sábado, 4 de maio de 2013

O jogo da mídia contra a Igreja Católica e o caso "padre" Beto



Salve Maria Imaculada!
Todos nós sabemos que a mídia brasileira, em suma, é tendenciosa. Sabemos que ela tem lutado contra os princípios cristãos, os bons costumes, a inocência... O triste é ver que tem pessoas que acham que não tem problema nenhum nos programas televisivos. Tem gente que diz que não assiste nada da globo, somente as novelas... Ele vê o pior que tem. Existem pesquisas americanas que mostram que, para a alegria deles pois também querem nos E.U.A, onde chega o sinal da Globo/Novelas aumentou o número de divórcios. O povo ignorante vai imitar o que vê.
Mas nós temos visto nos noticiários sempre uma tendência pela exaltação do errado. Escrevi sobre isso aqui. Mas tem um fato bem recente que podemos ver a canalhice dos veículos de comunicação. Um padre católico que foi excomungado – e muito bem excomungado, diga-se de passagem – passou a ser uma vítima. De lobo na vida real passa a ter holofotes na mídia de uma vítima “oprimida” pela hierarquia da Igreja. Alguns famosos sites divulgaram a notícia, e agora me aparece a Rede Esgoto de Televisão fazer uma reportagem exclusiva com o herege Beto. Claro que a reportagem ainda vai passar, e por isso não posso emitir julgamento sobre a reportagem. Mas se olharmos o histórico, Beto passará a ser um mocinho rebelde que usa pircing na orelha e só quer ser livre. Poxa vida. Somente o fato de terem feito uma reportagem com Beto mostra a canalhice, uma vez que começam a querer colocar lenha na fogueira, colocar pessoas contra pessoas, e até pressionar a população contra o Bispo que agiu corretamente.
É sempre bom lembrar o que dizia o Papa São Gregório VII “que ninguém seja chamado católico se não concordar com a Igreja Romana”. A Igreja tem seus ensinamentos e os ensinamentos da Igreja são verdade. Pois São Paulo mesmo diz que a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade (cf. 1Timótio 3,15). Então não é um heregezinho de meia tigela que irá mudar a verdade da Igreja. Igreja essa que tem 2 mil anos de fundação. Essa Igreja, que é Santa, Católica, Apostólica Romana, não é edificada na areia, mas na rocha firme. Quem a edificou não foram homens com boas ideias e cheios de “boas intenções” como Lutero, Beto, Boff... Quem edificou (fundou) a Igreja Católica foi o próprio Deus (cf. Mateus 16,18-19). Então o herege Beto – aliás muitos hereges com este nome heim – só pode mudar a vontade de Deus que se manifesta pela Santa Igreja Católica se ele for deus. Mas ele só é um herege. Espero que se arrependa, de verdade.
Por que eu disse isso? Porque as pessoas acham que a o ensinamento da Igreja é como a Constituição do Brasil, em que diz uma coisa, mas fazem leis anticonstitucionais numa boa, ai vem o STF e dá uma de legislador e mete coisa anticonstitucional (ex. Aborto). Temos leis que reprimem o crime, mas temos leis paralelas que abrem ala para bandido passar. Enfim, a Igreja sempre vai nos ensinar o correto. Deus é um só. O que Deus ensina ele não vai desdizer. A Igreja tem dois mil anos e NUNCA um Concílio da Igreja desmentiu o que um outro Concílio anterior disse. Sabemos que temos muitos Bispos modernistas, que infelizmente são até maçons, mas nem assim conseguem mudar a única e eterna verdade da Igreja, pois quando os Bispos se reúnem, a força do Espírito Santo ali presente é mais forte do que a força herética humana. Mas, tem gente que acha que a Igreja é uma DEMOcracia. Sabe por que Beto tem muitos defensores e sai na mídia fácil? Porque ele dá apoio ao que não presta. Ele apoia a libertinagem sexual como sexo livre, adultério, homossexualismo/bissexualidade. Dentre outras coisas. Se você não é católico e/ou só está na Igreja de corpo presente vamos ensinar uma coisa: quando alguém é ordenado sacerdote (ETERNAMENTE SACERDOTE) existem dois detalhes interessantes: 1º ele não é obrigado a ser padre, tanto que ELE é quem faz o pedido ao Bispo para ser ordenado após a conclusão da formação (óbvio que via de regra todos que entram num seminário desejam ser sacerdotes); 2º ao ser ordenado ELE LIVREMENTE promete obediência a Igreja e seus ensinamentos. Vemos no Beto algo similar a de outros hereges: a desobediência. Santa Faustina diz que o demônio pode até se ocultar sobre o manto da humildade, mas jamais sobre o manto da obediência. Ele dá uma de humilde, perseguido,mas é um desobediente. O próprio Bispo de Bauru, Dom Caetano Ferrari, disse que este cidadão, no tempo em que ele é Bispo nessa diocese, nunca havia ido a uma reunião/retiro do clero. O Bispo diz que já havia o advertido, mas o mesmo não o havia obedecido. A obediência do “oprimido” padre já vem de muito tempo, afinal pelo Código de Direito Canônico TODOS os sacerdotes devem usar hábito eclesiástico, e ele usa roupa normal de jovem revoltado (aqueles que lutam contra o capitalismo mas usam o facebook pelo iphone novinho); e ainda por cima usa pircing na orelha... Todos sabem da origem dos pircings, e os próprios padres exorcistas falam que aumenta a chance de possessão diabólica por causa dos pircings. E a desobediência do padre Beto chega ao cume após ele postar coisas mentirosas e heréticas sobre a Igreja Católica na internet, o senhor Bispo pede retratação, e ele DESOBEDECENDO decide abandonar o sacerdócio. O Bispo, corretamente, como manda a Igreja e como é seu dever de pastor, excomunga o herege.
Infelizmente nesses momentos a mídia passa a demonizar o Bispo e santificar o herege. Enquanto deveria ser o contrário. O Brasil está cheio de hereges do tipo, inclusive em mídias “CATÓLICAS” que ensinam e propagam o erro, a confusão doutrinária. Pouco se noticia quando acontece de Bispos excomungarem sacerdotes que se envolveram em pedofilia, esses casos a mídia esconde para querer mostrar para o mundo que a Igreja é omissa. O próprio Papa Bento XVI teve medidas duras em relação a pedofilia, mas a mídia só deu atenção quando ele renunciou.
Pra você que não entendeu como a mídia quer mostrar sempre faces diferentes da Igreja Católica: Pe Beto foi excomungado da Igreja por espalhar heresias. Então fazem reportagens mostrando o padre como vítima, apoios, etc. Em contrapartida, há algum tempo atrás, vários sacerdotes emitiram uma carta aberta para o afastamento do Pe Paulo Ricardo. Ninguém foi atrás do Pe Paulo fazer mega reportagem mostrando sua realidade. Inclusive, ao ver sempre a Igreja sendo detonada por hereges, a mídia nunca dá atenção a campanhas na internet para a participação do Padre Paulo Ricardo em determinados programas que sempre tendenciam assuntos sobre a Igreja. Ou mesmo leigos, não levam o professor Felipe Aquino que é doutor em Física e grande estudioso da Igreja em tais programas; mas mostram sempre padre modernista, leigos modernistas, jovens de balada, padre excomungado. Vale lembrar que na época de Conclave os grandes entrevistados – além dos modernistas de costume – eram “frei” Beto (outro herege com mesmo nome) e Leonardo Boff. Por que eles só dão atenção para os que estão fora do âmbito eclesial? Eles não querem mostrar quem prega o que diz a Igreja. Bom, aí está com você: ser marionete da mídia manipuladora ou ser de fato da Igreja militante.
Salve Maria Imaculada!

Um comentário:

  1. oi gostaria que o seu blog fizesse parte do meu eu é o APRENDENDO MAIS to com vc catolico URL
    http://aprendeaki-aprendeaki.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir