segunda-feira, 12 de novembro de 2012

A primeira vocação



            A primeira vocação do ser humano é amar. Mas, amar o que? A quem? Talvez este seja o grande motivo das frustrações que as pessoas têm hoje; perderam o sentido do amor. Tudo virou amor, porque se ama a tudo; menos o próprio amor. Como é bom sempre repetir aquela bela frase de São Francisco de Assis: “O Amor não é amado”. Já é rotina o convite para amar o Amor, que é Deus, mas, por que não amam logo este amor?
            Enquanto não amarmos a Deus, enquanto não tivermos uma experiência viva e real com Cristo que é o Ressuscitado que passou pela cruz, nossa infelicidade existirá. Você já parou para pensar que, aquele estado de frustração, de infelicidade, de tristeza, que você sente ao colocar a cabeça no travesseiro, talvez seja motivado pela ausência de Deus na sua vida? Talvez Deus possa até estar nos seus lábios, mas Ele tem que estar no seu coração. Falar de Deus, algumas vezes não significa ter Deus no coração, mas sim que deseja a Deus. É o caso daquelas pessoas que vivem já acostumadas no pecado, mas sempre dizem que Jesus disse para não julgar. Mas, fala da misericórdia de Deus, mas o vazio existe. E se o vazio existe, é porque não teve uma experiência com Cristo.
            O que digo não é nenhuma besteira, baboseira, coisa melosa. É o que está escrito no Catecismo da Igreja Católica: “O desejo de Deus está inscrito no coração do homem, já que o homem é criado por  Deus e para Deus; e Deus não cessa de atrair o homem a si, e somente em Deus o homem há de encontrar a verdade e a felicidade que não cessa de procurar”(CIC 27). Sabendo disso, meus irmãos em Cristo, podemos ver que o buraco, o oco, o vazio dentro de você, é do tamanho de Deus, pois somente Deus pode preencher.
            Quando você tem uma vida de farras, orgias, drogas, bebedeira, prazeres carnais, desobediência, etc. Nisso tudo você busca a Deus, mesmo que inconscientemente. Porém, o sentimento frustrante quando acaba o efeito vem justamente porque Deus não está nessas coisas. Deus é santidade, Deus é amor, Deus é misericórdia...
            Deixe de ser uma anta e vá procurar Deus onde Deus está. Jesus Cristo está vivo, presente, real e ressuscitado no Sacrário. Sim, Ele está presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Jesus está na pessoa do padre que age em persona christi, perdoando os nossos pecados através do Sacramento da Penitência (Confissão), e na Santa Missa celebrando e se fazendo pão e vinho, nos dando Seu Corpo como alimento e Seu preciosíssimo Sangue como bebida. Deus habita na Santa Igreja Católica, porque esta Igreja é Seu corpo místico. Cristo é a cabeça da Igreja! (cf. Efésios 5,23)
            Em vez de procurar a felicidade aonde ela não habita, procure em Deus, pois Ele próprio é a felicidade. Como diz Santa Teresa de Ávila “SÓ DEUS BASTA”! O uso da droga (incluindo o álcool logicamente), por exemplo, muitas vezes é para a fuga de uma realidade ruim. Se você tiver Jesus Cristo como teu Senhor, não só de palavra mas de vida mesmo, O adorando no Santíssimo Sacramento, a única substância, prazer, que você necessitará é de ingerir o Corpo e o Sangue de Cristo. Ser um com Ele como Ele é um com o Pai e o Espírito Santo (cf. João 6,22ss)
            Quer ser feliz? Deixa de lerdeza e DEIXA DEUS TE FAZER FELIZ!
            Salve Maria Imaculada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário