firmava um compromisso que não proporia alterações na legislação a respeito do aborto e da família e da religião. É óbvio que ela firmou este “compromisso” para não perder a eleição, afinal, ela mesma afirmava com todas as letras que ela achava que deveria ser legalizado o aborto no Brasil. Mas parece que a nossa Presidenta não quis cumprir este compromisso com tanto empenho como cumpre os compromissos do Foro de São Paulo e das Organizações internacionais que financiam essa cultura da morte.

Eu queria, de verdade, me expressar mais a fundo sobre o caso. Mas o que falar? Não quero ficar repetindo coisas. Não quero ficar dizendo “nós avisamos!” para também não querer bancar o bonzinho incompreendido. Mas diante de tudo isso, eu olho para trás e fico me perguntando: será que vocês não viram que isso ia acontecer? De verdade... Não dá pra acreditar no tanto de gente que sai em defesa desse Governo canalha do PT. Para mim, uma Presidenta que firma um compromisso que não mudará nada pra legalizar o aborto, mas coloca ministros que defendem a causa do aborto como o sr Padilha, e pior ainda, o maior crime das nomeações, colocar Eleonora Menicucci como Ministra da Secretaria de Políticas para as mulheres... Você sabe quem é esta cidadã? Eleonora é uma abortista declarada. Ela fez curso na Colômbia em clínicas clandestinas de aborto, para aprender os procedimentos para realizar o homicídio nas crianças no ventre das mães. E, obviamente, ela fez esse curso para aplicá-lo no Brasil. Esta mulher deveria estar puxando uma cadeia “lascada”, mas não, ela é ministra. Dá pra acreditar em uma mulher (Dilma) que diz que não influenciará em nada para legalizar o aborto, mas que ao mesmo tempo coloca este tipo de “companheira” para ser Ministra da Secretaria de Políticas para Mulher? Minha mãe ela não representa, só se representar a Dilma e a mãe dela... Vai fazer política pro diabo.

Mas o que me deixa mais triste na questão da aprovação da lei abortista por parte da Dilma, não é nem a aprovação em si, mas sim a covardia dos cristãos. Sabe por quê? Porque estamos falando que isso ia acontecer, e tem gente que se brincar ainda diz que é boataria de internet. Gente que não luta pela vida, gente que diz que não podemos nos meter na política, gente que lava as mãos... Cito um nome conhecido nacionalmente: Gabriel Chalita. Este cidadão, segundo ele católico, até outro dia dizia que tudo que se disse sobre Dilma era boataria de internet, que era tudo mentira para acabar com sua eleição presidencial. E agora? Era tudo boataria de internet? Será que políticos esquerdistas infiltrados dentro da Igreja ainda vão ter coragem de dizer que era tudo boataria? A Dilma pagará sim, algum dia, pelo sangue dos inocentes; mas quem mais pague seja talvez os covardes que poderiam fazer alguma coisa e não fizeram (digo principalmente dos políticos "cristãos" em geral que apoiam a corja do PT)...
Covardes: cadê seu catolicismo agora?

Quando eu digo que não é nem a aprovação da lei que mais me deixa triste, não é que a morte de milhares – ou tristemente milhões – de bebês doa pouco. É justamente que essa dor é grande demais... No entanto, essa chacina de bebês poderia ter sido evitada. Por isso é o que dói mais. Nós, de um modo geral, lavamos as mãos. E agora, quem lavará o sangue derramado?

Meus queridos irmãos, o aborto ficou com as portas escancaradas. Lutemos para fechar essas portas. Lutemos pela aprovação do Estatuto do Nascituro e tentemos limpar a sujeira. Vem pra rua!? Agora é a hora. Eis um ótimo motivo para sair para as ruas protestar. Agora temos um motivo. E não como eram as manifestações que ocorreram a tempos atrás e que ainda existem uma ou outra por ae... Agora é a hora de ir para as ruas. Chegou a hora! Não podemos nos omitir mais do que já nos omitimos. “A audácia dos maus se alimenta da covardia e da omissão dos bons” (Papa Leão XIII). Não sejamos como a Dilma e demais esquerdistas que em uma semana, durante a JMJRio2013, elogiaram o Papa, saudaram, até lhe beijaram a mão, e na outra aprovaram a chacina de bebês (e ainda por cima financiada pelo Estado). Toda Igreja Católica – principalmente os jovens que estiveram na JMJ e ouviram o Papa Francisco falar tantas vezes de ir em missão, em entrevista falar que gosta de jovem que protesta, eis a tua missão: salvar vidas inocentes. Eis o teu protesto: protestar contra a cultura da morte – deve se manifestar e lutar a favor da vida. Vamos fazer que todo o Brasil e o mundo escute que na Terra de Santa Cruz somos PRÓ-VIDA!

Defenda o nascituro contra o aborto mesmo que te persigam, te caluniem, montem armadilhas para ti, te levem às barras do tribunal ou te matem." - Cardeal Jorge Mario Bergoglio (Papa Francisco)

Jesus, Pela Sua dolorosa Paixão, tende Misericórdia de nós, e do sangue dos inocentes do mundo inteiro.

Veja abaixo explicações sobre a PLC 3/2013 e entenda porque esta Lei é um "Cavalo de Tróia", e não é bonitinha como dizem, mas trás escondido o aborto:




Nenhum comentário:

Postar um comentário