terça-feira, 12 de junho de 2012

Como vai seu namoro, católico?


             Hoje, 12 de junho, dia dos namorados, é um dia especial para tantos casais apaixonados Brasil a fora. Hoje é o dia especial para manifestarem o sentimento de um para com o outro. Mas gostaria aqui neste texto refletir como anda o namoro dos casais católicos. Não quero nem chegar no mérito de casais ateus, ou daqueles “creio em Deus mas não tenho religião” que acabam por fazer barbáries mesmo, indo a motéis, e a manifestação de “amor” entre eles é ter uma noite de sexo. Mas como anda o seu namoro, querido católico?
A gente já se acostumou com o velho terno ‘namoro santo’ ou ‘namoro a três’ (casal + Jesus), mas este tipo de namoro é apenas de fachada ou é realmente vivido? Talvez por aqueles católicos denominados como ‘praticantes’ seja mais fácil a vivência deste namoro. Mas infelizmente, muitos que se dizem ser católicos, até praticam a fé no quesito estar na Santa Missa todo domingo, não vivem a castidade. Parece até contraditório, mas de fato isso acontece. As vezes é tão declarada a vida sexual ativa (não por julgamentos, mas realmente, por vezes, ser assumido que têm vida sexual ativa) que chego a ter medo de que cometam o absurdo de um casal de namorado transar no sábado a noite, e no domingo de manhã estarem na Missa comungando do Corpo do Senhor. Mas infelizmente, se alguém faz isso, come e bebe da sua própria condenação (cf. 1Coríntios 11,27-29) por estarem indignamente comungando, ou seja, em pecado mortal gravíssimo.
A vida sexual ativa entre os jovens na Igreja é mais comum do que muitos imaginam. Sei que muitos dirão que estou fazendo julgamentos, e assim, eu estou em pecado. Mas é justamente por isso que a sexualidade entre os jovens têm sido tão desregrada. Ninguém pode mais pregar contra a depravação, sexo desregrado, uso de camisinha, sexo antes do casamento, anticoncepcionais, DIU, homossexualismo, masturbação, pornografia, etc., que está julgando, e isso é errado. Mas por quê? O correto é deixar cada um viver como quiser, sem lhes mostrar a direção correta? Infelizmente eu já vi pessoas dentro da Igreja (adolescentes) dizerem sobre o homossexualismo ‘que tudo bem, o importante é ser feliz’; ou que ‘se confessar antes de morrer tudo bem’ (isso em termos gerais). Talvez o último exemplo tenha sido somente uma brincadeira, mas com esse tipo de coisa não se brinca. Lembro que na minha turma de Crisma foi colocado o tema “ficar” (ou pegar), e os jovens falaram que era importante para conhecer a outra pessoa para não ter um compromisso com quem não daria certo. Os catequistas tocaram pra frente, não deram uma contra resposta. E a gente vê que em nome de uma caridade fajuta a gente tem deixado a verdade de lado, e o pecado entrando na vida das pessoas. Assim, sem uma catequese firme, as pessoas crescem achando que o catolicismo é algo mole, que pode tudo, enquanto o que nos ensina Deus e Sua Igreja é totalmente o contrário. Por esse “tudo pode”, “não julgue”, “Deus te ama do jeito que você é”, as meninas de 15 anos (ou menos) estão engravidando em nossas Paróquias, e o que fazer? Julgar? Acho que pregar contra o sexo como a sociedade tem ensinado, e acolher essa pessoa com seu filho, porque infelizmente ela foi ensinada que tudo pode. Temos que corrigir, uma correção fraterna. Claro, que existem casos (que não são poucos) em que as pessoas são exortadas, e sabendo da verdade preferem mesmo assim seguir no erro, levadas por suas paixões e prazeres mundanos.
A gente sabe que a argumentação daqueles jovens não é válida, até porque sabemos que para se conhecer alguém nem beijar na boca é preciso. Quanto mais algo além de beijar na boca como são os boatos deles mesmos. Eles dizem que querem ficar, apenas pegar a pessoa sem compromisso para poder conhecer a pessoa, pois bem... Eu duvido que se eu lhes apresentasse algo existente na Comunidade Católica Shalom chamada de “caminho” aonde o casal que pretende namorar passam um tempo fazendo uma caminhada de oração, rezando, conhecendo um ao outro, o lado bom e as misérias um do outro, eu duvido que eles queiram. Eu tive um relacionamento que nem chegou a ser namoro há algum tempo atrás. Infelizmente começou de forma errada. Eu tinha recém tido uma experiência muito boa com Deus no Seminário de Vida no Espírito Santo da Shalom, e estava começando o grupo de oração. E acabei ficando com essa moça, amiga minha, na qual tinha namorado. E ouvindo sertanejo, somente eu e ela no meu quarto, quase cometemos um ato sexual. Foi por muito pouco mesmo. Ela apesar de muito nova, 14 anos na época, já tinha uma vida sexual com seu namorado. Depois ela acabou terminando o namoro, e pra mim ter certeza de que ela iria querer algo mesmo, lhe expus o “Caminho” pra namorar do Shalom. Ela disse que toparia, e concluiu dizendo a célebre frase “eu não sou uma máquina de fazer sexo”. E caminhamos? Não, depois disso raramente conversamos um com o outro. Quando se fala de santidade, quem procura pecar só corre atrás do santo para derrubá-lo. Eu sigo meu caminho, graças a Deus vivendo a castidade. Ela vive a vida dela; e espero que ela se encontre com Deus.
Nós não estamos imunes ao pecado. Se eu, solteiro, apenas com uma amiga, quase caí no pecado. O que dirá dos casais católicos, que já são tão mal formados em muitas dioceses, e ensinados que podem fazer o que quiser... Eu fui levado pela música sertaneja a quase cair em pecado gravíssimo. E você, o que tem ouvido com seu par? Não sei se já percebeu, muitas músicas sertanejas tem levado sutilmente (ou não) ao sexo; de que o casal tem que fazer sexo, e isso acaba por influenciar o casal em fazer sexo antes do casamento. As vezes nem chegam a conversar, um sozinho com o outro, uma musica que esquentou, se beijou, foram pra cama... E Deus triste com isso. O funk nem preciso falar nada. Você, repito, tem ouvido coisas santas com seu namorado(a), ou tem ouvido coisas que levam vocês a profanarem dois templos do Espírito Santo que pelo casamento podem ser um só? Pensem nisso.
E pra quem namora, é incrivelmente difícil viver a castidade. Mas muitas vezes a culpa é da omissão do casal. Mesmo sendo de Igreja, muitos acabam exagerando nas carícias, que para homem principalmente é um terror. Se você ama o seu namorado(a) tem que saber os limites, ou quer que ele pare no inferno? Vejo muitas vezes que o beijo na boca, de língua, tem sido praticamente um engolindo o outro. E isso vai levar a prática sexual. Vai excitar a outra pessoa. Por isso, vigiai e orai, e veja no namoro de vocês o que é exagero, o que pode estar sendo motivo de queda para o seu namorado(a) que antes de tudo é seu irmão em Cristo Jesus.
Fora que quando se tem muitas carícias, mesmo que não cheguem ao ato sexual, tem o probleminha da masturbação. Às vezes existem muitos, principalmente rapazes, que acham que vive um namoro santo apenas porque não fez sexo com a namorada, mas quando está só em casa acessa um site pornográfico, assistem um filme pornô, e cai na masturbação. Isso é um pecado gravíssimo. Vejam o que o Catecismo da Igreja Católica diz sobre a masturbação: §2352 Por masturbação se deve entender a excitação voluntária dos órgãos genitais, a fim de conseguir um prazer venéreo. "Na linha de uma tradição constante, tanto o magistério da Igreja como o senso moral dos fiéis afirmaram sem hesitação que a masturbação é um ato intrínseca e gravemente desordenado." Qualquer que seja o motivo, o uso deliberado da faculdade sexual fora das relações conjugais normais contradiz sua finalidade. Aí o prazer sexual é buscado fora da "relação sexual exigida pela ordem moral, que realiza, no contexto de um amor verdadeiro, o sentido integral da doação mútua e da procriação humana". – Aí após se casarem, terão sérios riscos de não satisfazer sua esposa. Já ouvi falar de casos, em que homens procuraram ajuda para parar com a masturbação, pois mesmo casados, sentiam mais prazer se masturbando do que com sua esposa. Da mesma forma, quem tem vida sexual ativa antes do casamento, têm mais chances de serem infelizes, e se divorciarem, do que quem se guarda para o amado(a) para depois de se casarem.
E ainda no campo do que leva o casal a pecar, peço as moças, que não tentem seus namorados. É incrível como se tem visto pouca modéstias em muitos namoros. O tocar, o pegar, o acariciar que muitas vezes leva ao erro. Aquele famoso beijo no pescoço (isso é uma treva), pegar na barriga, etc. Isso é uma forte tentação para o homem. Mas também algo que a mulher não precisa nem encostar-se ao homem que já pode pô-lo a perder: sua vestimenta! Como você tem se vestido? E isso não reflete somente no namoro, mas sim em toda a vida comunitária. Moças não podem vestir roupas indecorosas. Ou simplesmente usar roupas que não podemos chamar de roupas, mas sim de tapa-sexo, ou pior, já que muitas vezes deixa os órgãos genitais a mostra. Calças apertadas, mini saias, shortinho do diabo, etc. Vejam esse post que fala sobre a modéstia: Mulheres: o véu não é obrigatório, mas a roupa ainda é. Tudo isso acaba por atrair não somente seu namorado, mas também outros rapazes a sua volta. Ai de você se és causa de condenação para teu irmão. Me perdoe pelo termo, mas se você se veste como uma prostituta de bordel, seu irmão não vai pensar coisas santas de você, por mais santo que ele tente ser. Quanto mais seu namorado, que além de olhar, ele tem uma intimidade maior contigo por ser seu namorado, te abraça, o quanto ele deve ser tentado. Cuidado moças, muito cuidado. E os homens não ficam atrás não. Muitos que só ficam malhando, e mostrando para todo mundo os músculos, usando camisetas apertadas, e toda a forma de tentação para com as irmãs. As tentações são de todos os lados. E você tem se prevenido quanto isso?
Por fim digo-lhes: quem não quer viver um namoro santo, não irá querer viver um casamento santo também. Então cuidado com quem você escolhe para estar junto a ti. Se seu namorado(a) fica querendo destruir sua castidade, até levando para motel, festas promiscuas, larga dele, dá um pé. Mas cuidado, talvez você seja o canal de conversão para a vida dele(a). Por isso, vigie e ore, esteja unido(a) em oração com Deus, para  você não querer que alguém seja santo e acabe você também caindo no pecado que seu namorado(a) vivia; como já vi casos do tipo. Dos dois tipos alias. Por isso, eu, estou solteiro, porque conforme uma das moções enquanto rezava sobre namoro, foi me dito o seguinte: “A MULHER CERTA PRA VOCÊ, É AQUELA QUE ANTES QUE TE QUEIRA TER COMO MARIDO, QUEIRA TER JESUS COMO ESPOSO.” Seu namorado(a) quer ter Jesus como esposo? Você quer ter Jesus como esposo? Muitas garotas que apareceram não eram pessoas que iriam querer ter um namoro certo, por isso nem deixei florir, e outras que eu quis, acabou não sendo vontade de Deus. Tente ver os planos de Deus pra sua vida, e não os desejos da carne pra sua perdição. E termino com as palavras de São Paulo aos Coríntios: “Aos solteiros e as viúvas, digo que lhes é bom se permanecesrem assim, como eu. Mas, se não podem guardar a continência, CASEM-SE. É melhor casar do que abrasar-se.” (1Corintios 7,8-9)
Que Maria, o exemplo de castidade e pureza para nós, nos ensine a ter verdadeiramente um namoro santo, que nos leva para Deus. 
Shalom!



24 comentários:

  1. Por isso que a Igreja Cátolica não progride!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina, dois mil anos de existência e não progredimos...
      Se progressão for consentir com o pecado, ficaremos estáticos.
      Shalom!

      Excluir
  2. Existe uma coisa chamada livre-arbitrio. Sendo Pagão, Cristão (Cátolico, Evangelico, Gnostico e Espirita), Candomblecista ou até mesmo Ateu. Somos todos livres, a pessoa em si tem que querer viver um namoro sem vida sexual ativa, e nao por uma Igreja que se diz santa, mais faz um monte de coisas erradas, inclusive pedofilia. Um papa que ja foi nazista, pra mim ja mostra que sua santidade nao merece respeito e fede a lixo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obviamente, todos são livres. Uns escolhem o Céu, outros o inferno. Não sei se percebeu, eu deixei claro no texto, que falava exclusivamente para católicos. Agora quanto as suas acusações, a Igreja não comete pedofilia, seu ignorante. Algumas pessoas ligadas a ela acabaram por cair neste grande erro, mas não foi a Igreja. Na sociedade em geral tem casos de pedofilia todos os dias, e por causa disso você vai cavar um buraco e se esconder pq a sociedade comete pedofilia? Então pq a Igreja tem que ser condenada pelos erros de alguns?
      Quanto ao Papa, ele não foi nazista. Ele é alemão, assim teve que se alistar no exército como todos nós. Eu me alistei no exército, e nem por isso sou um militar, e caso as forças armadas do Brasil façam horrores, eu não sou obrigado a tomar a imagem dessas atrocidades. Deixe de ser desrespeitoso e ignorante. Vá estudar antes de fazer ataques sem conhecimento de causa.
      Passar bem.
      Shalom!

      Excluir
    2. "EU NÃO ESTOU NA IGREJA POR CAUSA DO PAPA. EU NÃO ESTOU NA IGREJA POR CAUSA DOS CARDEAIS. EU NÃO ESTOU NA IGREJA POR CAUSA DOS PADRES. EU ESTOU NA IGREJA POR CAUSA DE JESUS CRISTO! E SE HOUVER ALGUMA FALHA DA PARTE DE QUALQUER UM DELES, ISSO NÃO SERÁ O SUFICIENTE PARA EU DESANIMAR EM MINHA FÉ" Pe. Fábio de Melo.

      Excluir
  3. Eu nasci livre, e sempre serei livre. Bom não acredito em céu nem inferno. E se vc estuda mesmo religião, saberia que Inferno (Mundo dos Mortos) ou seja Jesus desceu ao Inferno (Mansão dos Mortos)antes de sua ''ressureição'' (coloquei em aspas porque cabe a pessoa, acreditar ou não nas escrituras. A igreja cometeu, comete e ainda cometera muitos crimes enquanto não cair, veja a inquisição e como muitas pessoas morreram por ignorancia de sua ''Santa Igreja''.
    O Cristianismo é todo baseado em mentiras e mortes, deixe a biblia de lado e vá estudar historia ou antropologia. Jesus só foi considerado filho de deus no Primeiro Concílio de Constantinopla em 381 d.c, e como então a Igreja foi fundada por cristo se ela só foi decidir depois que ele era filho de deus. Assim como a virgindade de Maria tambem foi questionada nesses concilios. E nessa guerra toda ouve a Cisma do Oriente onde houve separação das igrejas, como por exemplo Igreja Cátolica Apostolica Romana e Igreja Ortodoxa.
    E agora vc vem me pedir para estudar, qualquer pessoa com um pouco de inteligencia sabe que o Cristianismo é o pior lixo da humanidade, e matou a cultura religiosa de muitos povos, como os indios aqui no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua ignorância quanto a história da Igreja me causa vergonha alheia. Espero que a luz do Espírito Santo desça sobre você.
      Acompanhe outros artigos sobre isso que tenham, ou que possam abordar os temas por você ditos. Mas, estude a verdade, e não o que vc concebe como verdade. Ninguém aqui disse que vc não é livre, tanto que vc é livre até para acreditar ou não em Céu e inferno. Mas um dia você crerá.
      Fique com Deus e Nossa Senhora.
      Shalom!

      Excluir
    2. Sou outro cara que tava lendo tudo isso, e estou dando risada, como vc pode falar: "estude a verdade, e não o que vc concebe como verdade", isso eu acho que lhe serve a vc também, pois, a religião vai falar que é verdade, e outras também vão falar, e assim por diante, e essa discussão não vai levar a nada, sou ateu, respeito a todos e tudo, religiões, opiniões, e desprezo todo tipo de pre-conceito, tanto quanto religiões, homossexualismo, castidade e tudo o resto. Porém, se existe livre arbítrio, como vc mesmo falou, por que não deixar as pessoas serem como elas quiserem ser?

      Excluir
  4. Minha ignorancia sobre a história da Igreja? Me apresente argumentos que contradizem a atrocidade que aconteceu na Iquisição a mando da Igreja, se vc apresentar argumentos historicos comprovados, eu peço desculpa a vc.
    Vc esperara bastante então, ja que nao sou Cristão e nao creio no Espirito Santo.
    Isso é a verdade, é a verdade historica, muitas pessoas morreram pela mão do Santo Oficio por pensarem ou acreditarem em algo diferente do pensamento Cátolico.
    Bom então irei esperar esse dia, mais sei que nunca chegara, até porque todos nós viemos do divino e carregamos sua centelha dentro de nós, independente das nossas açoes aqui na terra.
    Seja abençoado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um programa na Canção Nova chamado "Escola da Fé" com o prof. Felipe Aquino. Lá ele aborda melhor temas como este. Talvez você possa ler algumas de suas obras. Pq eu sou leigo, talvez um doutor em física seja mais aceitável.
      Não vou discutir, apenas estou te propondo isso. Você é livre. Que Deus e a Virgem Maria estejam contigo.

      Excluir
    2. Anônimo, que livro você leu sobre a inquisição? Você sabe exatamente o que ela foi, porquê foi? Que fontes você poderia apresentar, para fazer estas alegações?

      Com todo o respeito, mas os ateus ativistas não tem criatividade... É sempre o mesmo argumento: inquisição, inquisição... Graças a Deus, as pessoas mais eclarecidas já entenderam que os acontecimentos ocorridos na Idade Média não podem ser analisados usando-se os padrões de moral de hoje. E quem aprofunda um pouquinho mais o estudo, descobre também que a Igreja não executava ninguém, e sim o Estado. Além disso, para os padrões morais e culturais da época, uma ofensa ao rei já era motivo para tortura e pena de morte. Imagine então contra Deus?

      Na verdade, a questão toda é muito mais complexa do que parece, e o fato é que a Igreja, ao contrário do que se imagina, coibia o ímpeto sanguinário dos governantes da época. O problema é que a pessoa assiste um filme holywoodiano (Hollywood = EUA = protestantismo) e já sai tirando conclusões definitivas sobre as coisas...

      Eu tenho um blog e escrevi um post sobre o assunto já há algum tempo. Quem quiser conferir, segue o link abaixo:

      http://vozdaigreja.blogspot.com.br/2011/05/entendendo-inquisicao.html

      Parabéns, Anderson, por este apostolado!

      Henrique Sebastião

      Excluir
  5. Concordo com a Paulinha, este texto está muito bom mesmo, parabéns, Anderson! Você exprimiu com muita fidelidade o que ocorre muito hoje, infelizmente, dentro da Igreja com os casais de namorados que se deixam levar pelo comodismo (leia-se Apostasia) e tudo o que o mundo oferece. Obrigado por ter aceitado o chamado do Senhor e ter esta bela missão de alertar sobre a verdadeira doutrina de nossa Igreja. Abraço da paz!

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo bonito apostolado! O assunto é realmente muito importante.

    Vosso blog entrou para a lista da fraternidade Voz da Igreja, que divulga blogs católicos na rede. Caso considerem conveniente, ficaríamos felizes em aparecer também em vossa lista de divulgação, pois vivemos um tempo de necessária união entre os verdadeiros católicos.

    Abraço fraterno, e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo seja sobre vossas vidas!

    Henrique Sebastião

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém!
      Vou adicionar também ao meu blog.
      Fiquem com Deus e Nossa Senhora.
      Shalom!

      Excluir
  7. Um texto muito bom, bem explicativo, mas na realidade as coisas são um pouco mas complexas, musicas podem ate influenciar algumas coisas, mas não seria desculpa para uma fraqueza?
    O ser humano tem que assumir suas fraquezas sem colocar culpa em pessoas ou musicas etc. Todos nos temos desejos sexuais que são próprios da natureza humana, esses desejos tem que ser canalizados de forma correta, para que não se tornem causa de queda. E falar é fácil, quero ver na pratica.
    Fiquem na paz.

    ResponderExcluir
  8. Ótimo texto muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  9. Amei seu texto e o seu site, sou catolica toda a minha vida mas me aproximei de Deus nos ultimos 3 anos, faz um ano que vivo um namoro santo, eu o encontrei na Jornada Mundial da Juventude em Madri. Entrei no seu site por causa da foto do casal segurando o rosario. Nos sentimos tentados as vezes, mas estamos nos tornando cada vez mais fortes atraves da oracao, no momento fazemos o rosario e o terco da divina misericordia todos os dias. Gostaria de pedir a sua oracao por nossa santidade, estamos planejando nos casar em Janeiro de 2014.
    Seu texto e muito bom e foi muito bem escrito, com o coracao e fundamentado no catecismo. E tambem me fez refletir muito sobre a minha situacao, muito obrigada. Que Deus guie seus passos.
    Tatiana Marques

    ResponderExcluir
  10. Deus seja louvado pela sua vida, Anderson! Eu encontrei seu blog agora há poucos minutos, por providência divina mesmo!! Estava pesquisando sobre namoro santo, limites no namoro, essas coisas.. e vim parar aqui.
    Que Deus te abençoe nessa caminhada, q Ele te fortaleça a cada dia e Maria Santíssima te conduza e te proteja!
    Parabéns pelo texto! Fiquei mt feliz em lê-lo e me senti muito motivada a continuar nesta luta! Muito obrigada pelo seu sim!
    Um abraço!!

    Daniela/ES

    ResponderExcluir
  11. Concordo. Gostei muito do texto. Os anos passam,a sociedade vai se modernizando, mas os mandamentos de Deus permanecem o mesmo. Por mais moderno que seja o homem a natureza humana será sempre a mesma. Diz o Senhor Jesus:*Quem quer me seguir renuncie a si mesmo tome a sua cruz e me siga* Oração, Jejum toda semana, Rosário, bíblia, missa, confissão, conforme ensina Nossa Senhora em Medjugorje - http://www.medjugorjebrasil.com/
    Fazendo assim, podemos nos revestir do que é santo e caminhamos com mais clareza na estrada de Jesus.
    A paz de Cristo.

    ResponderExcluir
  12. Gostaria de coração quem está falando agr, ao vivo na data de hj 23/06/13 as 12:20, me fez ver o mundo com outros oolhos, alguém me responda, é alguém que pede socorro! que deseja abandonar o Pecado pra sempre....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Salve Maria Imaculada!
      Bendito seja Deus por vc querer abondar o pecado para sempre. Recomendo que leia este exame de consciência para fazer uma boa confissão ao sacerdote =] http://catolicoargrade.blogspot.com/2012/05/exame-de-consciencia-para-adultos.html

      Então, estava no automático... O que era que estava sendo falado?

      Excluir
  13. Talvez tenha alguém que me crucificando pelo meu nome fack, Meu Nome é Alan Vitor, Depois dessa pregação que acabei de ouvir sei de fato o que Deus reserva pra mim,és-me aqui Senhor, fazei em mim segundo sua vontade...nem que haja apenas 1 justo o filho do Criador estará lá.

    ResponderExcluir
  14. Muito bom texto, Anderson. Infelizmente dentro da própria Igreja é difícil encontrar pessoas que tenham um pensamento dito radical como o seu. Penso da mesma forma. Estou montando uma palestra sobre o Namoro na Igreja e seus comentários me ajudaram muito. Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  15. Olá Anderson...adorei seu blog....tenho este mesmo pensamento com relação a namoro e já coloquei isto nos pes do Senhor,,,se for da vontade dele...encontrarei uma pessoa que queria viver...o somho de Deus junto a mim! Parabeens pelo seu blog e por ser um instrumento nas maõs de Deus...e temos que ser Violentos mesmo como diz a palavra de Deus Mateus 11,12 São os violentos que os conquistam...radicalidade a loucura da cruz...nadar contra a maré....paga o preço pra chegar ao seu conseguir almas pra Deus!! Fica com Deus e Maria

    ResponderExcluir