quinta-feira, 26 de abril de 2012

Diga NÃO as "Cristotecas" e/ou "baladas santas"



http://www.facebook.com/photo.php?fbid=318178071574523&set=a.270592886333042.67938.246079368784394&type=3&theater

4 comentários:

  1. Oi Anderson, a paz de Cristo!
    Não sei se tem conhecimento destas práticas, mas as baladas (vou citar um exemplo) feitas pela Canção Nova (de Curitiba, por exemplo) são bastante direcionadas e inspecionadas, e por isso não são apenas momentos de euforia desregrada, mas sim momentos de alegria e descontração sem malícia alguma. E, só para constatar, ao final de toda balada há um momento de adoração ao Santíssimo. E sim, há exposição do Senhor em uma mesinha no centro, para que todos possam se aproximar do Rei dos reis.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Olha, eu vou ter que discordar de você, pois já fui em muitas baladas cristãs e teve adoração SIM e ainda por cima é feito missa antes de começar, agora se você foi em uma e não teve, e por isso ficou frustrado (porque é o que parece) penso que você deve rever muito bem os seus conceitos antes de criticar algo com tanta certeza.

    Verônica Góes

    ResponderExcluir
  3. A questão não é ter ou não adoração durante as baladinhas. A questão é: isso convém? Isso gera conversão sincera de verdade? Afinal não digo isso por mim, mas pelo que tem acontecido nas dioceses que a promovem. Tem acontecido várias aberrações, algo de deveria ser uma confraternização é usado como centro de uma evangelização que por vezes em alguns lugares torna-se uma perdição.
    Shalom!

    ResponderExcluir
  4. E por isso você está rotulando todas???? é ridículo o seu pensamento, porque vc não critica especificamente as que estão gerando polemicas, eu já muitas pessoas serem tocas e muito em "baladinhas". Continuo achando que você deve rever seu conceitos.

    Verônica

    ResponderExcluir