sábado, 31 de agosto de 2013

Cuidado com alguns escravos de Nossa Senhora

Salve Maria Imaculada!

Gostaria de neste post falar de algo muito sério que tem acontecido dentro de alguns movimentos da Igreja. Quero dedicar este post especialmente para meus irmãos consagrados à Nossa Senhora pelo método de São Luís Maria Grignion de Montfort, e desde já refazer o convite de renovar os votos de vida nova, e deixar de ser escravo do demônio, para de fato ser escravo de Jesus Cristo pelas mãos de Nossa Senhora. Tem ocorrido que em alguns lugares, alguns escravos – quero crer que por ignorância e não por má-fé – têm sido contra testemunhos, tem “minado”, tem de fato afastado outras pessoas de se consgrarem. E por que isso? Talvez porque nos achemos mais santos que os outros, e não estejamos agindo como é dito no Tratado, que é agir com Maria, por Maria e em Maria. E se nós continuarmos agindo com o nosso coração podre, continuaremos afastando as pessoas de Deus. Por isso temos que agir pelo Coração Imaculado da Virgem Maria.

Leia o seguinte texto das Sagradas Escrituras que talvez você entenderá o que eu estou querendo dizer:
Ao ver, porém, que muitos dos fariseus e dos saduceus vinham ao seu batismo, disse-lhes: 'Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da cólera vindoura? Dai, pois, frutos de verdadeira penitência. Não digais dentro de vós: Nós temos a Abraão por pai! Pois eu vos digo: Deus é poderoso para suscitar destas pedras filhos a Abraão. O machado já está posto à raiz das árvores: toda árvore que não produzir bons frutos será cortada e lançada ao fogo [...]” (Mateus 3,7-10)

Da mesma forma que o povo judeu tinha Abraão por pai, com muito mais autoridade nós, povo de Deus, temos à Virgem Maria por Mãe. E digo com muito mais autoridade porque foi o próprio Deus encarnado que nos deu Ela como nossa Mãe! (Cf. João 19,25-27). No entanto, temos observado que estamos a ter uma falsa devoção em relação à Nossa Senhora, semelhante a que tinha os fariseus e os saduceus em relação a Abraão. Existe muito pseudo devoto de Nossa Senhora – inclusive de corrente no braço, escapulário, medalha, terço/rosário, etc. - que tem feito coisas terríveis e se vale dizendo que é filho de Maria! Muitos vivem em estado de pecado mortal, obstinado no pecado, não aceitam que ninguém lhe dê um conselho, dizem que não vão mudar de vida... Sabe por quê? “Porque sou filho de Maria! Ela me levará para o Céu...!” Ou então: “Basta ter fé amado, eu uso o escapulário, vou pro Céu!”. Ou os mais obstinados dizem o famoso “eu nasci assim, eu sou assim, Deus e Nossa Senhora me amam dessa forma!”. E tristemente muitos acabam por cair no engano do demônio, achando que abusando da devoção à Nossa Senhora irão para o Céu. Ora, a devoção à Nossa Senhora não é justamente para nos ajudar a lutar contra o pecado? A espada não é desculpa pra derrota, a espada é para atacar o inimigo e sair vencedor. Podemos nos ferir, mas por nossa fraqueza, não por covardia. E muitos tem continuado numa vida podre no pecado, dizendo que é escravo de Nossa Senhora. No entanto, vive como escravo do demônio.

Muitos podem dizer que é radicalismo da minha parte. No entanto, vejam o que o próprio São Luís escreve no Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria sobre os Devotos Presunçosos: “ Os devotos presunçosos são pecadores abandonados a suas paixões, ou amantes do mundo, que, sob o belo nome de cristãos e devotos da Santíssima Virgem, escondem ou o orgulho, ou a avareza, ou a impureza, ou a embriaguez, ou a cólera, ou a blasfêmia, ou a maledicência, ou a injustiça, etc.; que dormem placidamente em seus maus hábitos, sem violentar-se muito para se corrigir, alegando que são devotos da Virgem; que prometem a si mesmos que Deus lhes perdoará, que não hão de morrer sem confissão, e não serão condenados porque recitam seu terço, jejuam aos sábados, pertencem à confraria do santo Rosário ou do Escapulário, ou a alguma congregação; porque trazem consigo o pequeno hábito ou a cadeiazinha da Santíssima Virgem, etc.” (TVD. Nº 97) - “ Não há, no cristianismo, coisa tão condenável como essa presunção diabólica; pois será possível dizer de verdade que se ama e honra a Santíssima Virgem, quando, pelos pecados, se fere, se traspassa, se crucifica e ultraja impiedosamente a Jesus Cristo, seu Filho? Se Maria considerasse uma lei salvar essa espécie de gente, ela autorizaria um crime, ajudaria a crucificar e injuriar seu próprio Filho. Que o ousaria pensar?” (TVD. Nº 98) – Isso quer dizer que para se consagrar a Nossa Senhora eu nunca mais devo pecar? Bom, sabemos que pela nossa natureza corrompida é muito difícil não pecar. No entanto, devemos lutar contra o pecado. O problema não é a queda, o problema é permanecer caído e dizer que tudo bem. É por isso que São Paulo diz em Hebreus 12,4: “Ainda não tendes resistido até o sangue na luta contra o pecado.”. São Domingos Sávio – que era escravo da Santíssima Virgem – dizia: “Antes morrer do que pecar!”. Se nós caímos no pecado, devemos correr depressa até um padre para nos confessarmos. E não ficar dizendo que porque sou escravo de Nossa Senhora tudo bem, que eu vou pro Céu. Ora, se você morrer em pecado mortal, obstinado, na inimizade com Deus, você vai para o inferno com corrente e tudo. O próprio São Luís nos fala: “ Digo que abusar assim da devoção à Santíssima Virgem, a mais santa e mais sólida devoção a Nosso Senhor e ao Santíssimo Sacramento, é cometer um horrível sacrilégio, o maior e o menos perdoável, depois do sacrilégio de uma comunhão indigna.
Confesso que, para ser alguém verdadeiramente devoto da Santíssima Virgem, não é absolutamente necessário ser santo ao ponto de evitar todo pecado, conquanto seja este o ideal; mas é preciso ao menos (note-se bem o que vou dizer):
Em primeiro lugar, estar com a resolução sincera de evitar ao menos todo pecado mortal, que ofende tanto a Mãe como o Filho.
Segundo, fazer violência a si mesmo para evitar o pecado.
Terceiro, filiar-se a confrarias, rezar o terço, o santo rosário ou outras orações, jejuar aos sábados, etc.”(TVD. Nº 99)

Mas tenho que confessar que o que me motivou a escrever este texto não foi nem esses falsos devotos escancarados que sujam o manto da Santíssima Virgem de forma tão podre. O que me motivou são os falsos devotos, também presunçosos, mas que usando algo bom, dá um testemunho mau. Explico-me: São Luís fala que os falsos devotos – no caso os devotos presunçosos – escondem, sob o nome de devotos da Santíssima Virgem – e aqui deixemos as claras: escravos de Nossa Senhora – alguns pecados, dentre eles o orgulho. Ah! Como tem escravo de Nossa Senhora dominado pelo orgulho! Assim como os fariseus e os saduceus eram orgulhosos, se valiam de serem filhos de Abraão, mas com orgulho, muitos hoje se valem de filhos e filhas de Nossa Senhora, mas com orgulho. E eles tem afastado muita gente da devoção à Nossa Senhora. E repito: quero crer que seja por ignorância, e não por má-fé! A seguir quero dizer alguns pontos que tem ocorrido, e que as pessoas têm dado brecha para o demônio.

Modéstia: Quero começar falando sobre a modéstia, pois aqueles que leem este blog ou assiste meus videos sabe que sou completamente a favor das mulheres, assim como os homens, se vestirem modestamente, como convém aos filhos da Igreja. No entanto, tem muita gente – e preciso dizer que a maioria são mulheres – tem mostrado toda sua soberba e orgulho neste ponto. E ainda se valendo de imitarem à Santíssima Virgem. Muita gente tem associado à Santa Escravidão de amor com a modéstia. No entanto, precisamos ser sinceros: São Luís não aborda nada sobre roupas (pelo menos não explicitamente). Sabe por quê? Porque na época de São Luís ele não poderia imaginar a podridão das imodéstias que viriam para os nossos tempos. Nós não podemos associar diretamente uma coisa com outra por um motivo muito simples: não são apenas as escravas de Nossa Senhora que devem usar roupas não censuais, mas sim TODAS as mulheres cristãs católicas! A modéstia não está ligada necessariamente à devoção à Nossa Senhora, mas sim a moral da Igreja. Houve Papas que no século passado alertaram o povo sobre as imodéstias. Santos como São Padre Pio também foram grandes defensores da modéstia. No entanto, tem mulher que está virando psicopata em relação a modéstia. Explico-me novamente: tem mulher que só veste roupa modesta pra se aparecer. Fulana tá usando, vou usar, e depois quer obrigar outras a usarem também. Muitas garotas não sabe nem o porque está usando saia e vestidos longos e modestos, e sai dando contra testemunho. Por exemplo: muitas garotas ao dizer que não usam calças jeans não dizem de todo processo de evolução da calça em relação aos movimentos feministas, da feminilidade, etc. Simplesmente que enfiar o vestido nas garotas. E você acreditando ou não, tem afastado muita gente da Consagração à Nossa Senhora. Na minha Paróquia satanás tem usado isso. Graças a Deus muitas garotas estão usando roupas modestas e o véu. Mas aí uma pessoa foi perguntar para uma garota sobre a Santa Escravidão, como era, o que deveria fazer, etc., alguns escravas disseram para ela que ao se consagrar era OBRIGADO usar saia longa, véu... Opa, como assim obrigada? Sabe o que aconteceu? Uma outra escrava, posteriormente, conversando com ela, chamou ela para se consagrar, e disse que não tinha nada a ver isso de ser obrigada a usar saia longa e véu, e então ela ficou tão chateada, que disse que não se consagraria. Muitos podem dizer “Ah, mas ela não amava verdadeiramente para abandonar a consagração”. E eu digo: quem de nós amava tanto Nossa Senhora quando nos consagramos? Aliás, será que temos amado Ela hoje depois de tanto tempo de consagrados? E outra, cada um tem seu tempo, alguns demoram mais, outros menos, e é justamente a Santa Escravidão que dá uma engrenada na espiritualidade de muitos. E eis que deram lugar pro demônio, e não foi a jovem que desistiu, mas sim as escravas que inventaram coisas dizendo que era obrigado a usar véu e saia.

É sempre bom lembrar isso, porque muitas escravas que hoje querem obrigar todo mundo a usar saia e véu, antes de se consagrar - e mesmo depois de consagrada por um tempo – se vestiam como piriguetes, e no entanto Nossa Senhora mudou, não mudou? Foi a vivência da Consagração que fez mudar, não foi? Não é saia e véu que vai fazer a pessoa ser um verdadeiro devoto, mas sim se tornando um verdadeiro devoto que vai – se for vontade da Imaculada – usar saia e véu. Não, não estou pregando contra a modéstia. Quero pregar, anunciar a necessidade da modéstia. Pois a própria Santíssima Virgem disse em Fátima que viriam modas que ofenderiam muito à Nosso Senhor. Uma vez uma escrava me disse: “Nossa, me dá uma agonia quando eu vejo uma escrava de calça...”. No entanto, será que essa escrava sabe sobre a modéstia? Será que essa escrava tem dinheiro pra renovar seu guarda-roupas? É muito orgulho! Até porque muitas garotas não usam as calças super, hiper, mega apertada. Sabe, aquela calça que maca até o útero? Tem gente que usa pela cultura, porque virou algo normal, e muitas não estão usando nada censual. Se nós quisermos obrigar as pessoas a usar saia e véu, iremos afastar as pessoas. Um sacerdote – que também prega a favor da modéstia – me disse certa vez que atende garotas, virgens, que tem um profundo desejo de amar a Deus, mas que por fora tem uma imodéstia terrível, porque aquilo não são elas, é uma bagunça na vida da pessoa. Então, meus amados escravos e escravas de Nossa Senhora, busquemos anunciar a Santíssima Virgem, e não impor as coisas assim. E não preciso citar nenhum santo, mas sim pecadores, no caso VOCÊ. Olha como era sua vida antes de se consagrar à Nossa Senhora, e olha hoje. Eu digo por mim, quando eu me consagrei eu só queria ser o jovial ao me vestir. Quando me consagrei na Milícia da Imaculada eu estava usando um Terno. Não precisou ninguém me enfiar dentro de um terno. Simplesmente a vivência com Nossa Senhora muda. Já pensou se me dissessem que para eu ser escravo de Nossa Senhora eu seria obrigado a parar de ouvir meus raps – que na época eu achava que era inofensíveis? Eu enlouqueceria. Mas me tornei escravo de Nossa Senhora, e aos poucos eu vi que aquilo não era bom, e deveria imitar à Santíssima Virgem, me afastando do que me afasta de Deus.

Eu sinto agonia com roupas imodestas, ainda mais por que sou homem. Sinto agonia quando vejo dentro do templo santo de Deus meninas com corrente no braço e ausência de pano, usando mini shosts, minissaias, porque aí é algo já escancarado. E mesmo essas devemos ser misericordiosos, porque, como já dito aqui, é uma bagunça interior. Só que a gente não reza nenhuma ave maria pela pessoa e já chega querendo impor as coisas.

Esse negócio da modéstia está tão complicado, que fiquei sabendo de uma garota que se consagrou à Nossa Senhora em uma determinada comunidade, mas que hoje tem aversão à modéstia e também ao véu. Motivo? O responsável pela comunidade OBRIGOU a todas as garotas a usarem saia longa e véu. Não, não eram consagradas da comunidade – pelo que me falaram – mas sim pessoas que queriam se consagrar junto com a comunidade. Bom, se queríamos um apostolado a favor da modéstia, neste caso o tiro saiu pela culatra, e devemos rezar em reparação para que a pessoa entenda o verdadeiro sentido da modéstia.

Agir: Uma coisa que fiquei mais “de cara” foi o que uma garota veio tirar uma dúvida comigo. Meus queridos, tem uns “escravos” de Nossa Senhora que está engessando tanto a Santa Escravidão, fazendo dela algo próprio com suas regras – como os fariseus – que uma garota uma vez veio me perguntar se as escravas de Nossa Senhora podiam ir para shows católicos, levantar as mãos em louvor, etc. Porque disseram para ela que era imodesto e não convinha uma escrava de Nossa Senhora... Ah! Rebaixe esse orgulho! Onde está escrito no Tratado que não se pode louvar? Existem várias espiritualidades diferentes. Aí a garota, que era de grupo de oração da RCC, quer se consagrar, e vem uns escravos agindo pelo mal, dizer pra garota que não pode levantar os braços, que não pode ir pra shows... Façam-me o favor: vão pra clausura! Não, não to dizendo que você é tão radical que tem que ser monge. To dizendo que você é tão topeira afastando as pessoas da santíssima Virgem, que é melhor você sair da convivência e ir pra um lugar rezervado a oração, porque talvez tua oração faça melhor as almas do que tuas palavras. O problema é se nem os mosteiros aguentarem teu orgulho e soberba.

Muitos falam que a RCC não presta. De fato, acontece muita coisa errada. Mas uma pessoa da RCC quer ser toda de Maria Santíssima, aí a gente faz o favor de tirar a devoção. Seja sincero, não digo em relação a RCC enquanto instituição, mas quem mais tem espalhado o Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem são pessoas e movimentos de espiritualidade Carismática. Esses jovens caristmáticos, com corrente no braço, querendo viver a radicalidade evangélica, tem buscado ser os Apóstolos dos últimos tempos, e sabem que só se consagrando à Virgem Maria o Espírito Santo vai agir e mudar a vida dos pecadores. Já tem escravo que ainda é escravo do demônio pelo orgulho, só quer que se consagrem à Santíssima Virgem Maria quando for santo. Ora, a consagração é que nos faz santos. Se fossem só santos para se consagrar, porque deixaram você se consagrar? Se fossem só os santos, o Tratado nos seria dado na porta de saída do purgatório, para nos consagrarmos na hora de entrar no Céu. Mas muitos vão para o inferno, porque nós estamos afastando eles do Céu, este Céu que é o ventre Imaculado da Santíssima Virgem.

E saibam mais: tem padre que não deixou que se formasse grupos de formação ou eventos sobre o Tratado em suas paróquias, por causa desses abusos, porque um diz uma coisa, outro quer obrigar outro a tal coisa. Parabéns, vocês conseguiram ser fariseus e saduceus dos novos tempos, se valendo de escravos da Santíssima Virgem, sem obras de penitência, sem rezar, sem evangelizar. Saibam, que das pedras Deus pode fazer surgir escravos de Nossa Senhora muito mais santos, zelosos, misericordiosos, e que amam muito mais a Deus e a Santíssima Virgem do que nós. Já que somos escravos de Nossa Senhora, imitemos suas virtudes, e não nos esqueçamos agir com misericórdia, como Ela agiu conosco. Não se esqueça de rezar.

Você que quer se consagrar e se vê confuso: Consagra-te! Nossa Senhora das Graças pisará na cabeça da serpente, e afastará toda confusão e te fará santo(a)!


Por fim o Meu Imaculado Coração Triunfará!” (Nossa Senhora em Fátima, 1917)

Para ficar claro sobre a modéstia:






Salve Maria Imaculada!

12 comentários:

  1. Meu irmão, Salve Maria Imaculada!
    Seu texto elucidou muitas coisas para mim. Sou recém escrava de Nossa Senhora. Sou da RCC e foi um irmao do encontro de casais q sirvo (tbm RCC) q apresentou-me o livro e a Santa escravidão de Amor. É inexplicável o q sinto a partir de entao, só sei q nao sou mais a mesma.
    Voce alertou-me p algo q nunca imaginei a respeito do perigo de tornarmo-nos falsos fariseus.
    Fui criada usando somente calça e, p mim, é difícil trocar por saia, mas estou me mortificando a usar saias. Aos poucos, estou aumentando a quantidade dessa vestimenta em meu guarda-roupa. Procuro refletir como Nossa Senhora se vestiria nos dias de hj. Sei q ela nao abriria mao da saia e do vestido. observo q muitas irmas protestante, involuntariamente, agem como Nossa Senhora, qdo se utilizam da modéstia no vestir, no pensar e no agir.
    Se elas, mesmo sem crer em Maria Santíssima assim agem. Quanto mais eu devo agir uma vez que sua escrava por Amor e livre escolha.
    Fique na Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo e Salve Maria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve Maria Imaculada!
      Que Nossa Senhora possa te dar a graça de imitar Suas virtudes.
      Continue firme na fidelidade à Nossa Senhora na Santa Escravidão de Amor.
      Pax!
      Salve Maria Imaculada!

      Excluir
  2. EU JÁ LI O LIVRO E QUERO CONHECER O MOVIMENTO, COMO FAÇO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!

      Você já leu o Tratado e quer saber como se consagrar? Porque para se consagrar não precisa fazer parte de um movimento. Basta seguir o método que São Luís ensina no Tratado.
      Você precisa fazer os 30 dias de preparação, com as orações indicadas no Tratado e depois fazer a consagração total com a fórmula escrita por S. Luís (é recomendável que se faça em um dia de festa de Nossa Senhora).

      Mas caso queira, existem vários movimentos que fazem a consagração em grupo. Ou mesmo Fraternidades, como a Arca de Maria, que tem o carisma de viver e propagar essa devoção.

      Espero ter ajudado. Qualquer dúvida só entrar em contato que se eu puder e souber lhe ajudarei.

      Salve Maria!

      Excluir
  3. Olá,
    Posso iniciar os trinta dias sem consultar um padre?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!
      Sim.

      Excluir
  4. Olá... Eu preciso muito de ajuda. Após ler seu texto me foram esclarecidas algumas coisas, mas eu me consagrei a Nossa Senhora sem conhecimento algum do que era, fiz isso porque me foi apresentada essa Devoção de maneira subjetiva,e eu na minha falta de conhecimento me consagrei com toda a simplicidade e humildade. Gostaria de saber se não tendo feito nenhuma preparação e não tendo seguido nenhum método, mas tendo pedido essa consagração, o que eu faço para me redimir e viver verdadeiramente essa Devoção?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve Maria Imaculada, nossa Co-Redentora e Mãe!
      Você é uma escrava de Nossa Senhora. Você não se preparou melhor, como disse, por ignorância, de fato, por desconhecer. Agora que sabe aprofunde-se na leitura espiritual do Tratado e tentando aplicar a consagração na sua vida. Nossa Senhora vos ajudará. Se quiser pode acompanhar as formações online que estão no Youtube (pode conferir aqui no blog): http://catolicoargrade.blogspot.com/p/formacao-online-para-consagracao-nossa.html
      Qualquer dúvida entre em contato.
      A Virgem Maria é sua Mãe e não te abandonará. Creia! A Virgem Maria nos fará santos, se deixarmos. =]

      Excluir
  5. A paz de Jesus e o amor de Maria!

    Sinto esse desejo de consagração mas nao sei COMO fazer.
    Devo procurar um padre? Há cerimônia? São necessários padrinhos? Aguardo resposta. Estou confusa e ngm explica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. A Paz de Jesus e o Amor de Maria!
      Então, irmã, no seguinte link você encontra o passo a passo a se fazer para se consagrar: http://catolicoargrade.blogspot.com/2015/11/como-me-consagrar-nossa-senhora-santa.html
      Em resumo: ler o Tratado, fazer os 30 dias de preparação conforme está no Tratado, confessar, e no dia da Consagração assistir a Misa e após a Comunhão vc recita a fórmula de consagração que S. Luís escreveu no Tratado.
      No mais você pode me adicionar no face ou me mandar um email (catolicoargrade@hotmail.com) caso tenha mais dúvidas.

      Fica com Deus e a Imaculada!
      Salve Maria!

      Excluir
  6. Olá salve Maria.
    Ja fiz toda a leitura do tratado e irei me consagrar dia 13 de maio dia de Nossa senhora de Fátima.
    Estou com uma dúvida.
    Eu posso participar da missa comungar, e após a missa ir ao santíssimo com a imagem de Nossa senhora e lá recitar a fórmula de consagração? Assim me consagrando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Salve Maria!
      Pode sim, irmã. Após a comunhão você pode recitar a fórmula de consagração de viva voz e estará consagrada. No post a seguir, aliás, dar-se o passo a passo para quem quer se consagrar (talvez seja útil para você ou outra pessoa que conheça): http://catolicoargrade.blogspot.com/2015/11/como-me-consagrar-nossa-senhora-santa.html

      Excluir