quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Católico, você tem rezado?



          
         Em dias tão corridos, muitos acham impossível ter uma vida de oração. Muitos acham que Deus entende, e que não precisamos ser tão assíduos na oração. Só que convém dizer, que Deus entende; mas nós é que não entendemos que sem oração não somos nada. Deus sabe da nossa correria, porém Ele nos dá meios para rezar sem cessar; até porque este é um desejo primeiro d’Ele. Então o primeiro passo seria deixarmos de nos fazer de vítimas, e pedir a Deus que rezemos (já é uma oração). A própria Santa Teresa de Ávila vai dizer que as nossas lutas para rezar já é uma oração.
         Ainda citando Santa Teresa, ela nos fala que se nos sobram palavras para falar com tantas pessoas, porque nos faltariam palavras para falar com Deus? Muitas vezes é incoerência da nossa parte querer tudo de “mãos beijadas”. Por vezes, achamos que ter uma vida de oração é apenas ir a um grupo de oração uma vez por semana juntamente com a Missa dominical. Mas ter uma vida de oração é mais, muito mais. A Missa dominical é o essencial, e se possível for, que se vá a Missa diariamente. Você não trabalha e/ou estuda todo dia? Por que não vai para a Missa todo dia? (Claro que aqui falamos dos que podem ir, e não dos que pelos compromissos lícitos acabam não podendo ir).
         Como tem nos faltado recolhimento, viver para Deus, conversar com o Amado Jesus; visitar o Santíssimo Sacramento, adorá-Lo. Uma alma sem oração é uma alma perto da morte. Quem não se armar da oração, será alvo fácil nos dias de tribulação. Rezar não é apenas quando uma pessoa tem algum problema, e logo fala (ou briga) com Deus, reza um ou dois tercinhos, etc. Vida de oração é mais... muito mais! É viver como se fosse o último momento para amar Jesus. Rezar como se não pudesse mais rezar. Pois já dizia São Padre Pio: “Quem reza muito se salva, quem reza pouco está em risco, e quem não reza está perdido”.
         Muitas vezes as crises espirituais que passamos é por falta de oração. Sabe porquê tanta gente abandona a Santa Igreja? A resposta é: falta de oração. Vivi a experiência de passar dias sem rezar direito, e fui atormentado com muitas heresias e coisas terríveis. Mas, quando voltei a rezar, visitar Jesus Sacramentado, tudo caiu por terra. Cristo venceu! Aleluia! Uma pessoa que não reza não pode ouvir a voz de Deus; sendo assim, ouvirá a sua própria voz e a voz de satanás. É por isso que tantos vão para as seitas protestantes, espiritismo, etc., e com a velha desculpa de que “se encontrou”. De fato, “se encontrou”, porque enquanto católico não rezava, e sem rezar não dá para encontrar a Cristo mesmo não. Ele está na sua frente no Santíssimo Sacramento, mas sem oração...
         Se o povo rezasse diariamente, fizesse adoração ao Santíssimo Sacramento, terço ou Rosário diário, rezasse em família. Até vou além, como já citado, buscasse a Santa Missa diária; as heresias teriam menos força. As heresias são como os grandes traficantes que têm grandes arsenais - a pessoa sem oração é como um policial que tentaria invadir não com grandes armas, mas sim com uma faquinha de mesa (e de plástico). O que acabaria acontecendo? - Por isso, queridos irmãos, armai-vos da oração.
         Não podemos rezar só no grupo de oração, nem em algum movimento ou pastoral. Devemos fazer da nossa casa uma casa de oração. Como o fundador da Comunidade Shalom, Moises Azevedo, diz: “Não temos que ter momentos com o Espírito, devemos ter uma vida com o Espírito”. Então tenhamos essa vida no Espírito Santo, e pisemos na cabeça de satanás; principalmente com o Rosário e a adoração ao Santíssimo Sacramento. O amor de Deus que emana do Sacrário repele tudo quanto é demônio e heresia. Avante consagrados a Virgem, rezem sem cessar e esmaguem as heresias.
         Salve Maria Imaculada! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário