terça-feira, 3 de julho de 2012

Católico, está te faltando alguma coisa para sair da Igreja?


            Em dias em que se comentam e espalham notícias da redução do número de “fiéis” da Igreja Católica aqui no Brasil, me veio a mente um trecho da homilia da Missa de Pentecostes 2012, do Padre Moacir Anastácio (Brasília). Este trecho ao qual separei em video e publico logo abaixo, Padre Moacir vai perguntar aos católicos se está faltando algo para eles. Confiram a resposta.
            Nós católicos temos tudo. Algo que sempre costumo dizer, que o mau da mudança de religião – no caso abandonar a Igreja de Jesus Cristo – é por causa da heresia de querer fazer parte de uma igreja em que “eu me encontre”; enquanto na verdade, devemos estar em uma igreja em que eu encontre Jesus Cristo, a Verdade. E essa Igreja é a Igreja Católica Apostólica Romana. Só nela Jesus está verdadeiramente presente na Eucaristia, temos a tradição, as Sagradas Escrituras – e não somente parte delas -, temos Nossa Senhora como nossa Mãe, temos a Confissão para perdoar nossos pecados. Aliás, temos todos os sacramentos. E sem querer ser orgulhoso, somente na Igreja Católica Apostólica Romana é onde se encontra o ensinamento fiel e incorrupto de Jesus. Se você quer ser fiel a Deus, seja fiel a Igreja Católica.
            Se você é protestante, e duvida que a Igreja Católica é a única criada e fundada por Jesus Cristo, aconselho-te a fazer um estudo aprofundado e sério que descobrirás a verdade. E como deve saber: “conhecereis a verdade e a verdade vos livrará” (cf. João 8,32). De antemão posso fazer você pensar em algo pra tentar descobrir se a denominação que você participa é ou não Igreja de Jesus Cristo: Quem a fundou? (Se a resposta for você, um parente, um amigo, ou qualquer outra pessoa que não seja Jesus Cristo, esta não é a Igreja fundada por Jesus Cristo!) Ela tem sucessão apostólica? Ou seja, a fé foi ensinada pelos apóstolos? Para adquirir essa resposta é muito simples, veja quem são os superiores de sua denominação (ou no caso você – se for fundador e/ou superior) e veja de quem ele recebeu a fé. E de quem essa pessoa que lhe passou a fé recebeu a mesma fé, e assim sucessivamente... Chegaram a Jesus? Creio que se tratando de protestantes muitos esbarrem em Lutero como raiz dessa árvore genealógica. E Lutero antes de apostatar da fé era de que religião? Opa, chegamos a Igreja Católica, certo? E essa Igreja, tomemos os nossos Bispos como exemplo: De quem receberam a fé? E estes de quem receberam? Se você estudar com sinceridade, com toda certeza chegaram a Pedro, Paulo, Tiago, Simão, e todos os outros apóstolos. E estes apóstolos receberam a fé do próprio Jesus. E como disse Jesus: “Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco TODOS OS DIAS, ATÉ O FIM DO MUNDO”. (Mateus 28,20) Como vêem, Jesus fala pro colégio dos Bispos (Apóstolos) que ensinem o que Cristo ensinou, e que estaria Ele (Jesus) com eles (Igreja) todos os dias até o fim do mundo. Opa, então Jesus teria descumprido sua palavra de que “o céu e a terra passariam, mas sua palavra não passaria” (cf. Mateus 24,35)? Alguém está errado nessa história: ou Jesus Cristo é um mentiroso; ou então, estava equivocado Lutero e os seus seguidores atuais que dizem que ele foi erguido por Deus para reconstruir Sua igreja. Como se a Igreja fosse corruptível. Sendo que, o próprio Cristo, outra vez disse que as portas do inferno não prevaleceriam contra a Igreja (cf. Mateus 16,18-19). Eu prefiro acreditar em Jesus Cristo, que não é falho.
            Muitos dizem que a Igreja somos nós para negar a autoridade e autenticidade da Igreja Católica. Sim, a Igreja somos nós. Somos membros desta Igreja, sendo Cristo a cabeça. E assim, dizem que Deus não tem religião (cuidado se você é católico e compactua com este ensinamento até certo ponto herético, leia o que diz a Igreja e seus documentos a respeito). E assim, julgam não obedecer a homens, porque estes são falhos. E usam os lamentáveis casos de pedofilia contra a Igreja. Porém, esquecem-se que a Igreja é quem não erra, e não eu. Quer um exemplo prático e Bíblico? Judas Iscariotes também foi padre – uma vez que estava na Santa Ceia, que foi onde Cristo instituiu a Eucaristia o sacerdócio -, ou seja: desde o primeiro colégio de Bispos teve um corrupto. E nem por isso vi nenhum protestante negando os ensinamentos dos outros apóstolos nas cartas bíblicas pelo fato de um dos apóstolos terem se corrompido. A Igreja somos nós? Quando eu peco e erro, porque não usam da mesma maneira que quando acontece com um padre? Ou pior: se a Igreja de Cristo é apenas o povo - protestantes julgando eles mesmo em diversas denominações e ensinamentos diversos ser a Igreja – porque não largam a Igreja quando ele mesmo comete pecado, ou quando um pastor protestante é acusado do mesmo escândalo de pedofilia. Ou mesmo porque não viram ateus e atacam a heresia protestante pela Inquisição protestante – Essa, aliás, sendo a única que chegou a terra brasileiras. (Leiam sobre os mártires do Rio Grande do Norte, por exemplo).
            Enfim, fazendo parte da Igreja que é Pentecostal pelo fato de ter nascido em Pentecostes, nossa missão é sair nos quatro cantos do mundo e anunciar o Evangelho. Por isso o número de católicos no Brasil diminuiu. Por que aqui tinha – e ainda tem – pessoas acomodadas que não dão a cara a tapa. Mas, as pesquisas últimas mostram um lado bom: os católicos de IBGE estão diminuindo. Os mornos gelaram e assim são assumidos de uma vez contrários aos ensinamentos da Igreja – melhor que fingir ser católico enquanto não pisa em uma Paróquia há tempos. Ou mesmo aqueles que freqüentam, mas são desobedientes aos ensinamentos querendo seguir suas próprias leis -. Católico que é católico, tem que ser quente no Espírito Santo, para não ser vomitado e queimar no quinto dos infernos. (Se você se escandalizou por eu falar de forma dura, imagine se acontecer de você ser condenado por omissão, covardia, mornidão, enfim, por negar a Santa Igreja: “Conheço as tuas obras: não és nem frio nem quente. Oxalá fosses frio ou quente! Mas, como és morno, nem frio nem quente, vou vomitar-te.”[Apocalipse 3,15-16] Como vêem, é a linguagem do Senhor que é dura, eu apenas a transmito neste blog e onde o Senhor me manda.)
            Termino com as palavras de Cristo ao pronunciar as palavras de fundação da Igreja Católica Apostólica Romana, dando a São Pedro a nobre função de Papa: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra eu edificarei a minha Igreja; as portas do inferno nunca prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus:tudo o que ligares na terra será ligado nos céus. E tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.” (Mateus 16,18-19)

4 comentários:

  1. Boa noite,penso exatamente assim:

    o verdadeiro católico jamais abandonará a Santa Igreja,os que estão saindo nunca foram católicos,na minha opinião já vão tarde.

    19 Saíram dentre nós, mas não eram dos nossos; porque, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; mas todos eles saíram para que se manifestasse que não são dos nossos.I João 2

    24. Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão milagres a ponto de seduzir, se isto fosse possível, até mesmo os escolhidos.São Mateus, 24

    É o joio sendo arrancado.

    A paz de Cristo

    ResponderExcluir
  2. Será se todo batizado que abandona a Santa Igreja é por que não era um dos nossos? Nós temos que tomar muito cuidado; se nós tomarmos essa decisão pode ser que agente não toma a atitude do bom Pastor, que vai em busca da ovelha desgarrada. Que tal fazermos um reflexão.

    ResponderExcluir
  3. Jesus nos deixou um aviso:

    27. As minhas ovelhas ouvem a minha voz, eu as conheço e elas me seguem.São João, 10

    Pode ter certeza se essas pessoas que abandonaram o catolicismo fizerem parte desse rebanho elas voltarão,Elas ouviram a voz do Nosso Salvador.

    Claro que o a igreja tem que fazer sua parte.

    ResponderExcluir
  4. O PROTESTANTISMO INCOERENTE E RELATIVISTAS ANEXOS.
    O protestantismo - historicamente todas as denominações cristãs fora da Igreja Católica Apostólica Romana, mesmo as outras adotantes de "católica e (ou) apostólica" no nome, foi alicerçado no dissenso e anti semita Lutero: entrou no convento sem vocação sacerdotal, mas para se abrigar por crime de morte cometido, por inveja; ordenou-se e se envolveu em adultérios, idem com os Rosacruzes, suicidando ao final. Adotou princípios gnósticos e deístas subjetivistas, como: aversão a superiores, no caso, ao poder hierárquico-doutrinário exercido pela Igreja à época. A esquerdista e relativista TL adotou-o sobremodo.
    Lutero evidenciou por suprimir o poder eclesial católico e sua rígida doutrina tradicional bíblico-patrística por um sistema mais flexível e individual, em que pessoas e comunidades autodeterminassem pastores, ensinariam a seu modo e critério; resultado: um espoucar de milhares de seitas em que cada uma doutrina a seu modo ou conveniência, acusam-se mutuamente de heréticas, traduzindo-se num Evangelho e igrejas conversíveis a situações, interesses e muitos contrastes entre facções que, apesar dos paradoxos, afirmam cada uma inspirada pelo Espírito Santo(?)... A qual deles? Há seitas abortistas, outras pró adultério, etc; a Eucaristia sim, outras não, o batismo de crianças sim, outras não, etc., e até homossexualistas e quase todas cultuam o esoterismo, similares a centros espíritas: manifestações de entidades, exorcismos de supostos maus espíritos ou para curas, histeria coletiva, rodopios, pessoas em aparentes transes - enfermando-se, o pastor não convoca outro para exorcizá-lo; vai ao médico. E suas as homilias sujeitam-se à aprovação ou não individual, tudo no mais absoluto relativismo doutrinário-hermenêutico, recheados de esoterismo-satanismo explícitos.
    Elos com nazistas: Hitler elegeu-se graças a votos dos estados protestantes, media de 47%, nos católicos 21%; se fosse a Alemanha católica não subiria ao poder e 99,4% dos 13 000 pastores à época converteram-se em informantes pró-nazismo. E ainda atribuem injustamente ao S Padre Pio XII aliança a ele!
    Assim, nesse ideário relativista existia a antiga e esoterista maçonaria de antes do cristianismo, de Babilônia, do antigo Egito, etc., e sua legislação atual foi formalizada por James Anderson, pastor presbiteriano; por sinal, nos EUA e Europa os vínculos aproximam-se com o protestantismo - muitos pastores são maçons - e influenciaram a Revolução Francesa nos princípios - igualdade, liberdade e fraternidade - idem o espiritismo e o comunismo, o qual é apenas a transposição de idéias de Lutero-maçonaria para a práxis socialista-comunista, supostamente igualitarista, fraternal em meio a contrastes marcantes de povos e pessoas, pelo menos na sua proposta; de fato, uma tremenda farsa.
    Há vídeos no You Tube e literários de pastores em recíprocas acusações de coligações ou pertença à maçonaria; o ídolos deles é a si mesmos, interpretação e seguimento da fé cristã a critério individual; são ateus envolvidos em capas de Bíblias.
    Sem dúvidas: o orgulho e soberba camuflam-se sob esses comportamentos; o progresso, a ciência e o modernismo tecnológico, cada vez mais aparentando resolver os problemas humanos estão a serviço de um reino luciferino que poderá eclodir, de um homem auto suficiente e neo deificista, mas tão cego ao não perceber sua submissão a nova tutela, nada diferindo o acima do pecado do homem no Éden, dando guarida ao orgulho e soberba de querer se igualar a Deus, aceito por nossos pais e vivenciados no protestantismo.
    Suas igrejas não passam de "restaurantes self-services doutrinário-infernais, compostos de mais de 35 000 seitas com cardápio para cada gosto de cliente, servidos por fantoches de Satanás.

    ResponderExcluir