quinta-feira, 22 de março de 2012

Pepsi utiliza restos de fetos abortados em suas bebidas


O que o leitor acha de tomar um refrigerante feito com restos de fetos abortados? É isso mesmo! A PepsiCo está investindo 30 milhões de dólares em uma pesquisa para adicionar restos de fetos abortados nas suas bebidas. A informação é da agência ACI do dia 28 de outubro de 2011.
A PepsiCo assinou, em agosto de 2010, um acordo com aSenomyx para desenvolver adoçantes potencializados para suas bebidas e está investindo $ 30 mi pela investigação e futuros “royalties”Senomyx é uma empresa especializada em desenvolver pesquisas para o “melhoramento” de sabores artificiais.
É sabido que a Senomyx, em várias de suas patentes, utiliza o HEK-293 (Human Embryonic Kidney 293 cells), isto é, células dos rins de fetos abortados.
Um dos acionistas apresentou uma resolução à PepsiCo para que esta “reconheça os direitos humanos e utilize padrões éticos que não envolvam usar restos de seres humanos abortados em investigações privadas e compartilhadas assim como em acordos de desenvolvimento”.
Uma organização pró-vida Americana, Children of God for life, escreveu para as duas empresas em questão protestando contra essa prática. A Senomyx não se manifestou e a PepsiCo respondeu simplesmente dizendo que isso resultaria em produtos “de grande sabor e com menos calorias”.
A mesma organização está promovendo um boicote à Pespi que está se espalhando pelos Estados Unidos, península ibérica, Austrália, Alemanha, Irlanda, Escócia, Polônia e Reino Unido.
Vemos, caro leitor, que numa sociedade em que Deus está posto de lado, coisas como essas vão se espalhando por toda parte. O que mais pode acontecer?
Finalizo lembrando uma oração de Davi a Deus: “Acordai, Senhor! Por que dormis? Despertai! Não nos rejeiteis continuamente!” (Salmos 43,24).

Nenhum comentário:

Postar um comentário