sábado, 31 de dezembro de 2011

Virada de ano com Deus e não com o diabo!

            E mais um ano se vai, e outro que chega. Até quando? Sim, porque é fato que daqui a pouco Jesus voltará em Sua Glória! Às vezes fico imaginando, se Jesus voltasse no momento da virada de ano... Como seria? Seria algo belo? Se você fosse salvo sim, seria. Mas e aquelas pessoas que estão a se embriagar, usar drogas, fazer sodomia, baixaria total, etc? Como seria a volta de Jesus no momento da virada?
            Amados, tem gente que é Católico fervoroso o ano todo, mas quando chega nas festividades deixa a “macaca solta”, começa a se mostrar realmente como um bom pecador. E mesmo que você ache que não é bem assim, olhe a quantidade de gente que diz que crer em Jesus Cristo mas que no entanto esta na bagaceira. E mais ainda, talvez você não vire o ano adorando o Santíssimo Sacramento, mas vire adorando satanás. Acha que não? E as superstições de fim de ano provém de onde se não dos infernos? É inadmissível CATÓLICOS acreditarem em horóspoco, espiritismo, supertições, simpatia, etc.
            Tem gente que passou o ano pulando nos eventos da Igreja, mas que vai virar o ano pulando 7 ondinhas. Pula, pula, que nessa onda você vai pular em um mar escaldante. Muitos foram “devotos” de Nossa Senhora durante todo o ano; mas nesses tempos estará fazendo oferta ao demônio iemanjá. Seja no mar, ou em lagos – como é o caso de Brasilia -. Mas que tipo de Católicos são esses meu Deus do céu!? Na Bahia mesmo vemos exemplos, pessoas que freqüentam os templos católicos, que vão estar cheias de supertições; é fitinha pra lá, pra cá, e faz isso e aquilo, oferta pra num sei o que, e vai pro candomblé, e é muito axé. Mas eis que vos digo, ou servem a Deus e fazem ofertas a Deus; ou então serão aceitas as oferendas no mar do fogo do inferno. Ah to sendo duro? São as ordens do Senhor para vós, povo hipócrita que se prostitui com falsos deuses!
            O candomblé, principalmente, por ter associado santos católicos com seus “santos”, faz com que muitos desprovidos de conhecimento comecem a adorar ao diabo. No entanto, eu grito em nome do Senhor Jesus Cristo: NÃO ADORES AO DIABO, ADORES AO ÚNICO DEUS SE SENHOR! Não leia horóspoco, astrologia, adivinhações, cartomantes, visionários, superstições de todo tipo, simpatia, bruxaria, macumba, e todo culto anti-cristão. E quer saber o que é anti-cristão? Estude a Bíblia e a doutrina Católica, e ai sim, segundo nosso Senhor Jesus Cristo, saberás o que é certo e o que é errado.
            “[...] para impedir que certas pessoas andassem a ensinar doutrinas extravagantes, e a preocupar-se com fábulas e genealogias. Essas coisas em vez de promoverem a obra de Deus, que se baseia na fé, só servem para ocasionar disputas.” (1Timótio 1,3-4)  - Isso é o que devemos fazer!
“Não praticareis a adivinhação nem a magia” (Levítico 19,26)
“Se alguém se dirigir aos necromantes ou adivinhos para fornicar com eles, voltarei meu rosto contra esse homem e o cortarei do meio de seu povo” (Levítico 20,6)
       Até porque a Palavra de Deus é clara: “Não se ache no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê a adivinhação , à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia, ao espiritismo ou à invocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abomina aqueles que se dão a essas práticas” (Deuteronômio 18,10-12)
Que a Virgem Maria destroce a cabeça de satanás nessa virada de ano!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Retrospectiva pessoal de 2011 - O Glória!

Olá amados filhos do Deus vivo. É com grande alegria que escrevo este post para o blog, relembrando do que aconteceu – comigo em particular – neste ano de 2011. Se ano passado foi melhor que 2009, este ano foi um dos melhores anos da minha vida.
Como devem saber, pela minha rebeldia passada, não havia sido crismado. E este ano me crismei, graças a Deus. Mas antes da Crisma vem o Retiro de Crisma. Algo maravilhoso, mergulhar na intimidade do Senhor. Eu, um dos mais velhos da turma e – sem querer me gabar, falo isso com tristeza – um dos mais firmes e mais mergulhados na graça de Deus. Isso porque, infelizmente, as pessoas tratam a Igreja (assim como retiros de Crisma e o próprio Sacramento) como lugar de encontro de amigos. E unicamente isso. Vi muita gente beber da graça de Deus ali, mas depois ir beber de outras coisas não oriundas de Deus.
Mas o fato é que eu estava feliz. Cheio de Deus. Mas eis que o demônio quis arregaçar comigo. O encardido tentou de tudo pra acabar com minha conversão. Lembro-me que minha avó paterna ficou doente, muito, muito doente. Fez cirurgia e tudo mais. Diziam que ela não escaparia. Mas pela graça de Deus, eu e minha mãe acendemos as velas de Pentecostes e ela esta viva até hoje. Só um detalhe: avó esta que é protestante. Esta viva pela promessa das velas de pentecostes e porque rezamos o Santo Terço, esta viva por causa de Nossa Senhora.
Mas uma das coisas que mais me abalaram neste 2011, além deste caso da minha avó, foi o meu quase abandono da Igreja. Após o retiro, rezando, sentia que Deus queria que eu largasse a faculdade.não era vontade dEle para mim naquele momento. De fato, eu estava indo pra faculdade não pelo saber, mas por status e pra conseguir coisas não santas. Na universidade eu era preza fácil para o demônio já que eu não estava buscando a santificação da minha alma com tanto ardor assim. E todos sabem o quanto é oferecido de pecado.
Fiquei muito triste, e até mesmo com raiva de Deus por isso. No primeiro dia que já faltei por não ir mais a faculdade por “obediência” a Deus, eis que acordo pouco mais das seis da manhã; era um oficial de Justiça para me entregar uma intimação. Pra quem acabava de se decidir em trancar a faculdade é meio complicado acordar com um oficial de justiça entregando uma intimação. Mas o que mais contribuiu para a minha “revolta”, é que quem me intimava era meu próprio pai. Para deixar de pagar pensão, que já nem recebia mais. Mas enfim, não parava por ai. Meu aniversário é dia 13 de abril. A audiência foi dia 14. E vocês sabem como é receber feliz aniversário do Juiz e desprezo do seu pai? Eu sei que é o jeito dele, e nem o culpo. Mas que dói...A dói! Fiz questão de pedir pra não receber mais nada da parte do meu pai – mesmo com o juiz, promotor, etc insistindo para que eu continuasse – pois não queria problemas. Ao final da audiência, já voltando pra casa, meu pai me deu 300 reais. Eu queria um abraço de pai, e ele me veio com dinheiro. Isso foi uma enorme contribuição para a minha ira interior, uma ira não contra meu pai, mas contra mim mesmo que me achava o pior. Poucos lembraram do meu aniversário. Poucos queriam saber o que se passava comigo. A maioria vinha com piadas e palavras desanimadoras.
Na verdade eu estava sendo violentado pelo diabo. Minha vida se transformou em uma enorme confusão. Eu queria abandonar a Igreja pois já não via mais sentido em mim, em tanta desilusão, tanta tristeza, tanta incompreensão. Tive um acompanhamento de “emergência” com minha pastora de grupo de oração. Foi o divisor de águas para o meu ficar ou sair da Igreja. E naquele dia nas ruas de Brasília o diabo deve ter gritado de ódio, pois declarei que sou CATÓLICO APOSTÓLICO ROMANO GRAÇAS A DEUS ETERNAMENTE ATÉ OS ULTIMOS DIAS DE MINHA VIDA! Como diria São Padre Pio: “Não é a Igreja que precisa de mim, sou eu que preciso da Igreja”. E lembro-me que minha pastora fez uma oração de renuncia/libertação dirigida a Nossa Senhora, pedindo pra pisar na cabeça da serpente. E ao final da oração ela me proclamou: “Meu filho, os demônios tentaram te derrubar, mas eis que o Senhor vem hoje afugentar todos eles da sua vida.”
Comprovo isso no meu crescimento espiritual no decorrer do ano. No dia seguinte a esse episódio, refletindo, vi que devia usar meu dom de rimar para fazer alguns raps para evangelizar. O Espírito Santo me deu a consciência de que o encardido não gostaria disso. Pois bem, fiz meu primeiro Rap. E na noite posterior que me decidi por jamais sair da Igreja, acordei de madrugada com um bicho no telhado gritando e batendo as garras no telhado. Acho que alguém ficou irritado pela minha decisão por Deus, não acham?
Como em todos os anos, participei da Semana de Pentecostes. Um milhão e meio de pessoas. Algumas coisas que chagaram meu coração como quase ninguém se ajoelhar na consagração e exposição do Santíssimo Sacramento. Mas não deixou de ser ungido. Mas uma das coisas mais belas, é que sempre nas datas importantes da minha vida, a Paróquia São Pedro – ou na condição de Comunidade Renascidos em Pentecostes – esteve presente em minha vida. Antes do retiro de Crisma havia ido lá. E a Semana de Pentecostes foi um fim de semana antes da minha Crisma.

minha madrinha e eu.

No dia 19 de Junho de 2011 (dia em que a Igreja celebrava a Santíssima Trindade) eu fui Crismado. E naquele dia pra glória de Deus, me tornava verdadeiramente Católico, com os dons do Espírito. E me tornando cada vez mais, um servo verdadeiro de Cristo. Que alegria maior em saber que a cada passo se avança para o encontro do Amado?
Assumi a vocação Shalom, deixando o meu egocentrismo. Eu que tanto relutava contra esta vocação. Hoje faço parte da obra da Comunidade aqui em Brasilia, mas vejo o quanto Deus a tem usado para o meu progresso na intimidade com Ele. Deus se manifesta comigo numa simplicidade tão grande, que até é difícil de ver como um Deus tão poderoso e glorioso é capaz de querer salvar alma tão ignorante como a minha. Mas o fato é que meu grupo de oração da Shalom (Iahweh Nissi) fez retiro, e neste retiro pude beber do carisma e ver que realmente sou Shalom. Minha vida é ser Shalomita? Não sei, até porque não fiz vocacional. Mas que eu seja shalomita na sua potência até quando o Senhor me puxar ou não para outro lugar para transbordar.
Meu ano foi cheio de bênçãos. Fiquei sem a faculdade, não passei em concurso, não tenho emprego fixo. Mas to letrado nos guerreiros celetiais. O Senhor fez um chamado grande para mim, que relutei um pouco, tive medo, mas não pude negar nada aquele que deu Sua vida na cruz não porque Ele achava legal uma cruz, mas porque não me queria ver queimar no inferno. O Senhor me fez o chamado a ser Escravo da Virgem Maria. O Glória é esta devoção. É remédio contra o pecado? Não. Mas é o alistamento pra ser soldado de Cristo com todas as armas do céu. Ser todo de Jesus pelas mãos de Maria. Glória a Ti Senhor Deus do universo, pois fui chamado a esta importantíssima decisão, e me ajude a ser fiel até o ultimo milésimo de segundo de vida que eu tiver. Senhor Deus, desde o dia 27 de novembro de 2011 eu não mais me pertenço, pertenço a Virgem Maria, aquela que tu abençoou como Mãe do Salvador.
É isso irmãos, 2011 para mim foi um ano perdido para mim. Pois para mim perdi o mundo, perdi as minhas rédias. Sou todo da Virgem Maria. Sou todo para o Céu. Que 2011 seja do mesmo jeito, um escravo da Virgem Maria, pelo nome de Jesus Cristo ajudando a quebrar as cadeias da escravidão do diabo, ajudando a formar um imenso exército do Senhor, que proclama o Senhorio de Jesus Cristo, o amor a Igreja Santa e Católica, e que jamais esquece que Maria é nossa Mãe e venerável Rainha.
CONSAGRA-TE A VIRGEM MARIA!

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Fora da Igreja não há salvação - São Cipriano de Cartago


IV Concílio de Latrão

IV Concílio de Latrão
"...Há apenas uma Igreja universal dos fiéis, fora da qual absolutamente ninguém é salvo...". Canon III: "Nós excomungamos e anatematizamos toda heresia erguida contra a santa, ortodoxa e Católica fé sobre a qual nós, acima, explanamos...".

Papa Inocêncio III

Papa Inocêncio III
"De coração cremos e com a boca confessamos uma só Igreja, que não de hereges, só a Santa, Romana, Católica e Apostólica, fora da qual cremos que ninguém se salva."

Santo Atanásio

Santo Atanásio
Evitai o veneno dos hereges e cismáticos e imitai o meu ódio para com eles porque são inimigos de Deus

São Jerônimo

São Jerônimo
“Nunca poupei os heréticos e empreguei todo meu zelo para fazer dos inimigos da Igreja meus inimigos pessoais.”

Santo Atanásio

Santo Atanásio
" Todo aquele queira se salvar, antes de tudo é preciso que mantenha a fé católica; e aquele que não a guardar íntegra e inviolada, sem dúvida perecerá para sempre (...) está é a fé católica e aquele que não crer fiel e firmemente, não poderá se salvar".

Pio XI - Mortalium Animos

Pio XI - Mortalium Animos
“Assim, veneráveis irmãos, é clara a razão pela qual esta Sede Apostólica nunca permitiu aos seus estarem presentes às reuniões dos acatólicos; porque não é lícito promover a união dos cristãos de outro modo senão promovendo o retorno dos dissidentes à única verdadeira igreja de Cristo; dado que outrora, eles dela se apartaram”

Papa Bonifácio VIII

Papa Bonifácio VIII
"Por apego da fé, estamos obrigados a crer e manter que há uma só e Santa Igreja Católica e a mesma apostólica e nós firmemente cremos e simplemente a confessamos e fora dela não há salvação nem perdão dos pecados (...) Romano Pontífice, o declaramos, o decidimos, definimos e pronunciamos como de toda necessidade de salvação para toda criatura humana."

Santo Agostinho

Santo Agostinho
“Fora da Igreja é possível tudo, exceto a salvação. É possível ter honras, é possível ter sacramentos, é possível cantar aleluias, é possível responder amém, é possível possuir o Evangelho, é possível ter fé no nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, é possível pregar; mas em nenhum lugar senão na Igreja Católica, é possível encontrar a salvação”.

DOM GUÉRANGER

DOM GUÉRANGER
“Quando o pastor se transforma em lobo, é ao rebanho que, em primeiro lugar, cabe defender. Normalmente, sem dúvida, a doutrina desce dos Bispos para o povo fiel, e os súditos, no domínio da Fé, não devem julgar seus chefes. Mas há, no tesouro da Revelação, pontos essenciais, que todo e qualquer cristão, em vista de seu próprio titulo de cristão, necessariamente conhece e obrigatoriamente há de defender.”

Dr. Plinio Corrêa de Oliveira

Dr. Plinio Corrêa de Oliveira
Que meu último ato de amor seja um ato de amor ao Papado. Pois assim morrerei na paz dos eleitos, bem unido a Maria, minha Mãe, e por Ela a Jesus, meu Deus, meu Rei e meu Redentor Boníssimo”.

Charles Journet

Charles Journet
“Quem não guarda a fé deixa de ser membro da Igreja”

Cardeal Manning

Cardeal Manning
"A Igreja não pode equivocar-se em sua fé, porque Deus é seu Mestre."

Bispo Torras Y Bages

Bispo Torras Y Bages
"A Sede própria do Espírito Santo é a santa Igreja católica."

Gustavo Corção

Gustavo Corção
"O católico que escolhe seus dogmas e seus mandamentos não é católico, é protestante."

Garrigou-Lagrange

Garrigou-Lagrange
"Os perniciosos erros que se espalham pelo mundo, tendem à descristianização completa dos povos"

Chesterton

Chesterton
“Somente a ortodoxia católica faz o homem feliz: é como os muros postos ao redor de um precipício onde pode brincar uma porção de crianças”

Dom Héctor Aguer

Dom Héctor Aguer
"A religião católica contém a Verdade total revelada por Deus e não dizemos isso com arrogância nem para desafiar ninguém. Não podemos diminuir esta afirmação"

Santo Ezequiel Moreno

Santo Ezequiel Moreno
"...muitos dos que se dizem católicos ajudam os «revolucionários». São esses, sempre «moderados», que estimam a «tranquilidade pública» como o bem supremo. ‹‹Esses católicos tolerantes, condescendentes, brandos, doces, amáveis ao extremo com os maçons e furiosos inimigos de Jesus Cristo, guardam todo seu mal humor para os que gritam «Viva a Religião!» e a defendem sofrendo contínuas penalidades e expondo suas vidas. Para eles, esses últimos são «exagerados e imprudentes, que tudo comprometem com prejuízo dos interesses da Igreja»"

Tratamento aos inimigos da Igreja

Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa, desde que não se falte à verdade, sendo obra de caridade gritar: 'Eis o lobo!', quando está entre o rebanho ou em qualquer lugar onde seja encontrado" (São Francisco de Sales, Bispo e Doutor da Igreja, Filotea ou Introdução à Vida Devota, parte III, cap. 28)

Amados, achei por bem publicar essa postagem, visto o ataque que sofremos vindo de protestantes, principalmente membros da IURD. Alguns protestantes indignados com esta afirmação distorcem o conteúdo, e através de mentiras, dizem que essa afirmação é contemporânea, pois bem, São Cipriano de Cartago foi o primeiro a proclamar tal afirmação por volta do ano 250 dC e não se cansa de repetir que «quem abandona a cátedra de Pedro, sobre a qual está fundada a Igreja, fica na ilusão de permanecer na Igreja» . Cipriano sabe bem, e o disse com palavras fortes, que «fora da Igreja não há salvação» (Epístola 4, 4 e 73,21), e que «não pode ter Deus como Pai que não tem a Igreja como mãe» . Característica irrenunciável da Igreja é a unidade, simbolizada pela túnica de Cristo sem costura : unidade que, segundo diz, encontra seu fundamento em Pedro e sua perfeita realização na Eucaristia . «Só há um Deus, um só Cristo», exorta Cipriano, «uma só é sua Igreja, uma só fé, um só povo cristão, firmemente unido pelo fundamento da concórdia: e não pode separar-se o que por natureza é um»

sábado, 24 de dezembro de 2011

Deixe Jesus nascer em sua vida neste Natal

          

         Olá amados. Quanta alegria, hoje o menino Deus nasce em nossos corações. Na verdade, como todos sabem, Jesus nasceu a mais de dois mil anos atrás. Sua missão começa com a Sua mãe que disse SIM ao chamado de Deus, e assim nos possibilitou ser redimidos pelo sangue de Jesus, que futuramente seria derramado por amor a nós.
            Quando eu me lembro de Natal, lembro do nascimento Jesus. E quando me lembro disso, recordo-me de Sua missão. Ele nasceu na pobreza, desde o nascimento já nos ensinava a humildade e o desapego material. Mas quando lembro que um dia Cristo nasceu, lembro que um dia cumpriu Sua missão morrendo em uma cruz. E para quê? Para ser lembrando pelas gerações futuras? Não. Para redimir do pecado as gerações futuras e a passada.
            Quando Jesus nasceu no estábulo de Belém, ninguém fez festa. Os que ali foram, fizeram adoração ao menino Deus (menino Rei). E nós nesse tempo, temos feito adoração ou farra? Sim, porque mesmo quem é ateu gosta de festejar o Natal. Porém mesmo os católicos e protestantes nem adquirem o espírito natalino, se esquecem de Jesus largado no estábulo com a Virgem Maria e São José, e vão fazer adoração ao diabo. Ao diabo? Sim ao diabo, porque pra festejar o Natal muitos festejam de forma desordenada e mundana. Ou vai negar que nesses tempos o que mais se vê são pessoas ingerindo bebidas alcoólicas, farreando, completamente drogadas, vivendo o sexo desordenado, vivendo muitas vezes a prostituição. E pra elas isso é diversão e comemoração de Natal. E o verdadeiro sentido do Natal, aonde fica?
            Quando Cristo nasceu, cresceu, assumiu a vida pública, ensinou o que ensinou, morreu numa cruz, ressuscitou ao terceiro dia... Ele não fez isso para que vivêssemos da mesma forma. Quero neste Natal, te pedir que reze e faça uma meditação de como está a sua vida hoje. Será que você não tem vivido uma vida contrária ao Evangelho de Jesus Cristo. E comemorando o Natal, não do Senhor, mas do pecado. Será que você não esta como aquele povo de dois mil anos atrás, afundado na tristeza, vivendo de pecado, fazendo de si mesmos seu próprio Deus e caminhando para a perdição eterna? Peço que você possa deixar que Jesus, neste tempo natalino, pela intercessão de Sua Mãe a Santíssima Virgem Maria e São José seu castíssimo esposo, possa nascer na sua vida. Deixe Jesus Cristo nascer em você, deixe que Seu Santo Espírito aja na sua vida. Não se entregue ao pecado. Viva o Natal, viva a vida, viva a santidade, viva a verdadeira felicidade que é ser todo de Deus.
“os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas sim de Deus”. (João 1,13)

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Ave Maria de um protestante... (História real)




Um garotinho protestante de apenas 6 anos sempre ouvia seus amiguinhos católicos rezando a Ave Maria, ele gostou tanto da oração que copiou-a num papel e recitava-as todos os dias. “Olha, mamãe, que oração linda!”, disse o garotinho um dia a sua mãe. “Nunca repita-a, meu filho!”, respondeu a mãe. “Esta é uma oração supersticiosa dos católicos, que adoram ídolos e pensam que Maria é uma espécie de Deusa. Mas na verdade ela não passa de uma mulher como uma outra qualquer. Pegue esta Bíblia e leia-a, nela encontramos tudo o que devemos e o que não devemos fazer”.

Daquele dia em diante o garotinho cessou suas Ave Marias diárias, e se dedicou mais à leitura da Bíblia. Um dia, quando lia o Evangelho, o garoto leu a passagem da Anunciação do Anjo a Nossa Senhora. Cheio de alegria, o garoto correu até sua mãe e disse: Mamãe, eu achei a Ave Maria na Bíblia, aonde diz: “Ave, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres”.(Lc 1, 28) Por que a senhora chamou esta oração de supersticiosa? Numa outra ocasião ele encontrou a linda saudação de Santa Isabel à Virgem Maria e encontrou também o maravilhoso Cântico MAGNIFICAT, no qual Maria é profetizada: “Doravante todas as nações me chamarão bem-aventurada.”(Luc. I,48). Ele não mais comentou estas passagens com sua mãe, mas voltou a recitar suas Ave Marias todos os dias, como fazia anteriormente. Ele sentia prazer em recitar aquelas fascinantes palavras para Mãe de Jesus, Nosso Salvador.

Aos 14 anos, ele escutou os membros de sua família discutindo entre eles sobre Nossa Senhora. Todos eles diziam que Maria era uma mulher comum como qualquer outra. O garoto, depois de ouvir estas absurdas afirmações, não aguentou mais e com indignação interrompeu- os, dizendo: “Maria não é como qualquer filha de Adão, manchada pelo pecado. Não! O anjo chamou-a de Cheia de Graça e Bendita entre as mulheres. Maria é a Mãe de Jesus Cristo e, consequentemente, a Mãe de Deus. Não existe dignidade maior para com uma criatura. O Evangelho nos conta que as gerações a chamarão abençoada/bem aventurada, e vocês desmerecendo- a e menosprezando- a? Seus espíritos não são os mesmos do Evangelho ou da Bíblia, que proclamam ser a fundação da Religião Cristã.”

A fala do garoto deixou uma impressão tão profunda, que conseguiu, por várias vezes, fazer sua mãe chorar de dor. “Ah, meu Deus! Tenho medo deste meu menino um dia se juntar a religião católica, a religião dos Papas!”. E realmente não tardou muito, depois de um sério estudo sobre o Protestantismo e o Catolicismo, o garoto descobriu mais tarde a única e verdadeira religião, e abraçou-a e se tornou um de seus mais ardentes apóstolos.

Algum tempo após sua conversão, ele encontrou com sua irmã casada que o censurou, dizendo: “Você sabe o quanto eu amo meus filhos. Se algum deles um dia desejar virar católico, eu preferirei perfurar o coração deles com um punhal do que permiti-los abraçar a religião dos Papas.” A fúria dela era tão profunda quanto a de São Paulo antes de sua conversão. De qualquer forma, ela iria mudar seu jeito, igual a São Paulo no caminho a Damasco.

Então ocorreu que um dos filhos dela ficou perigosamente doente, e os médicos já haviam perdido a esperança de recuperação. Aí o irmão chegou até ela, e conversou afetivamente, dizendo: “Minha querida irmã, naturalmente você deseja que sua criança seja curada. Muito bem então, o que eu lhe pedir, você faça! Siga-me, vamos rezar uma Ave Maria e prometer a Deus que, se sua criança recuperar a saúde, você irá estudar seriamente a Doutrina Católica, e você chegará à conclusão de que o Catolicismo é a única e verdadeira religião, e não importa quão grande seja este sacrifício, mas você irá abraçar esta Fé.”

Sua irmã estava relutante no começo, mas como ela desejava a recuperação de seu filho, ela aceitou a proposta do irmão e rezou a Ave Maria com ele. No dia seguinte o filho dela estava completamente curado. A mãe cumpriu sua promessa e estudou a Doutrina Católica. E após uma longa preparação, ela recebeu o sacramento do Batismo juntamente com o restante de seus familiares, e agradeceu seu irmão por ter sido um apóstolo para ela.

Essa história foi relatada num sermão dado pelo Rev. Fr. Tuckwell(), que continuou o sermão dizendo: “O tal garoto que virou Católico e converteu sua irmã e familiares ao catolicismo, passou a dedicar sua vida inteira para o serviço de Deus. Aquele garoto virou padre e está a falar com vocês neste exato momento!” O que eu sou, devo a Nossa Senhora. Vocês também meus caros fiéis, sejam totalmente dedicado à Nossa Senhora, e nunca esqueça de passar ao menos um dia sem rezar esta linda oração, a Ave Maria e o Terço. Peça a Ela para iluminar as mentes protestantes que estão separadas da Igreja de Cristo, fundada na pedra/rocha( Pedro) , da qual as portas do inferno não prevalecerão contra ela ( Mt. XVI, 18).





Fonte: G1


-------------------------------

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Fazei jejuns e penitência

 
“Por isso, agora ainda – oráculo do Senhor -,voltai a mim de todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos de luto.” (Joel 2,12)
            Inevitavelmente aquelas pessoas que amam de verdade o Senhor querem buscar a santidade. O meio de vivermos a santidade é a violência de coração, o arrependimento e a conversão diária. Hoje em dia muito se é pregado sobre o amor de Deus, de um Deus que se deixa ser encontrado; um Deus rico em Misericórdia e que nos aceita apesar dos nossos pecados. No entanto as pessoas se esquecem não só de pregar, mas de viver algo que é louvável e que o Senhor nos pede: penitência e jejuns.
            O Livro do profeta Joel é muito usado para pregações sobre o grande poder do Espírito Santo. No seu capítulo 3 vemos a profecia do grande Pentecostes, que não é somente pros Apóstolos, mas para todos nós. Joel profetizou, e nós hoje temos que tomar posse dessa profecia e desse derramamento do Espírito Santo de Deus em nossas vidas; no entanto, o mesmo livro de Joel, Deus nos exorta a fazer jejuns e penitências, como bem vemos no versículo proposto.  Mas parece que a gente só quer enxergar Joel 3, e nos esquecemos do capítulo 2 que fala de penitência e de todo o resto do livro que nos traz exortações à santidade.
            O Senhor não nos quer penitentes para que soframos sem sentido. Ele nos quer penitentes para que nós, pela graça do Espírito Santo, nos santifiquemos, para sermos salvos. É interessante que quando se ama uma pessoa é comum fazer sacrifícios por ela. No mesmo caso é com Deus, se amamos tanto a Deus, devemos fazer sacrifícios para Ele. Mas não podemos ser como os fariseus que tinham a Lei e não a praticavam; não adianta fazer jejum unicamente, pois é preciso aderir completamente ao Evangelho. O ensinamento de Deus não excluiu a penitência, tanto que queres penitência maior do que a cruz de Cristo? E essa penitência foi usada para a salvação da humanidade. Da mesma maneira a nossa penitência é em oferta à Deus pela nossa salvação, ou pela salvação de outrem.
            A gente clama, clama o Espírito Santo, mas não queremos fazer jejuns. Veja o jejum na ação da Igreja desde o princípio: “Enquanto celebravam o culto do Senhor, depois de terem jejuado, disse-lhes o Espírito Santo: “Separai-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho destinado”. Então, jejuando e orando, impuseram-lhes as mãos e os despediram.” (Atos dos Apóstolos 13,2-3). Primeiramente quero dizer que não se deve apenas orar, e nem apenas jejuar; o versículo 3 vai dizer claramente: jejuando e orando. Também nós, temos que ter essa audaciosa atitude, de parresia, de doar o nosso viver fazendo penitência e se entregando em oração. Muitas vezes os eventos que deveriam resgatar multidões de almas para a Igreja não passam de eventos sem conversão pelo fato de não existir uma oferta ao Senhor. Não digo apenas oferta material de doar dinheiro, mas a oferta de ser penitente, fazer jejum, nem que seja o mínimo de abstinência de carne como nos é recomendado às sextas-feiras.  Ninguém parece querer fazer jejum e ofertar por aquele evento, pelas almas, pela conversões dos jovens, daqueles que não conhecem a Deus. É preciso ter coragem, e não ser um jovem fraco, que não quer nada além de um “oba-oba” dentro da Igreja, que nem se quer participa dos sacramentos devidamente.
            Não adianta , por exemplo, um pregador gastar horas lendo a Bíblia e preparando uma pregação se não fizer penitência, e oferecer pelas mãos da Virgem Maria, entregar para a conversão daqueles que hão de ouvi-lo, para que ele pregue um evangelho verdadeiro, que leve as pessoas para o Cristo verdadeiro e não para o Cristo falsificado que as pessoas tem criado hoje em dia.
            Temos que começar aos poucos, é verdade. Mas começar do pouco não quer dizer ficar no estado de comodismo. Um maratonista não começou correndo longas distancias, primeiro ele começou do pouco para poder, posteriormente, na prova, correr toda a distância exigida numa maratona ou mega maratona. Comece fazendo pouco: abstinência de carne nas sextas, depois jejum da Igreja, pequenas ofertas, até um dia, se tiver condições, fazer um jejum mais rigoroso. Mas sempre fazer recordando da Paixão de Jesus Cristo. Vá, pela graça do Espírito Santo, progredindo de pequenas ações, até onde for possível. Se não for possível jejum propriamente dito, faça nem que seja abstinência de algo que você goste, como ficar sem tomar coca cola, não comer chocolate, etc.
            O que não podemos é fazer “falsas penitências” como eu já vi. Por exemplo: em época de quaresma já vi gente fazer penitencia de não pecar contra a castidade. Sim, meu filho, mas isso já devemos fazer seja lá qual tempo litúrgico nos encontrarmos. Quando uma pessoa faz abstinência de não comer chocolate na quaresma, por exemplo, quando chega a páscoa ela se “acaba” no cacau. Assim uma pessoa que usa do não pecar contra a castidade, caso não tenha sido pra conversão, também irá se acabar pecando contra  a castidade. A diferença do chocolate pra castidade, é que o chocolate não levará ao inferno (mas cuidado com a gula...), mas já o pecado contra a castidade... Não podemos usar algo como “não pecar” se já devemos lutar contra o pecado no dia a dia. Porém, seria útil o evitar aquilo que poderia ser uma ocasião ao pecado, como por exemplo redes sociais, televisão, determinadas músicas, pessoas, etc.
            E outra coisa importante, é a união da penitência com a oração. Ensinarei algo bem antigo que se tornou raro: além de fazer penitências ao Senhor, reze o Rosário. Para quem for capaz, não somente o Santo Terço, mas também o Rosário completo. Mas, para quem não conseguir por causa das obrigações do estado de vida, ao menos o Santo Terço diário. Assim rezará e fará penitência numa oferta com a Virgem Maria, se santificará mais ainda, na perfeição de alguém que deseja ser santo por Maria, com Maria e em Maria. Afinal, no céu só entra santo, e todos os santos, como diz S. Maximiliano, são obra da Imaculada.
            Lembro-me da vida de São Francisco de Assis, que foi muito penitente e orante. Era rico e largou tudo para viver uma grande radicalidade do Evangelho. Talvez Deus não te quer vivendo na pobreza extrema, mas na venerável pobreza que é aquela em que dependemos totalmente de Deus. Quando você faz jejuns e penitência, você está se prostrando como uma pessoa que depende da Misericórdia de Deus. Tem tanta gente que se humilha para pessoas por coisas tão fúteis (como em namoros, por exemplo), porque então não se humilhar diante de Deus? Essa santa humilhação nos leva a salvação das nossas almas. São Francisco de Assis, São Padre Pio de Pietrelcina, são exemplos de quem se humilharam, mas foram exaltados pelo Misericórdia do Deus vivo.
            Shalom!

sábado, 10 de dezembro de 2011

Rede Globo & Record: Rivais por audiência, cúmplices contra a Igreja

           


        Não é de hoje que temos conhecimento da enorme briga entre as duas emissoras. A Rede Record que todos sabem que tem como dono o mesmo da Universal (o Sr Edir Macedo), e a Rede Globo que dizem os boatos que é espírita. Elas travam uma guerra enorme por audiência; uma revela podres da outra, e assim caminham lado a lado na concorrência e na sujeira.
            Mas ao que parece, ambas viraram aliadas no combate contra a Igreja Católica. A Rede Record exibiu uma reportagem acusando a Deputada Myrian Rios de pedir dinheiro para financiar a Jornada Mundial da Juventude com o Papa, que se realizara em 2013, na cidade do Rio de Janeiro. Começaram cedo a atacar os eventos da Igreja. E mais: querendo colocar o povo brasileiro contra a JMJ-RIO! Eu não vou dizer que eles não entendem nada de dinheiro, porque ambos sabem a fama que a IURD tem, mas a questão é: gastar com evento de Deus não pode, mas o enorme absurdo que estamos vendo com Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016 pode, não é? Não estou dizendo que é certo gastar “a toa” se for em prol da Igreja, mas sim que o alvo deles está errado. Veja: a JMJ possui patrocínios próprios e privados, essa história toda contra JMJ é para envenenar o povo brasileiro, que muitas vezes se dizendo católicos, acabam por serem envenenados pela serpente maldita chamada Rede Record (“igreja Universal”). Agora se vai ser doado o dinheiro ou não, é outra questão. Mas no meu ponto de vista, a “serpente” deveria ter feito uma reportagem menos mal intencionada.
            No entanto, a Rede Globo é uma “serpente irmã” da Rede Record. Quando o assunto é atacar a Igreja, tudo quanto é coisa se uni. Nesta semana em um programa depravado chamado “amor&sexo”, levaram como convidado um padre, que era a favor do uso de camisinha. Sempre a mídia televisiva leva como convidado alguém que de certa forma pende, ou é levado a pender para o lado contrário a doutrina da Igreja (este segundo me parece que foi o caso em questão). Fora que a mesma Globo realiza um evento de música gospel, que faz questão de dizer que é o maior do Brasil e várias asneiras. A mesma não aparece divulgando grandes eventos da música Católica... Porquê será? Pelo mesmo motivo que não chamam para programas padres como Pe Paulo Ricardo, porque tremem quando vêem alguém que não nega a verdade de Deus, que não nega a Igreja Católica. Rede Globo deveria cobrir o Halleluya em Fortaleza por exemplo, ou mesmo um evento não exclusivo da música, como é o caso da “Semana de Pentecostes” em Brasilia, que nos três últimos dias levou mais de 1 milhão de pessoas para estarem na presença de Deus, sendo no Domingo, dia de encerramento, tinha mais de 1,5 milhões de pessoas. Mas isso as mídias televisivas não fazem questão de mostrar a nível nacional. Afinal, os eventos Católicos junto com suas músicas não estão rendendo nada pra ela.
            Já havia feito um post falando mais ou menos sobre o assunto, e cada vez mais fico profundamente indguinado. Mas é isso ae: o mundo contra a Igreja, e eu morrendo por ela.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Moysés é nomeado Consultor do Pontifício Conselho para a Nova Evangelização

O Papa nomeou esta manhã como Consultor do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização Moysés Louro de Azevedo Filho, fundador e moderador da Comunidade Católica Shalom, Associação Internacional de Fiéis.






Moysés é um consagrado celibatário que há mais de 25 anos empreendeu a fundação da Comunidade Shalom, hoje presente em mais de cinquenta dioceses no Brasil e no mundo.

Desde 2007 é Consultor do Pontifício Conselho para os Leigos, Dicastério da Santa Sé responsável pelo acompanhamento e o engajamento dos leigos na Igreja.

Em 2005, participou como auditor, a convite de Bento XVI, do Sínodo dos Bispos sobre a Eucaristia, e em 2007, da V Conferência Episcopal da América Latina em Aparecida, representando os movimentos eclesiais. Em 2008 foi mais uma vez nomeado pelo Papa Bento XVI para participar do Sínodo da Palavra de Deus, em Roma.


Nascido em 04 de novembro de 1959, em Fortaleza no Ceará Brasil, Moysés Louro de Azevedo Filho cresceu em ambiente católico, e desde a adolescência teve engajamento nos grupos de jovens católicos.

Fonte: http://www.comshalom.org/noticias/exibir.php?not_id=5494

terça-feira, 6 de dezembro de 2011