quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O Milagre de Fátima (Filme Completo)

         Este filme é muito interessante e edificante quanto ao conhecimento das mensagens de Fátima. Sabemos que as mensagens e tudo o que envolve as aparições de Fátima são incontavelmente maiores e mais profundas do que o filme relata. Desde as aparições do anjo, como o conteúdo das mensagens, as visão do inferno, e os fatos ocorridos como, por exemplo, as penitencias feitas pelos pastorinhos e a morte de Francisco e Jacinta (se cumprindo o que Nossa Senhora lhes disse). Mas de qualquer forma, é uma chave para que possamos conhecer mais as coisas divinas, e saber o que a Santa Mãe de Deus nos ensina e exorta para que sejamos santos e consequentemente: salvos.
         Shalom!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Carnaval: na opinião de um Católico


“Não sabeis que vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, então, os membros de Cristo e os farei membros de uma prostituta? De modo algum! Ou não sabeis que o que se ajunta a uma prostituta se torna um só corpo com ela? Está escrito: Os dois serão uma só carne (Gn 2,24). Pelo contrário, quem se une ao Senhor torna-se com ele um só espírito. Fugi da fornicação. Qualquer outro pecado que o homem comete é fora do corpo, mas o impuro peca contra o seu próprio corpo.
Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que habita em vós, o qual recebestes de Deus e que, por isso mesmo, já não vos pertenceis? Porque fostes comprados por um grande preço. Glorificai, pois, a Deus no vosso corpo.” (1Corintios 6,15-20)

           Meus queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus, infelizmente temos visto esse ensinamento de São Paulo ser cada vez mais desprezado pela geração atual. Em todas as épocas do ano as pessoas profanam seus corpos – que é templo do Espírito Santo - , transformando-os em templos de satanás pela profanação e vivencia em pecado e amarras nesses pecados. É difícil de se ver – ao menos publicamente – as pessoas cumprirem o ultimo versículo “glorificar a Deus no corpo”. Pelo contrário, quantos casos vemos de prostituição, roupas indecentes, “ficar” (ou pegar), namorar mundanamente, trair, viver sem compromisso, vida sexual ativa antes do casamento, etc., etc.; e o que mais me incomoda é fato de que muitas dessas pessoas terem uma certa vivencia na Igreja (como tenho denunciado aqui no blog).
            As pessoas perderam o Santo Temor de Deus, e passaram a se prostituir, mesmo sendo de “Igreja”, acaba por achar normal a prostituição oferecida pelo mundo, e acaba sendo denegrida pelo pecado, e se afundando até a perdição eterna. O que dizer dos tempos do Carnaval, por exemplo? O Carnaval, infelizmente, é o tempo do ano em que as pessoas fazem tudo aquilo que faz ou tem vontade de fazer no resto do ano, mas de forma escancarada e mais suja possível. É nessa época em que os acidentes de transito aumentam (por ingestão de bebida alcoólica), aumenta o numero de caos de AIDS e DSTS, o aborto também aumenta, e mais uma série de números tristes para uma sociedade que se diz evoluir.
            O Carnaval é o tempo em que as pessoas pegam as máscaras que usam na Igreja e vão foliar, dançando conforme a música do diabo. Ninguém parece mais querer ser santo nos dias de hoje; os que querem são atacados e taxados como loucos (e outros adjetivos piores), simplesmente por fazerem a vontade de Deus. Tenham o Temor de Deus! É incrível ver que ninguém tem o temor de Deus. As pessoas não usam mais um crucifixo no pescoço, mas levam camisinhas em suas carteiras ou bolsas. As pessoas não cantam mais os cânticos de louvor e adoração, mas estão cantando “Ai se eu te pego” e as podridões mundanas. Até quando isso vai acontecer? Até quanto o terço vai ser trocado um copo de bebida alcoólica ou um tanto de droga? Até quando essa geração vai viver sem perceber que caminha rumo a precipitação?
            Cadê a juventude santa do fogo do Espírito proveniente da RCC e movimentos jovens? Talvez estejam festejando junto com os “pecadores”. Ou então estão festejando como pecadores dentro da Igreja. Talvez o retiro de carnaval não tenha mais oração do terço, adoração ao Santíssimo, mas talvez tenha a festinha eletrônica em que todo mundo pega todo mundo e depois cada um cuida do seu filho. O diferencial é que ao contrário de quem está na escola de samba ou nos blocos, estes últimos podem dizer que o fogo foi do “espírito”. Afinal, muitos tem passado uma falsa imagem da Igreja Católica mundo a fora, mostrando uma face diabólica de quem tem duas vidas: uma mascarada dentro da Igreja, e outra mostrando quem é fora, praticando orgias e tudo quanto é profano e imoral. Ou quando este atinge um nível superior, já faz a segunda opção dentro da Igreja mesmo, afinal não podemos julgar e devemos nos abrir para o “novo”.
            Vi católicos perguntarem se podem assistir desfiles de escola de samba. Eu sou leigo, mas oriento que não se assista. Uma vez que só tem depravação e prostituição. Afinal como chamar as belas mulheres que prostituem seus corpos deixando-os a mostra? Tem um contexto erótico nisso tudo. Eu quanto tive meus problemas na masturbação e afetivos, tudo teve inicio lá atrás na infância, quando aos 4 ou 5 anos já assistia os desfiles de escola de samba para ver as mulheres nuas e prostituidas. Só Deus e meus confessores sabem a conseqüência disso tudo. Fora o que o Padre Léo denunciava: que nos carros alegóricos tinha dentro bruxaria para que se pudessem ganhar o carnaval. Nisso você ta assistindo e adorando satanás, já que suas “relíquias” estão guardadas no carro. Vá adorar o Santíssimo Sacramento, vá cantar os hinos à Nossa Senhora (Ofício de Nossa Senhora por exemplo), vá ver o “desfile” das procissões com o Santíssimo e Nossa Senhora. Cria vergonha na tua cara seu Cristão tolo.
            Vamos parar com essa idolatria com artistas que pagam de cristãos gravando com cantores católicos e que depois comandam o carnaval em grandes centros. Comandam a “adoração” e depois comandam a perdição. RETIRAI-VOS DE MIM OPERARIOS MAUS. E cuidado com o “isso e aquilo não tem mau algum”, pois Eva foi enganada pela serpente por achar que também não havia problema em comer do fruto proibido. Então cria vergonha na cara e viva a castidade. Seja santo porque o Senhor é santo. Jogue fora as caminhas, conteúdos pornográficos, etc.; e se revista da armadura de Deus com: Bíblia, Rosário (ou Terço) Adoração ao Santíssimo Sacramento, Comunhão, Confissão, e uma vida genuína de oração. Dê uma chance a Deus, já que Ele sempre tem te dado chances de mudar e ser melhor. Deixe de ser hipócrita em dizer que se sente amado por Deus, mas no entanto ama as coisas do demônio. Renuncie a vida suja de pecado no nome de Jesus pela intercessão de Maria Santíssima. Eu te desafio a ter um carnaval diferente, eu te desafio a ter uma vida diferente, e descobrir a verdadeira felicidade que não acaba na quarta-feira de cinzas. Vai encarar ou tu és um covarde?
            Finalizo com a Palavra de Deus: “Assim, pois, como Cristo padeceu na carne, armai-vos também vós desse mesmo pensamento: quem padeceu na carne rompeu com o pecado, a fim de que, no tempo que lhe resta para o corpo, já não viva segundo as paixões humanas, mas segundo a vontade de Deus. Baste-vos que no tempo passado tenhais vivido segundo os caprichos dos pagãos, em luxúrias, concupiscências, embriaguez, orgias, bebedeiras e criminosas idolatrias. Estranham eles agora que já não vos lanceis com eles agora nos mesmos desregramentos de libertinagem, e por isso vos cobrem de calúnias. Eles darão conta àquele que está pronto para julgar os vivos e os mortos. Pois para isso foi o Evangelho pregado também aos mortos; para que, embora sejam condenados em sua humanidade de carne, vivam segundo Deus quanto ao espírito.” (1Pedro 4,1-6)
       Vejam agora o seguinte vídeo que gravei a respeito, na qual tive uma batalha espiritual para gravá-lo. Mas Cristo na cruz venceu por mim, e a Virgem Maria pisou na cabeça da serpente. Vejam e divulguem. Amém. Shalom!



domingo, 12 de fevereiro de 2012

Nós também devemos estar no Monte das Oliveiras

“Conforme o seu costume, Jesus saiu dali e dirigiu-se para o Monte das Oliveiras, seguido dos seus discípulos. Ao chegar àquele lugar, disse-lhes: “Orai para que não caiais em tentação”. Depois se afastou deles à distância de um tiro de  pedra e, ajoelhando-se, orava: “Pai, se é de seu agrado, afasta de mim este cálice! Não se faça, todavia, a minha vontade, mas sim a tua”. Apareceu-lhe então um anjo do Céu para confortá-lo. Ele entrou em agonia e orava ainda mais com mais instância, e seu suor tornou-se como gotas de sangue a escorrer pela terra. Depois de ter rezado, levantou-se, foi ter com os discípulos e achou-os adormecidos de tristeza. Disse-lhes: “Porque dormes? Levantai-vos, orai, para não cairdes em tentação”. (Lucas 22,39-46)
       Irmãos, vemos aqui uma Passagem muito bela de Jesus no monte das oliveiras. Vemos ai como Jesus – Deus de Deus – também se retirava em oração para com o Pai que está nos Céus. É interessante que no Evangelho de São Marcos é relatado que Jesus levou três discípulos: Pedro, Tiago e João. Ao primeiro momento gostaria de questionar vocês se estão se retirando com Deus para a oração. Porém, o intuito principal este post não é esse, mas já pense na sua vida de oração para se abrir ao que estou para escrever-vos.
            Jesus Cristo, nosso salvador, é Deus vindo de Deus, e Ele assumiu a forma humana. Sim, porque seria muito fácil se viesse como um “super homem”, muitos não acreditariam na cruz. Mas Ele assume completamente a forma humana; e nessa forma humana, adquire o medo, a agonia. Vemos Jesus agoniado, pois era chegado a hora de Ele ser entregue nas mãos da humanidade e padecer por nossos pecados. Veja que Jesus vai dizer: Pai, se é de seu agrado, afasta de mim este cálice! Não se faça, todavia, a minha vontade, mas sim a tua. Jesus pediu para o Pai, que se fosse possível, retirasse este cálice; ou seja, a cruz na qual Ele seria erguido e morto. Mas ao contrário do que muitas vezes nós fazemos, Jesus diz que se faça a vontade do Pai, e não a d’Ele. E nós sabemos qual foi a vontade do Pai: a cruz pra salvação da humanidade. Não é que Jesus não quisesse nos salvar, muito pelo contrário, mas era porque Ele sabia o que passaria. E mais digo que Jesus ainda hoje vive no monte das Oliveiras, uma vez que mesmo depois de Sua morte e Ressurreição, as pessoas continuam O fazendo sofrer, o renegando, fazendo sacrilégios, profanações ou blasfêmias (até mesmo contra a Eucaristia). As pessoas perderam o respeito pela Cruz e estão perdendo o amor por Deus. Você é um dos responsáveis pela agonia que Jesus ainda passa? Saiba que mesmo na Igreja somos responsáveis por ela; uma vez que muitos estão na Igreja mas vivem como se estivesse no mundo. Já vai dizer São João “Se dizermos ter comunhão com Ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não seguimos a verdade” “Eis como sabemos que o conhecemos: se guardamos os seus mandamentos. Aquele que diz conhecê-lo e não guarda os seus mandamentos é mentiroso e a verdade não está nele”. (1João 1,6 e 2,3-4)  Vocês estão guardando os mandamentos ou estão fazendo a agonia de Jesus. Ou pior, podem estar novamente crucificando o Senhor com seus pecados terríveis.
            Mas o que me chama a atenção, é que Jesus assumindo a condição humana, teve uma atitude diferente da nossa. Ele pede para que o cálice seja afastado, porém pede que seja a vontade de Deus. E nós esquecemos dessa vontade de Deus. Quantas vezes no auge de uma doença, ou um sofrimento terrível, em vez de nos apegarmos a fé fazemos é reclamar com Deus o porquê disso. Tudo tem um propósito, e Deus sabe o porquê e o para quê de cada coisa. Lembro-me da revelação sobre o inferno a Dom Bosco, em que ele relata que é melhor pedir a Deus uma vida cheia de enfermidades e sofrimentos na terra, com a condição de que não irmos para o inferno. Eu sei que pra quem está doente é difícil, mas acho belo ver um adoentado que mesmo no mais alto sofrimento sempre está com seu terço, comunga – vai alguém levar a comunhão em seu leito quando não o pode ir a Igreja – confessa, etc. As pessoas pedem a cura física, mas esquecem-se da cura da alma. Doenças vem por causa de purificação. Preferes sofrer na terra e pegar um resto no purgatório ou pagar tudo no inferno? Claro que tem doenças que são “normais”, outras colocadas por satanás, mas outras é projeto de Deus para a purificação. Eu me converti em uma Paróquia que tem o carisma de celebrar Missa de Cura e Libertação. Mas quantos casos não já teve que o Padre mandou a pessoa se confessar porque ela morreria, porque essa era a vontade de Deus. Minha avó, a mais ou menos um ano atrás, mandaram a notícia que ela morreria a qualquer momento. Acendi minhas velas de Pentecostes, ela continua doente, mas essa morte dela tardou pra quase um ano. Antes seu sofrimento terreno, do que a perdição no inferno.
            A gente pede tanta coisa, e esquece de pedir a vontade de Deus realizada. A vontade de Deus com Jesus foi em prol da salvação humana; da mesma forma, a vontade de Deus vai ser para nós para a nossa salvação. As vezes imagino uma pessoa que tem Aids, que pede incansavelmente a cura – pois só Deus cura já que a ciência não a descobriu -, mas pra que Deus vai curar essa pessoa se ela vai voltar a ter uma vida desregrada e posteriormente se perder nos infernos? Entendem o que quero dizer? Isso vale pra qualquer DST. De que adianta a cura, se depois de recebê-la sairá para as festas, pegando geral, vivendo uma sodomia, etc.? Como já vi casos de pessoas receberem curas, até participarem da Igreja, e depois voltarem pra bagaceira. Deus é coerente, entre te dar o que te perderá e o que te salva, ele ficará com a última. E se não gostar, recorra à ciência.
            Mas isso não se limita somente a doenças. Muitas vezes qualquer tipo de sofrimento. A gente tem que ter bons olhos. E também refere-se a tantas escolhas. As vezes uma faculdade que não deu certo, um emprego que emperrou. Será que essa faculdade e emprego seria algo de Deus? Muitas vezes não estamos fortalecidos o suficientes para eles, e fracos na fé, caímos em pecado, e caímos depois para um lugar quente. As vezes reclama-se “ah to encalhado, não namoro, etc.” porém não vêem se isso é vontade de Deus. Não digo que quem está solteiro vai ser padre, freira, religiosos... (até porque eu estou atualmente solteiro e não me sinto chamado ao sacerdócio, muito pelo contrário). As vezes querendo passar pela vontade de Deus, namora-se com certa pessoa, e o que acontece? Logo te leva pra cama, acaba com sua pureza, e ambos ficam em pecado. Adquirem doenças, ou podem engravidar. Esta ultima dependendo da leviandade da pessoa, pode querer abortar ou dar pra doação (esta ultima é preferível e honroso). E quando cria-se o filho, as vezes juntam-se cometendo o pecado de serem amancebados, e ainda afastam-se da Igreja por achar que são rejeitados por terem filhos solteiros. Conheço gente que teve filho fora do casamento e fez foi voltar pra Igreja de fato. Um namoro pode arruinar uma vida. Vale lembrar dos casos de violência doméstica, que muitas vezes ainda quando no namoro, o namorado (a) agride o outro, e bebe, e usa drogas, etc. Aí depois reclamam com Deus o porque desse sofrimento. Será que não era Deus que deveria ta perguntando o porque da sua escolha?
            E mesmo para pessoas que já caminham na Igreja, o escolher a vontade de Deus é complicado, pois normalmente olha-se apenas para o próprio umbigo. Deus as vezes faz chamados tremendos para cada um de nós, mas preferimos ficar na nossa zona de conforto, e assim deixando as almas se perderem por não querermos avançar nos caminhos de Deus. As vezes um vocacionado ao sacerdócio, freira, religiosos, ou leigos consagrados. Talvez Deus age tão poderosamente que chama a alguns a fundar ou viver em comunidades que vivam a integridade e radicalidade do Evangelho. Mas, preferindo uma vida confortável, deixa a vontade de Deus, sem nem ao menos rezar. As vezes a gente quer anjos que venham nos consolar, mas nunca queremos ser os anjos que consolam as pessoas que jazem nas trevas. Onde está a caridade aí?
            Depois Jesus adverte os discípulos por estarem dormindo e não vigilantes em oração. Nós nos desviamos da vontade de Deus por esse motivo: NÃO ESTAMOS VIGILANTES EM ORAÇÃO! Rezemos o terço, leiamos a Palavra de Deus e meditemos. Busquemos a verdade, doutrina da Igreja, etc. Rezemos sem cessar, na capela do Santíssimo Sacramento aos pés de Jesus Sacramentado, ou quando não é possível no quarto trancado. Mas a falta de vigilância além de nos afastar da vontade de Deus, nos aproxima do maligno. Já vi casos de pessoas vocacionadas a ser padres, que pouco tempo depois souberam da notícia que ele ia ser pai. Falta de vigilância é sobra de tentação. Em um outro Evangelho que relata também este acontecimento Jesus fala: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação. Pois o espírito está pronto, mas a carne é fraca”. (Marcos 14,38) E por falta de vigilância na oração muitos caem. Está em casa sem fazer nada, na internet, ai por falta de oração cai na masturbação. Em casa com amigo (a) do sexo oposto, sem oração, de repente caíram no pecado sexual. E tantos e tantos pecados que por falta de oração, a tentação vem e derruba mesmo. Nós podemos ter a maior vontade do mundo de ser santo em Cristo Jesus, porém nosso espírito está pronto, mas a carne é fraca, e pra vencer a carne só calejando o joelho na oração, rezando o terço, adorando o Santíssimo, “comendo” a Palavra de Deus, estudando a vida dos santos, a doutrina da Igreja. Se não quer viver a santidade, feche a porta do quarto, se coloque em oração, e peça a vontade de Deus, se for da vontade d’Ele Ele tire a sua vida de oração. Mas já vai preparando o joelho e o Rosário antecipadamente.
            Que se faça na sua vida a vontade de Deus. Quem obedece nunca erra.
            Shalom!
           
           

ps: post sobre o inferno que disse: http://catolicoargrade.blogspot.com/2012/01/o-inferno.html

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Papa ‘exorcizou dois homens no Vaticano’, afirma um novo livro.

Sem se dar conta, o Papa Bento XVI realizou um exorcismo em dois homens possuídos pelo Demônio no próprio coração do Vaticano, de acordo com o mais conhecido exorcista da Igreja Católica, Padre Gabriele Amorth.
Por Nick Squires, Roma – The Telegraph, 6 de fevereiro de 2012 | Tradução: Fratres in Unum.com
O Papa realizou um exorcismo, de acordo com afirmações feitas em um novo livro.
O Papa realizou um exorcismo, de acordo com afirmações feitas em um novo livro.
Em um novo livro, o Padre Amorth, o exorcista para a diocese de Roma, faz um relato bizarro de como ele e duas assistentes levaram dois “possessos” italianos a uma das audiências semanais do Papa na Praça de São Pedro, em maio de 2009.
Em seu livro, “The Last Exorcist – My Fight Against Satan” [“O Último Exorcista – Minha Luta Contra Satanás”], ele afirma que a simples presença do pontífice curou os homens de suas aflições demoníacas.
O padre Amorth disse que suas duas assistentes acompanharam os dois homens na Basílica de São Pedro quando o Papa estava sendo conduzido entre as multidões de fiéis no “Papamóvel” branco.
As mulheres conseguiram assentos para os dois homens na área de assentos normalmente reservada a pessoas com deficiências.
Quando o Papa se aproximou deles, os homens, identificados somente como Marco e Giovanni, começaram a agir estranhamente, escreveu o Padre Amorth.
Ele descreveu como eles tremiam e como os seus dentes rangiam.
Quando uma das assistentes pediu a Giovanni para se controlar, ele disse “Eu não sou Giovanni” em uma voz que não era a sua, afirmou o padre Amorth.
Tão logo o Papa desceu do “Papamóvel”, os dois homens se arrojaram ao chão.
“Eles batiam suas cabeças no solo. Os guardas suíços assistiram, mas não fizeram nada,” escreveu o sacerdote.
“Giovanni e Marco começaram a vociferar ao mesmo tempo, eles estavam deitados no chão, uivando”.
“Eles estavam tremendo, babando e entrando em frenesi”.
“O Papa assistia de longe. Ele levantou um braço e abençoou os quatro. Para os possessos isso funcionou como um solavanco furioso – um soco em seus corpos por inteiro – na medida em que eles foram arremessados a três metros para trás,” continuou.
“Eles pararam de uivar, mas choraram incontrolavelmente.”
O padre Amorth, que afirma ter realizado milhares de exorcismos, escreveu: “Não é mistério algum que os atos e palavras do Papa podem enfurece Satanás… que a simples presença do Papa pode acalmar e de alguma maneira ajudar os possessos em sua luta contra aquele que os possui.”
Federico Lombardi, o porta-voz do Vaticano, refutou o relato, dizendo que Bento não estava ciente das aflições dos homens e não tivera a intenção de realizar um exorcismo.
O padre Amorth é uma figura polêmica, cujos pontos de vista francos já embaraçaram o Vaticano no passado.
Em novembro ele classificou a ioga com “má”, afirmando que ela leva ao culto do hinduísmo e outras religiões orientais baseadas em “uma falsa crença na reencarnação”.
Ele também se pronunciou contra Harry Potter, dizendo que os livros infantis parecem inócuos, porém, de fato, encorajam as crianças a acreditarem em magia negra e bruxaria.
O Demônio “estuda cada um de nós e nossas tendências em direção ao bem e ao mal,” disse o padre Amorth, cujo novo livro tem por subtítulo: “It’s not me who is frightened of the Devil, it is he who is frightened of me” [Não sou eu quem está com medo do Demônio, é ele quem está com medo de mim”].

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Logomarca oficial da JMJ Rio2013: Conceito

Conceito
Com base no trecho da Palavra do Evangelho de São Mateus, percebe-se a necessidade de expressar uma referência direta à imagem de Jesus e ao sentido do discípulo. Neste episódio, Jesus se encontrou com seus discípulos em uma montanha, após sua ressurreição. Como símbolo da cidade do Rio de Janeiro, o Cristo Redentor também se encontra em uma montanha e é um monumento reconhecido no mundo inteiro. O tema é uma palavra de ordem proclamada pelo próprio Senhor Jesus, e assim a Sua imagem possui destaque no centro do símbolo.
Os elementos do símbolo formam a imagem de um coração. Na fé dos povos o coração assumiu papel central, assim como o Brasil será o centro da juventude na Jornada Mundial. Também designa o homem interno por inteiro, se tornando nesta composição a referência aos discípulos que possuem Jesus em seus corações.
Os braços do Cristo Redentor ultrapassam a figura do coração, como o abraço acolhedor de Deus aos povos e jovens que estarão no Brasil. Representa nossa acolhida, como povo de coração generoso e hospitaleiro.
A parte superior (em verde) foi inspirada nos traços do Pão de Açúcar, símbolo universal da cidade do Rio de Janeiro, e a cruz contida nela reforça o sentido do território brasileiro conhecido por Terra de Santa Cruz. As formas que finalizam a imagem do coração possuem a cor azul, representando o litoral, somada ao verde e amarelo que transmitem a brasilidade das cores da bandeira nacional.

Todos os direitos reservados. Marca registrada.
Logomarca oficial da JMJ Rio2013 protegida nos termos da Lei de Direitos Autorais.
SETOR COMUNICAÇÃO JMJ RIO2013
























































Fonte: http://www.rio2013.com/pt/noticias/detalhes/202/logomarca-oficial-da-jmj-rio2013-conceito

As infelizes roupas e atitudes de alguns padres

              A paz irmãos e irmãs em Cristo Jesus. Gostaria de falar aqui sobre os sacerdotes; que são essenciais para a nova vida católica, afinal sem eles com teríamos os sacramentos? Mas infelizmente não venho apenas elogiar, mas fazer uma exortação perante a algumas calamidades que têm se alastrado dentro da Igreja. Os nossos padres precisam ter postura e se comportarem como tal, e não como um leigo. E o triste é que as vezes como um leigo que nem pratica a fé. Querendo ou não esse tanto de padres que são meio “frios” são frutos dos planos da Nova Era, que é destruir a Igreja, e por dentro. Já diria o Papa Paulo VI (se não me engano) que a fumaça de satanás entrou dentro da Igreja. E essa fumaça para se espalhar “melhor” tem feito sua “fogueira” dentro dos seminários, e com isso formando sacerdotes despreparados. É óbvio que não são todos (GRAÇAS A DEUS), porém, existe um número considerável de padres e seminaristas que tem o intuito de acabar com o sagrado. E outros que faz isso sem nem mesmo se atentar.
            Começando pelo vestuário, é incrível como as profecias de aparições de Nossa Senhora tem se revelado quanto a isso. Tanto na parte dos leigos que usariam modas mundanas, quanto aos sacerdotes e religiosos que deixariam suas vestes para vestirem roupas comum. Ora, quando não se está celebrando a Missa, como identificar um padre? Quando a pessoa recebe o Sacramento da ordem, se doa por inteiro nas mãos de Deus. Tanto que, da mesma forma que o matrimônio, este é indissolúvel (mesmo com infelizes casos de padres que largam a batina). E muitos largam a batina ainda quando exercem o ministério de sacerdote. Ou vai me dizer que nunca viu um padre como se fosse um qualquer na sociedade? Eu já vi entrevistas que tinha um frei, que usava roupa normal, e pensei que era um leigo; só me atentei quando vi o nome embaixo. E olha que freis tem a fama de serem mais rígidos. Neste caso não me importo muito, pois se tratava de um entrevista de um triste fato de profanação. Mas existem tantos outros que largam a roupa de padre, como alguns padres “midiáticos”, que as vezes além de largar a batina largam o nome de padre. O Padre Fábio de Melo, por exemplo, tinha CD em que estava escrito apenas “Fábio de Melo”. Podem dizer que não tem problema, ou que pode “atrair” protestante, etc., mas não é bem o caso. Um primo meu me informou que minha avó paterna – que é protestante – tem o Cd do PADRE Fábio de Melo, e diz que ele não é mais padre porque não tem nem nome, nem roupa de padre. Ai vos pergunto caros irmãos: aproxima ou afasta da Igreja?
            Lembro-me que na minha infância, antes de eu ter me afastado terrivelmente da Igreja, eu nas Missas sempre ia na sacristia pedir a benção pro padre. E ele sempre estava vestido como padre. Era lindo ver como todos os padres se vestiam como tais. Claro que tem momentos em que pode dar uma “liberada”, mas tem padre que acha que só em alguns momentos deve usar a rouba de padre. Este último só quando celebra a Missa, a casula no caso, ou se não for solene só a túnica mesmo. A situação às vezes pede que seja mais simples, mas também existem padres que se pudessem celebrariam de camiseta e bermuda. Aí se muitos sacerdotes fazem isso, quanto mais os leigos sem conhecimento nenhum. O Código de Direito Canônico tirou a obrigatoriedade do uso do véu; no entanto, tem mulher que acha que tirou o uso da roupa, e vão para a celebração eucarística quase que como veio ao mundo. Ai junta com um padre que não esta zeloso quanto ao seu ministério, ai ocorre o grande pecado do abandono do sacerdócio por opção de “casamento”. Afinal, um padre também tem sua sexualidade, por isso ele precisa impor respeito, e a sua roupa de padre serve pra isso. Ai chega uma mulher não muito virtuosa, vai confessar com o padre que se parece com um amigo, ou até com alguém que ela tenha tido um relacionamento amoroso, ai acaba sendo instigado pelo demônio a ambos caírem no tremendo pecado.

Pe. Marcelo Vieira Junior - Santo Antonio GO
            Querendo ou não, um padre que se veste como padre, verdadeiramente está exercendo zelosamente seu ofício. Um grande exemplo é São Padre Pio. Alguém tem foto dele sem o seu hábito? Eu não tenho. Este homem amava seu sacerdócio, e zelava até o último ponto da lei. Nos dias de hoje, a maldita Teologia da Libertação com influencia Marxista e Comunista, além de destruir a Liturgia e todo o sagrado, tem destruído os sacerdotes mantedores do sagrado dentro da Igreja. Graças a Deus ainda existem sacerdotes que fazem do seu sacerdócio uma excelência ofertada a Deus. Ainda temos os sacerdotes, prediletíssimos filhos de Nossa Senhora, que ainda ouvem Suas profecias. Um exemplo é o Padre Paulo Ricardo. Alguém aqui que assiste seus vídeos já o viu sem batina? É lindo de se ver um PADRE se vestindo como PADRE! - Mas talvez eu seja criticado, caluniado, e até dizendo que to falando mal dos sacerdotes. Mas desde já aviso que amo tanto o sacerdócio, que faço essa exortação mesmo sendo leigo, porque não quero que o sagrado seja destruído pela fumaça de satanás. – Lembro de um caso interessante que ocorreu em Santo Antônio do Descoberto – GO, que foi um vigário correndo para acolher as pessoas que estavam sendo oprimidas pela polícia após uma manifestação. Gente, a coisa mais linda do mundo ver um padre vestido com sua batina correndo pra defender seus fiéis. Ele se destacava no meio da multidão justamente porque um padre tem que ser o destaque de uma comunidade; destaque de santidade, humildade, de fé. Vocês acham que o caso teria mais ou menos repercussão se fosse um padre “bombadinho”, com camiseta apertadinha, bermuda, etc.,? Se brincar nessa descrição achariam que era o “Cléber BamBam”. As pessoas seguiram o padre para a Paróquia, porque viram e confiaram nele como padre. Aliás essa confiança e respeito que tem faltado da parte dos fiéis para com os padres é algo bem claro. São vários os motivos, mas a falta de um vestuário decente juntamente com a falta de submissão total ao Sumo Pontífice são exemplos. O Padre Paulo Ricardo – só pra exemplificar – (aliás acho que foi ele) disse que estava no aeroporto – com sua linda batina de PADRE – e uma pessoa pediu para se confessar; ele confessou, e deu a absolvição. E pasmem: essa mulher estava prestes a ir suicidar-se, e viu o padre e foi se confessar, com isso desistiu do suicídio. Será que teria desistido se não tivesse padre? Ou melhor, tivesse mas não o enxergasse. Porque um padre sem roupa de padre continua sendo presença de Cristo em nosso meio, só que um Cristo camuflado, e eu não tenho dom de perscrutar coração pra saber quem é ou não padre.
            Muitos falam que assim se vestem pelo fato de que facilita a evangelização; principalmente dos jovens. Será mesmo? Vejam, se fosse tão saudável a Santíssima Virgem não teria já alertado quanto a isso. O Beato João Paulo II foi um Papa jovem e que sem duvida evangelizou e tirou das garras do demônio muitos jovens. E por acaso João Paulo II precisou tirar a batina para isso? (Como tem padre que não só renuncia a batina, como renuncia o nome e a postura de “padre”) Por acaso João Paulo II precisou inventar moda na Liturgia da Missa para que cressem em Jesus Eucarístico? Por acaso João Paulo II secularizou e profanou o sagrado para causar efeito na sociedade que não era cristã? Não! Este bendito Papa, foi santo e fiel a Deus completamente. Apenas fez o que o mestre Jesus lhe ordenara. Às vezes acho que um padre que se sente tão bem usando roupas seculares na maioria dos dias, deve ser porque não se sente bem com o sacerdócio, sendo para ele um escândalo. Coragem filhos prediletos da Virgem Maria, mostrem ao mundo aquilo que vocês são: TODOS DE CRISTO! Vocês não precisam ser padre isso, ou padre aquilo, sejam apenas PADRES, pois não precisamos de Missa disso ou missa daquilo, precisamos apenas da SANTA MISSA. Sede santos padres, sou leigo, mas sou um leigo que ama e reza pelo sacerdócio. Todos devem rezar pelo sacerdócio, afinal sem ele não haverá nem o matrimônio para os que são chamados a isso.
           

Frei Josué

Padre Paulo Ricardo





















Bento XVI na JMJ Madrid


Beato João Paulo II





















Papa Bento XVI - meu Papa é jovem sem tirar a batina.
Uma última consideração: João Paulo II era chamado de "o Papa Pop". Veja que pra ser pop ou grande evangelizador em massa não é preciso fazer nada além do que ser aquilo que Deus sonhou que fosse. O "pop" não precisou ser o comum pra ser aceito junto com seu Senhor.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012