quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Afinal, os padres são ou não obrigados a usar um hábito eclesiástico?

Eu pretendia escrever algo sobre isso, mas, o Padre Paulo Ricardo, não surpreendendo, fez este video com muito mais clareza e perfeição. Então, saibamos o que diz a Santa Igreja sobre o uso da Batina. E é válido lembrar que, mesmo que de bom coração, um sacerdote que não use seu hábito eclesiástico, está em desobediência a Igreja a qual jurou obediência.

 

terça-feira, 28 de agosto de 2012

‘‘Rock católico’’, ‘‘cristoteca’’, ‘‘balada santa’’, etc...

Coisas de Deus ou armadilhas de satanás?  Rock
"O rock é uma expressão básica das paixões, que em grandes platéias pode assumir características de um culto anti-cristão. Portanto, não se pode pretender tornar pessoas cristãs com um som que é anti-cristão" (Papa Bento XVI)
É missão dos bispos, padres, comunidades e grupos católicos conduzir todo o povo ao conhecimento e vivência da verdade, para que perseverando na comunhão com Cristo neste mundo mereçam a felicidade eterna. Entretanto é muito triste constatar que a apostasia atingiu a maior parte da Igreja. Muitos padres e bispos perderam a pureza da fé, e por isso a maior parte do povo tem vivido uma farsa e não a verdade do Evangelho como é ensinado pela Santa Igreja. Eventos como "balada santa", "cristoteca", "barzinho de Jesus", são frutos podres dessa grande apostasia. Aliás, é preciso alertar a todos que este nome "cristoteca" é um nome blasfemo, pois pretende ajuntar o Santíssimo nome de Jesus Cristo a este outro nome que designa um evento digno do inferno. Se quisessem ser verdadeiros chamariam estes eventos de “diaboteca”, “capetoteca” ou “infernoteca”, pois conduzem ao pecado.
Os jovens que ali estão não se importam nem um pouco se as letras das músicas falam de Jesus ou Maria, o que importa é o ritmo, o clima de baderna e loucura e a sensação de se poder fazer o que der na "telha"... A juventude tem sido enganada! Aqueles que deveriam pastoreá-la e conduzí-la ao Céu a tem entregue aos lobos. Os padres, bispos, comunidades e grupos católicos que promovem tais eventos, os apoiam ou os permitem estão na contramão do Evangelho e portanto em contradição com Cristo. Por isso já dizia Nossa Senhora em Garabandal: ''Muitos padres, bispos e cardeais estão ao caminho do inferno e a arrastar muitos consigo''.
Que Deus tenha misericórdia de nós e que a verdade prevaleça.
Evidentemente que muitas pessoas que promovem tais eventos ou deles participam fazem com boa vontade, pensando ser um meio eficiente para evangelizar os jovens, mas é preciso dizer-lhes que é um erro, pois mesmo que se atraem alguns, em geral, estes saíram com a mesma facilidade com que entraram, porém com o agravante de que terão recebido uma imagem muito distorcida do que é a Igreja, sem contar a contribuição enorme que tais eventos darão para tornarem aceitáveis as discotecas, boates e demais eventos mundanos que arrastam tantos jovens para o pecado e para a auto-destruição. São João Maria Vianney, o declarado pela Igreja modelo e padroeiro de todos os padres dizia que: “quando uma pessoa entra em um baile, o seu anjo da guarda fica do lado de fora e quem assume o seu lugar é uma espécie de “demônio da guarda”. Assim, em pouco tempo, naquele ambiente, os demônios serão tão numerosos quanto são os bailarinos.”
Ao invés de introduzir nossa juventude no espírito do mundo e do pecado, esforcemo-nos por ensiná-las o valor da graça de Deus, a beleza da amizade com Cristo, a alegria empolgante do desafio de ser um autêntico cristão renunciando o pecado e a si mesmo para ter a liberdade necessária para amar de verdade.
Abaixo as músicas, festas e shows mundanos.
Viva o céu!
Pe. Rodrigo

Fonte: http://arcademaria.com/index.php?option=com_content&view=article&id=89:rock-catolico-cristoteca-balada-santa-etc&catid=7:geral

Renato Aragão e os "zombadores de Deus"


Essa é mais uma história digna daquela tão conhecida passagem do Apocalipse: “Conheço as tuas obras: não és nem frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente! Mas, como és morno, nem frio nem quente, vou vomitar-te”(Apocalipse 3,15-16). Muitos podem até questionar-me pelo fato de o Sr Renato Aragão sempre ter se mostrado um fervoroso católico. No entanto, a vida de catolicismo não pode ser como uma gangorra, ora alta, ora baixa, é preciso constância. Falo isso porque não adianta nada dizer professar uma fé e depois zombar da mesma. De que adianta fazer procissão com imagem de Nossa Senhora, se agora zomba do filho desta Rainha? De que adianta escalar o Cristo Redentor, se agora por fama, por dinheiro, pelo seu trabalho, faz zombaria desse Cristo? Se você acha isso justo, você é mais morno que o seu Didi.
Para os desinformados, o conhecido humorista Renato Aragão, mais conhecido como Didi, vai fazer um filme no qual tem o título de “O Segundo Filho de Deus”. Nós, pelo Sacrifício de Cristo na cruz, somos filhos adotivos de Deus. O problema não é esse. Renato seria o segundo “salvador”, já que no enredo do filme, Jesus não teria cumprido sua missão por ter sido impedido pelos homens. Mas qual era a missão de Jesus? A missão de Jesus não era trazer paz unicamente ao mundo, porque Ele é a paz. Uma vez que rejeitam a Cristo, rejeitam a paz. Ele não veio acabar com a pobreza, pois Ele é o nosso sustento. Qual foi a missão de Jesus? A missão de Jesus foi se sacrificar na cruz por nós. Dizer que Jesus não cumpriu sua missão, é o mesmo que dizer que o sacrifício cruento da cruz não serviu para nada. E mais, é inadmissível querer fazer comédia com algo tão serio, e ainda mais ensinando tamanha heresia.
Já tivemos casos horríveis de zombaria de Deus por famosos comediantes. Não somente no meio do stand-up comedy, aonde é mais propício escutarmos estes absurdos; mas no meio das peças teatrais também. Este é o caso da Cia de Humor Os Melhores do Mundo, que tem uma peça chamada “Hermanoteu na terra de Godá”. É uma comédia inspirada  em passagens bíblicas, aonde se faz zombaria das coisas de Deus. Nesta peça, por exemplo, se faz zombaria da Santa Missa (momento da Última Ceia), colocam como se Maria Madalena estivesse lá, foram as diversas heresias na qual não vale a pena citar aqui. Confesso que até um tempo atrás eu assistia e achava normal, levava na “esportiva”; mas percebi que não posso achar graça de quem acha graça de Deus. De Deus não se zomba! E nós não podemos ser mornos a este ponto de achar que se pode fazer piada das coisas de Deus. O referido grupo de teatro, dizia inclusive em entrevistas, muito felizes, que nas peças o público tinha aumentado, e descobriram que era porque um padre de Brasília disse que não podia e era pecado, aí diziam eles, que tudo que dizem na Igreja que não pode o povo quer ver. Total zombaria da Igreja. Mas digo, é errado! E se vocês derem público para essas pessoas e para qualquer outro que faz zombaria de Deus e/ou ensina coisas erradas, você vai porque você quer, assuma as conseqüências depois.
Mas qual a diferença destes para Renato Aragão? A diferença está justamente no fato de eles serem ateus e/ou não professarem nenhuma crença enquanto religião. É inadmissível uma pessoa como o Renato querer ser católico pela metade. Quero ver se ele é católico de verdade se, ao ver toda essa repercussão negativa de seu filme, desistir desta desgraça horrível. Pega os milhões de investimentos da produção e doa pra caridade Sr patrono do Criança Esperança.
Mas voltando as zombarias, não é só os melhores do mundo e o meio católico Renato Aragão que estão nessa de zombar de Deus. Também é o caso da Cia de Humor Barbixas, que também tem cenas de suas peças aonde faz zombaria da Santa Ceia. E os católicos de meia tigela vão tudo dar audiência para esses infelizes, que fazem zombaria daquilo que é mais sagrado para um católico: a Eucaristia, a Santa Missa! Fora que nos outros espetáculos de improviso os referidos cidadãos soltam piadinhas difamadoras sobre Deus e a Igreja. E ninguém fala nada! Ou dá um sorriso amarelo, e ri do resto. QUE VERGONHA! É o caso de inúmeros outros programas, comediantes, artistas, etc.
A Palavra de Deus já nos alerta a muito tempo sobre isso, o próprio São Pedro nos dizia: “Sabei, antes de tudo, o seguinte: nos últimos tempos virão escarnecedores cheios de zombaria, que viverão segundo as suas próprias concupiscências”(2Pedro 3,3). As pessoas zombam como se Deus não existisse; e até aqueles que dizem acreditar em Deus, julgam pode fazer piadas como se Deus não ligasse para nada. As pessoas não mais querem honrar a Deus, adorá-Lo, bendizê-Lo, servi-Lo, mas querem sim, zombá-Lo e profaná-Lo. “Ora, se eu sou Pai, onde estão as honras que me são devidas? E se eu sou Senhor, onde está o temor que se me deve?”(Malaquias 1,6). Antes de quere fazer produção dizendo que a missão de Cristo não foi cumprida, deveria participar da Santa Missa que é o próprio calvário, o próprio Sacrifício da Cruz, aonde Ele se dá novamente por amor a nós, se aniquila no Altar. Fora a heresia de uma falsa doutrina que acaba passando, é uma blasfêmia terrível. E se ficarmos quietos, sermos piores que os hereges.
Se aceitarmos que falem mau e/ou façam piadas de Deus, da Igreja, dos padres, dos Papas, etc.; não poderemos reclamar quando o Supremo Juiz falar de nós ao Pai, e formos entregues ao fogo do inferno. CONVERTAM-SE VERDADEIRAMENTE!
"Uma vez que recusastes o meu chamado e ninguém prestou atenção quando estendi a mão, uma vez que negligenciastes todos os meus conselhos e não destes ouvidos às minhas admoestações, também eu me rirei do vosso infortúnio e zombarei, quando vos sobrevier um terror, quando vier sobre vós um pânico, como furacão; quando se abater sobre vós a calamidade, como a tempestade; e quando caírem sobre vós tribulação e angústia. Então me chamarão, mas não responderei; procurar-me-ão, mas não atenderei.
Porque detestam a ciência sem lhe antepor o temor do Senhor, porque repelem meus conselhos com desprezo às minhas exortações; comerão do fruto dos seus erros e se saciarão com seus planos, porque a apostasia dos tolos os mata e o desleixo dos insensatos os perde.
Aquele que me escuta, porém, habitará com segurança, viverá tranqüilo, sem recear dano algum". (Provérbios 1, 24-33)

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Ideologia da Libertação


Lembrando também do texto publicado neste blog sobre a Teologia da Libertação: http://catolicoargrade.blogspot.com/2012/04/teologia-da-libertacao-porta-do-inferno.html

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Olímpiadas: secularismo neopagão iluminista

Poucos católicos percebem que as Olimpíadas são a ressurreição secularista de um culto pagão e estratégico meio de engenharia social com descaradas finalidades geopolíticas. É preciso doutrinar a humanidade para a nova religião universal, que é iluminista/luciferina e nada como um evento transnacional amplamente coberto pela mídia, ensopado de tecnologia hipnotizante.
Aproveitamos a rápida análise sobre este assunto, feita no artigo Olympics’ Blatant Occult Symbolism & Message, de Henry Makow, Ph.D., aqui traduzido e adaptado, para refletirmos como os arquitetos da república universal fisgam milhões de desavisadas almas em um mega ritual iluminisado.
As Olimpíadas iniciam-se com um ritual religioso dirigido a Zeus,
divindade da Grécia antiga. A pira olímpica, um reconhecido
símbolo iluminista/luciferino
Por isso mesmo as Olimpíadas, em sua apoteótica abertura, apesar de sua fachada laicista e aparentemente desvinculada com qualquer religiosidade, na verdade iniciam-se com um ritual religioso dirigido a Zeus, divindade da Grécia antiga.
A pira olímpica, um reconhecido símbolo iluminista/luciferino que alude diretamente ao “portador da luz” é venerada em seu desfile até o estádio e recebida com toda reverência por representantes de todas as nações da terra.
Esse ritual, ressuscitado pelo maçom francês Pierre de Coubertain, no início do século XX, vem se tornando cada vez mais sombrio e assustador em seu simbolismo para doutrinação das massas.
Colunas de Boaz e Jaquim, 3 primeiros graus da Maçonaria sob o símbolo das Olimpíadas

Simbolismo iluminista/luciferino na Abertura das Olimpíadas em Londres 2012 

Em um palco iluminado por treze pirâmides maçônicas o que estava sendo
representado ali era uma terra de revoluções, iluminismo e feitiçaria
A mensagem por trás da abertura dos Jogos de Londres e descrita como “pandemônio”, em nada representou a rica cultura da Grã-Bretanha, outrora cristã. Muito pelo contrário, mostrou uma estranha e confusa manta de retalhos repleta de mensagens ocultas, impossível de ser narrada. Em um palco iluminado por treze pirâmides maçônicas o que estava sendo representado ali era uma terra de feitiçaria e bruxaria.
Simbologia ocultista e esquisitices a serem consideradas:
A árvore suspensa oferece uma
interpretação da árvore proibida do
conhecimento do bem e do mal e
também a árvore sagrada dos druidas
Glastonbury Tor: a peça central de todo o palco era uma colina com uma árvore ao alto. Podemos supor que representava Glastonbury Tor, a colina recheada de significados gnósticos, como sendo o túmulo do Rei Arthur e o lugar onde o Santo Graal estaria escondido. A árvore oferece uma interpretação da árvore proibida do conhecimento do bem e do mal e também a árvore sagrada dos druidas.
Se considerarmos que a blasfema abertura canção Jerusalém que afirma que a Inglaterra é o novo trono de Deus, vemos que eles queriam o retrato da Grã-Bretanha como o centro da Nova Ordem Mundial oculta, o “Zion”, que foi apresentado como o logotipo olímpico.
A palavra “Zion”, apresentada como o logotipo olímpico
Os personagens principais da série configuram explicitamente entidades demoníacas e a prática da feitiçaria.
Em meio à sucessão de esquisitices com clara finalidade de empurrar para bem longe qualquer vestígio da cultura europeia bimilenarmente cristã, deflagra-se uma descarada apologia a todas as revoluções, inclusive a revolução cultural (ou melhor dito, a subversão cultural), com todo lixo da contracultura britânica que aliciou e moralmente degenerou as últimas gerações: Beatles, Stones, The Who, Sex Pistols, etc, etc.
Vemos ainda uma espécie de exaltação aos banqueiros e barões do dinheiro, na verdade, à própria “city”, onde oscila um dos maiores termômetros financeiros globalistas.

Exaltação aos banqueiros e barões do dinheiro, na verdade, à própria “city”,
onde oscila um dos maiores termômetros financeiros globalistas
Em meio àquele “pandemônio” dúbio também é o fato de crianças doentes em camas serem exibidas em um evento esportivo, teoricamente aludindo ao Great Ormond Street Hospital NHS e seus serviços e atendimentos filantrópicos. Mas, o que significam então aquela bruxa gigantesca no centro e um monte de demônios correndo em volta delas? Representam a influência que a lavagem cerebral ocultista feita por Harry Potter, o bruxo inglês e a vasta literatura vampiresca têm exercido sobre as gerações infanto-juvenis?
A cena ainda termina com um bebê gigante adormecido sendo adorado. Uma alusão ao novo “messias aquariano”?



As chaminés que brotam do interior da terra fatalmente aludem a obeliscos fálicos, outro conhecido símbolo iluminista. O lançamento de um círculo mágico na forma de anel olímpico é uma clara alusão mágica de abertura de portais dimensionais para entrada de entidades demoníacas sendo convidadas para o nosso reino.
Estranha coreografia ritual com dançarinos vestidos
com trajes de fogo

Encerramento

Se a Cerimônia de Abertura nos brindou com vários símbolos ocultistas da Grã-Bretanha, a Cerimônia de Encerramento prenunciou a Nova Ordem Mundial e quem irá dominá-la.
Três dos personagens principais da série eram homossexuais declarados: Fred Mercury, que apareceu em um holograma gigante, George Michael e David Bowie. Kate Bush cantou uma canção cuja letra se refere a uma garota que quer ser homem. Ao que parece, o mundo novo da “nova era” é andrógino e anti-masculino.
Sem qualquer contexto um estranho polvo apareceu no centro da bandeira britânica. Significariam as armas de longo alcance da liderança da Nova Ordem Mundial?
Annie Lenox no barco dos escravos acompanhada por Lúcifer (o cara com asas negras) foi provavelmente a parte mais assustadora do show-ritual. A cantora estava vestida como alta maga-sacerdotisa em vermelho e preto, com aparência de quem está possuída. Qual o significado das pessoas torturadas dentro do barco? São os dissidentes?
Annie Lenox no barco dos escravos acompanhada por Lúcifer
(o cara com asas negras) foi provavelmente a parte mais assustadora
do show-ritual
A canção de John Lennon Imagine foi também destaque da festa: “Imagine um mundo sem religião…” ou melhor dizendo, “Imagine um mundo com a falsa religião eco / macro-ecumenista / gnóstico / panteísta / laicista”. (Para entender o significado iluminista dessa música cf. “Imagine there’s no heaven…” – ou como o comunismo e a contracultura propagaram a utopia Illuminati ).
E para mostrar que a coisa já descambou faz tempo —e sem que ninguém se dê conta disso—as Olimpíadas que serão realizadas no Rio de Janeiro, em lugar do Cristo Redentor, cartão postal mundialmente conhecido de nosso país, o que vimos foi a cantora brasileira vestida de Iemanjá, a deusa pagã dos mares, conhecida como Leviatã ou Cthulhu (polvo).
gran finale foi a conhecida ave mitológica Phoenix, levantando-se do caldeirão de fogo e dominando soberbamente todo o estádio. Ao longe, um pássaro que lembra a águia nazista no estádio de Berlim, em 1936. Tudo isso seguido de uma estranha coreografia ritual com dançarinos vestidos com trajes de fogo.
Finalmente, um homem alado (Phoenix) leva uma mulher a dançar com ele ao som da melodia de explícito teor ocultista: “Rule the World” (“Governar o mundo”): Você ilumina os céus, acima de mim / Uma estrela, tão brilhante, você me cega / Não feche seus olhos / Não desapareça, não desapareça / Sim, você e eu, nós podemos iluminar acima do céu / Se você permanecer ao meu lado / Nós podemos governar o mundo.
A mensagem é clara: Pegue a mão de Lúcifer e venha governar o mundo com ele.
A ave Phoenix no simbolismo moderno representa o “renascimento”,
a “imortalidade” e a “renovação”, palavras-chave no jargão iluminista

Conclusão

Como vemos, um autêntico ritual neopagão/luciferino foi realizado e glorificado euforicamente por bilhões de pessoas do mundo inteiro com ares de entretenimento, esporte e paz entre as nações. Porém, a “falsa paz”, prenunciada pela Santíssima Virgem, que está precedendo o breve advento do anticristo.
Cf. O APOCALIPSE DE LA SALETTE: “O CORAÇÃO DAS MENSAGENS DE MARIA” (1846) .
Portanto, resta-nos oração e penitência e nos prepararmos para o que vem pela frente. E, o quanto possível, rogando o auxílio da graça de Deus para tentar esclarecer as pessoas mais próximas de nós, mostrando-lhes que tudo está diante dos olhos de qualquer um, basta ter olhos para ver, como disse-nos Jesus.
No exemplo desse formidável e explícito macro culto neopagão/luciferino nada mais se vê do que as falsas luzes do alvorecer da “nova era”, a queda entendida como ascensão de uma humanidade que se autodenomina revolucionária, emancipada e evoluída, mas que a cada dia destrói a si mesma ao desprezar seus reais valores ao voltar deliberadamente suas costas para Deus. (cf. A Queda dos Anjos segundo o magistério da Igreja Católica e o ensinamento secreto iluminista ).
___
Fontes de consulta:
Henry Makow. Olympics’ Blatant Occult Symbolism & Message.
London 2012: Top 10 weird moments of Olympics opening ceremony
GlobalPost - The 2012 Longon Olympics & Illuminati Symbolism
Telegraph Video
Para citar este texto:
Olímpiadas: secularismo neopagão iluminista
Perfeita Devoção
http://www.perfeitadevocao.org/site/Chamadas.php?id=385

Retirado de: http://reporterdecristo.com/olimpiadas-secularismo-neopagao-iluminista/

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Nossa Senhora é sua Rainha?



“Deus Pai ajuntou todas as águas e denominou-as mar; reuniu todas as suas graças e chamou-as Maria.” (São Luís Maria Grignion de Montfort)
         Que graça tremenda é esta de termos uma Senhora, uma Rainha chamada Maria. Esta mulher que, com sua humildade, esmaga a serpente orgulhosa. Nós, sem merecimento algum, recebemos do próprio Jesus na cruz, este belíssimo presente: Sua Santíssima Mãe como nossa Mãezinha também. Como é bom ser todo de Maria. Como é bom servir a esta Senhora, pois só assim posso melhor servir nosso Senhor Jesus Cristo.
         Cristo, nos amou tanto, que mesmo depois de tudo quanto padeceu, ainda no último suspiro diz eis aí o teu filho. E para nós, humanidade representada por São João EIS AÍ A TUA MÃE!(Cof. João 19,26-27). Sabemos que uma pessoa quando está a beira da morte, ela poupa forças, e fala apenas o necessário, aquilo de mais importante, uma espécie de “testamento espiritual”. E o de Jesus, sobretudo, foi nos dar a Sua Santíssima Mãe. “Tomai, oh geração ingrata, tomai esta mãe como vossa, pois tudo que me pertence eu vos dou. Dou a minha carne, meu sangue, minha vida... E dou também a obra prima da crianção, minha mãe. Sejam consolados por esta mulher, perfeita e bendita entre as nações, que me ama até no calvário, que mais perfeitamente se uniu a Deus. Tomai, vos dou tudo. Vos dou minha mãe” – É este o grito que me parece Jesus querer gritar ao nos dar Maria Santíssima como Mãe e Senhora.
         Muito me entristece ver o quanto esta augusta mãe é desprezada. Os mesmos que dizem servir a Seu filho, desprezam as Suas Palavras: EIS AÍ A TUA MÃE! Já diziam os santos “quem não tiver Maria por Mãe, não pode ter Deus por Pai”. Quanta ingratidão da humanidade que por orgulho, se negam a chamar Nossa Senhora de Mãe. Sim, orgulho! Se dizem que Maria era uma simples mulher, humana, então também rejeitam a Cristo, afinal ele assumiu a condição humana. Ele era homem, porém Deus. E Maria é mulher, porém a mais digníssima, a mais bendita, a mais venerável, a mais bela, a mais perfeita criatura de Deus; aonde o próprio Deus formou e tratou com delicadeza, para fazer de seu ventre a nova arca da aliança. Como dizer que é uma simples mulher, aquela que teve no ventre o próprio Deus? Expliquem-me! Expliquem-me! Que pecado horrendo! Destratar a Mãe de Deus é destratar o próprio Deus. Recusar a Virgem Maria e sua santidade e união única e íntima com Deus, é o mesmo que negar a encarnação de Jesus que é Deus no ventre de Maria tomando a forma humana; nega-se também que o verbo se fazendo carne, habitando entre nós, se dá na Eucaristia. Maria não é deusa, mas era tão pequena, tão humildade, que Deus não só se revelou a Ela, mas habitou dentro dela.
         Ninguém, mesmo que coma as Sagradas Escrituras, jamais poderá dizer que teve o Cristo dentro de si da forma que Maria. Só quem chega perto disso são os que comungam na Santa Missa! Oh que grande mistério. Nos parecemos com a Virgem Maria, estando no Calvário que é a Santa Missa, comendo a carne e o sangue de Cristo. O verbo se fez carne, e de fato habita em nós. Mas como em Maria, ah como em Maria só ela teve a honra de Te-lo no ventre, amamentá-Lo, cuidar, amparar.
         Eu sou do Reino de Jesus Cristo. Mas este Reino tem uma Rainha. Ora, qualquer filho quer tratar sua mãe como uma rainha. Duvidas que Jesus também não queria assim tratar sua Mãe? Deus não é como nós, ingratos e infelizes. Deus é bondozo e misericórdia. Deus é amor. E Deus honra aquela que ousou dizer “Eis aqui a escrava do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra.”(Lucas 1,38). Por isso, para com os méritos de Maria, torno-me escravo de Jesus, gritando EU SOU ESCRAVO DA ESCRAVA DO SENHOR! FAÇA-SE EM MIM SEGUNDO A TUA PALAVRA! A mulher que venceu a serpente, está na glória de Deus. Coroada por seu filho. Por isso, eu tão pecador, busco ser fiel a Deus através desta Senhora, para também poder ser digno – por Ela – de receber a minha coroa da vida.
         Sou escravo desta Senhora porque Ela a cada minuto me fala ao coração: “Fazei o que ele vos disser”(João 2,5). E o que Ele me diz, e diz a todos nós é que amemos cada vez mais a Sua Santíssima Mãe. Como tantos santos a amaram, como por exemplo, São Padre Pio, que ensinávamos a amarmos Maria fazer que a amem cada vez mais.
         Quanta felicidade em ser todo de Maria. Nossa Senhora não é sua Rainha? Quanta infelicidade maquiada. Não tenhais medo, vos abandone nas mãos da bem aventura. O que poderia fazer de mau aquela que foi assunta aos Céus e foi coroada por Deus? Você é infeliz? Se não fores todo de Maria para ser todo de Jesus, dificilmente serás feliz. Ame Maria como Ela te ama, e a felicidade encontrarás.
         Levantai-vos escravos de Maria, apóstolos dos últimos dias. Alegra-te todos que estão acorrentados no mais puro amor. A Rainha se aproxima, a Rainha está em nós. Ela não nos abandona. Vem oh Rainha, me leva para estar unido com o Rei dos Reis. 


Oh minha mãe, Rainha Imaculada
Bendita! Bendita! Por Deus coroada
Oh mais perfeita criatura! Tão bela por Deus formada
Oh Virgem Santíssima conduze-nos nesta estrada.
O teu esplendor, o brilho de Deus em ti clareia o universo
Sou tão miserável que sou indigno de te fazer este verso
Mas grato sou por me escolher a ser Teu escravo de amor
Que quero louvar-vos Virgem Maria, na alegria e na dor
Quão feliz sou por ter a ti como Senhora
E ansioso espero, que me acolhas naquela hora
Oh minha Mãe, não deixais que eu me perca por favor
Senhora minha, clama por mim ao redentor
Eis-me aqui, vosso escravo de amor.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Denuncia explosiva contra o ministério da saúde. ABORTO NÃO


Eu quero pedir a vocês que liguem para o Ministério da Saúde, nessa segunda-feira, terça, quarta enfim, daqui para frente e exijam que o Ministro responda aos requerimentos RIC 2380/12 e 2381/12. Digam que o povo sabe o que está acontecendo e que não deixará de se manifestar de forma maciça contra essa manobra baixa do ministério para impor o aborto ao Brasil.

MINISTÉRIO DA SAÚDE

========================================
MINISTRO DE ESTADO: ALEXANDRE PADILHA
Telefone: 0 xx (61) 3315-2392, 3315-2393
Fax: 0 xx 61 (61) 3224-8747
E-mail: ministro@saude.gov.br

----------------------------------------------------------------

CHEFE DE GABINETE: DRA. ELIANE CRUZ
Telefone: 0 xx (61) 3315-2788
Fax: 0 xx (61) 3315-2680
E-mail: eliane.cruz@saude.gov.br

----------------------------------------------------------------

SECRETÁRIA-EXECUTIVA: DRA. MARCIA AMARAL
Telefones: 0 xx (61) 3315-9260, 0 xx (61) 3315-9262
Fax: 0 xx (61) 3315-2816
E-mail: gabinete.se@gov.br

Para falar com a presidência

CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA

========================================

GLEISI HELENA HOFFMANN, MINISTRA-CHEFE DA CASA CIVIL
Chefe de Gabinete - Carlos Carboni
Secretária do Chefe de Gabinete: Tassiana Carvalho
Telefones: (61) 3411-1573, (61) 3411-1935,
(61) 3411-5866
Fax: (61) 3321-1461
E-mails: casacivil@presidencia.gov.br,
carlos.carboni@presidencia.gov.br,
gabinetecasacivil@presidencia.gov.br,
tassiana.carvalho@presidencia.gov.br

--------------------------------------------------------------

SECRETÁRIO-EXECUTIVO - BETO
VASCONCELOS
Telefone (61) 3411-1034
Fax (61) 3322-3850
E-mail: beto.vasconcelos@presidencia.gov.br

---------------------------------------------------------------

É possível também escrever para a Presidente DILMA ROUSSEFF:
gabinetepessoal@presidencia.gov.br
Fax: 0 xx 61 3411 2222

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Assunção da Virgem Maria


 Não há maior glória do que a que recebeu Maria, escolhida para ser a mãe de Jesus, o Filho de Deus. De seu ventre virginal nasceu o Salvador da humanidade. Por isso, Deus lhe reservou a melhor das recompensas. Terminado seu tempo de vida terrestre, Maria foi "assunta", isto é, levada ao céu em corpo e alma. O que a tradição cristã diz é que Ela nem mesmo morreu, apenas "dormiu". Narra também que foram os anjos Gabriel e Miguel que A levaram ao céu. Deus queria conservar a integridade do corpo daquela que gerou seu Filho.

A solenidade da Assunção da Virgem Maria existe desde os primórdios do catolicismo. No início era celebrada a Dormição de Nossa Senhora. Esta festa veio a ser oficializada para os católicos orientais no século VII com um edito do imperador bizantino Maurício. No mesmo século a festa da Dormição foi introduzida também em Roma pelo Papa Sérgio I, de origem oriental. Foi em 687, quando, em procissão, foi até a basílica de Santa Maria Maior, celebrar o Santo Ofício. Mas foi preciso transcorrer um outro século para que o nome "dormição" cedesse o lugar àquele mais explicito de assunção", usado até os nossos dias.

Em 1950 foi solenemente definido este dogma de Maria, pelo Papa Pio XII. Pela singular importância de Sua missão como Mãe de Jesus, Maria não só foi proclamada Rainha do céu, quando levada para viver ao lado de Deus, mas proclamada Mãe da Igreja, portanto de todos nós.

Na Assunção da Virgem Maria, vemos a nossa esperança de ressurreição já realizada. Nela a Igreja atinge a plenitude do triunfo final, a vitória definitiva sobre a morte e o mal. Por isto esta festa é uma das solenidades mais comemoradas pelos católicos. Depois da Assunção, Nossa Senhora com maternal benevolência participa com Sua oração e intercessão na obra de seu Filho: a salvação da humanidade. Ela que é a mediadora de todas as graças.


Fonte: http://www.paulinas.org.br/diafeliz/santo.aspx?Dia=15&Mes=8&SantoID=355