quinta-feira, 30 de junho de 2011

Católico Graças a Deus - post 100 - muito obrigado!

“No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo.” (João 16-33)

           

             Irmãos, é com muita alegria que hoje próximo do Blog ‘Católico Argrade’ completar um ano, faço esse post de número 100. Quero muito agradecer a todos os leitores, freqüentes ou não; mas que sempre marcam presença por aqui mesmo nem sempre comentando os posts. Agradeço pelo apoio de uns, críticas de outros. Agradeço o Alan que foi quem me deu algumas dicas quando partilhei meu desejo de ter um blog; obrigado por tudo amigo! Agradeço a todas as pessoas que me deram conselhos, temas, motivação, formação, enfim: obrigado a todos que de certa forma tem parte com este Blog.
            E claro, agradeço a Deus primeiramente, pois sem Ele nada existiria. E não posso deixar de agradecer a minha querida Mãe Celestial, Nossa Senhora. Digamos que ela foi quem me deu um empurrãozinho para a caminhada evangelizadora na Igreja. Se não fosse a mãe talvez não tivesse me aprofundado com o Filho, Jesus Cristo. Ainda lembro daquele “status” do Orkut em que eu coloquei a letra de uma música chamada ‘Rainha dos Anjos’ que dizia assim: “Rainha dos Anjos cercada de luz, coroada de esplendor; Maria a mãe do Salvador, as tuas graças se derramam sobre nós” – e então um colega que é de religião protestante me interrogou e criticou sobre Maria (toda aquela questão que protestante tem), e eu o respondi, e ele retrucou, e eu respondi novamente. Nisso umas três vezes até que o mesmo desistiu. Minhas respostas eram enormes em relação as recados que ele mandava para mim. Nisso eu percebi que durante toda a minha caminhada (não tão grande) eu tinha adquirido um conhecimento que deveria ser passado para outros, evangelizar, falar o que eu sabia e o que eu não sabia mas que Deus veio me ensinar. Maria teve que dar esse passo junto comigo, pois eu sozinho jamais teria conseguido acordar pra realidade. Por isso muitas vezes que escrevo ou vou fazer algum vídeo com intenção de evangelizar eu consagro a ela, brincando com minha querida Mãe “Foi a Senhora que me colocou nessa então esteja ao meu lado e interceda por mim *-*”. Amo minha mãe e a missão dada pelo Filho dela, Jesus Cristo, nosso Senhor e Rei.
            Nesses quase um ano de blog fiz amigos, tive indiferença com outros. Alguns até sumiram. Tive comentários negativos de críticas tanto de pessoas da Igreja como afastados que me fizeram querer desistir. Mas graças a Deus tive comentários positivos que me fizeram ter fé em prosseguir, que me mostraram a importância de continuar evangelizando na “terra de ninguém”. Pessoas que eram meu termômetro de qualidade sumiram e nem comentam mais, nem sei se acessam ainda se gostam, mas foram muito importantes para mim.
            Jesus disse: “Ide por todo mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.” E eis o que me motiva, ir nesse mundo virtual pra falar da pessoa de Jesus Cristo, nosso Senhor e redentor. Falar da Santíssima Trindade. Falar da nossa Santa Igreja Católica Apostólica Romana, única criada e fundada por Jesus Cristo; por isso o nome dado ao Blog: CATÓLICO APOSTÓLICO ROMANO GRAÇAS A DEUS! ‘Argrade’ significa isso mesmo: A=Apostólico R=Romano GRA=Graças DE=Deus – e isso é o que também mais me motiva, pois Jesus também disse: “Tu és Pedro, e sobre esta pedra eu edificarei a minha Igreja; as portas do inferno nunca prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus:tudo o que ligares na terra será ligado nos céus. E tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.” (Mateus 16,18-19) – Glória a Deus pois temos a fundação em Cristo Jesus. Quer você queira ou não, quer você goste ou não, quer você aceite ou não: JESUS FUNDOU A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA, E SÃO PEDRO É O NOSSO PRIMEIRO PAPA, e temos uma sucessão ininterrupta até Bento XVI.
             É bom estar fazendo este post 100, mas sem você eu não estaria nada. Meu muito obrigado. Sei que tive medo, mas como diz no início, Jesus já venceu o mundo não tem motivo pra temer. Continuo por Deus, pra Deus e com Deus, tendo como missão atingir você. Muito obrigado a todos que intercedem por mim, que gostam e que não querem que meu blog pare. Peço cada vez mais oração pois cada vez mais as coisas do inimigo tentam fazer a desistência humana de Deus.
            Obrigado a todos os santos que no céu é por nós. Vamos juntos rumo a estar com esses santos na presença gloriosa de Deus. Paz e Bem meus irmãos Católicos Apostólicos Romanos Graças a Deus!

COMUNIDADE NO ORKUT - CLIQUE AQUI!
SIGA-NOS NO TWITTER – CLIQUE A AQUI

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Encontrar a fé na Eucaristia.

            
             Depois dessa celebração de Corpus Christi eu senti a força da presença do Senhor na Eucaristia. Essa força chamada amor, arrebata multidões, multidões de homens e mulheres adoradores que se unem em um louvor ao único e verdadeiro Deus. Feliz é a Igreja que tem a Eucaristia como alimento da alma, feliz o homem que se alimenta do próprio Cristo.
            Em uma passagem muito bela que fala da Eucaristia, podemos sentir o tamanho de sua importância de sua divindade. A presença viva e real do Cristo ressuscitado no pão e no vinho, que alimenta toda e qualquer alma sedenta de Deus. Falo dos discípulos de Emaús (leia: Lucas 24,13-35), aqueles homens que conviveram com Jesus Cristo, viram tudo o que aconteceu, mas duvidaram de Sua ressurreição. Assim como todos os seguidores de Jesus Cristo, em sua grande maioria duvidaram que o Pai havia o ressuscitado, achavam que tudo estaria perdido. Mas Jesus sabendo de sua incredulidade aparece a esses dois discípulos, e ao estarem à mesa, Jesus fez o que havia feito na última ceia; dando para comer o pão que se transforma em Seu Corpo, e para beber o sangue que se transforma em Seu Sangue. E ali depois disso, eles viram que estavam diante do Rei dos Reis, do Senhor dos Senhores, diante de Jesus Cristo verdadeiro Deus e verdadeiro homem.
            E é assim que acontece até hoje. Muitos de nós perdemos a nossa fé, porém, a reencontramos na Eucaristia. Se você não tem fé na Eucaristia você não tem fé em nada, pois a Eucaristia é a presença de Jesus, ou seja, tudo. Já vi muitos e muitos testemunhos de pessoas que acreditaram em Deus através da Eucaristia, aceitaram a fé Católica por reconhecer a face de Cristo na Eucaristia. O pão não é mais pão! O vinho não é mais vinho! ALI SE ENCONTRA JESUS CRISTO!
Se a sua fé é pequena para acreditar nisso, Deus já o sabe; e é por isso que temos vários milagres envolvendo a Eucaristia. Não para uma auto-exaltação da Igreja, mas para um reavivamento da fé daqueles que não crêem. O que se dizer do milagre de Lanciano!? Tal milagre emocionante, aonde um Bispo não tinha fé na presença de Jesus na Eucaristia, e então aquela hóstia que ele consagra vira carne viva em suas mãos, e o cálice que continha vinho, ficou cheio de sangue. Eis a magnífica manifestação Divina do Senhor. Até hoje essa carne e esse sangue encontram-se em exposição, a carne continua viva e segundo cientistas trata-se de uma carne da região do coração; e o sangue esta dividido em três coágulos, que por dentro o sangue continua líquido e do tipo sanguíneo AB, raro, mas presente em 95% dos judeus.  (leia mais: Catequese Crismal da Paróquia São Francisco de Assis: Corpus Christi – Eucaristia)
Mas o fato é que não podemos duvidar da presença de Jesus na Eucaristia, pois se não estaremos duvidando das palavras do próprio Jesus. “Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós mesmos. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é verdadeiramente uma comida e o meu sangue, verdadeiramente uma bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Assim como o Pai que me enviou vive, e eu vivo pelo Pai, assim também aquele que comer a minha carne viverá por mim. Este é o pão que desceu do céu. Não como o maná que vossos pais comeram e morreram. Quem come deste pão viverá eternamente”. (João 6,53-58)  - Bendito seja a Santa Palavra de Jesus Cristo, a Palavra de Deus. O que mais eu falarei se o meu Senhor e Deus tudo já falou?
“Isso vos escandaliza”(João 6,61) – Jesus perguntou isso para os Seus discípulos que Ele via que acharam duras as palavras d’Ele. Se você que crê em Deus, e até mesmo na Igreja, mas não acredita na Eucaristia: Isso vos escandaliza? Você que não crê em nada e muito menos na Igreja e em Deus: Isso vos escandaliza? Você protestante: Isso vos escandaliza? Você jovem que é de Deus mas se esconde com vergonha: Isso vos escandaliza? Você Católico Apostólico Romano de fé: Isso vos escandaliza? Se não escandaliza, porque escondem Ele solitário no sacrário e não o visitam, não o comungam, e principalmente: não testemunham o Seu poder para aqueles que não conhecem a Jesus. Te escandaliza dizer que tem fé? Te escandaliza dizer que tem um Deus presente? Um Deus que te ama...
“Senhor, a quem iríamos nós? Tu tens as palavras da vida eterna. E nós cremos e sabemos que tu és o Santo de Deus!” (João 6,68-69)

terça-feira, 21 de junho de 2011

Misericórdia Senhor!

Por amor do vosso nome, Senhor, perdoai o meu pecado, por maior que seja. (Salmo 24[25],11)
            A paz de Jesus meus irmãos. Quanta graça vemos nesse versículo do Salmo 24[25], é uma alegria profunda vermos como é importante buscar o perdão dos nossos pecados. O salmista coloca de uma maneira tão bela, pedindo pelo amor do nome do Senhor, pelo amor do Deus que não desampara ninguém, que perdoe os seus pecados. E é isso que devemos fazer, clamar o Deus da Misericórdia que nos perdoe de toda falta, de todo egoísmo, de toda impureza, de todo e qualquer pecado.
            O salmista nos diz ainda nesse versículo “por maior que seja” – assim devemos fazer, humilhar-nos diante de Deus e reconhecer que somos pecadores necessitado do Seu perdão, da Sua graça, da Sua Misericórdia. Todos nós temos pecados, e devemos reconhecer isso, pois quem guarda os seus pecados para si guarda a morte da alma. Vemos nesse versículo a confiança que devemos ter em Deus, Ele que é o nosso Senhor; o salmo mostra que devemos pedir perdão confiando que seremos perdoados de todas as atrocidades que porventura tivermos cometido.
            Ao longo de todo o Salmo 24[25], o salmista vai pedindo perdão, vem pedindo que o Senhor não o abandone. Mostra a confiança plena que ele tem no Senhor, único e verdadeiro Deus. E é essa a confiança que eu peço a Deus hoje, que Ele seja a minha fortaleza; que Ele seja a minha defesa quando eu for atacado; que Ele seja eu, pois a minha vida é Ele quem vive. Já não faz sentido viver sem Deus e sem ser para Deus. Assim como não faz sentido querer ser de Deus e não querer romper com a vida de pecado anterior. E devemos clamar o poder de Deus, a Misericórdia de deus, o Espírito Santo de Deus. Devemos ter a confiança que deus nos ama eternamente, que nós somos as jóias preciosas de Deus, nós somos a obra prima do Senhor. E por isso devemos confiar que Ele jamais fará algo de ruim conosco, e que viver n’Ele é o melhor que devemos fazer.
            Esse Salmo me lembra muito do Sacramento da Confissão, aonde recebemos o perdão dos nossos pecados através do Ministério da Igreja, o Sacerdote nos concede esse perdão. Na Confissão é você, o padre e Jesus; mas tenha a certeza que é como se fosse apenas VOCÊ E DEUS! A Confissão é um Sacramento instituído pelo próprio Jesus (cf. João 20,22-23) – então tenha a confiança que o salmista tinha e acredite que é ali que Deus te perdoa, segundo a Sua própria vontade manifestada na pessoa de Jesus Cristo, e que é a manifestação do perdão a mais de 2 mil anos.
            Irmãos o que sinto nesse momento é CONVERTEI-VOS AO AMOR DO PAI. Ele vos ama, Ele não te quer mal. Ele não te quer ver no sofrimento, na angústia. Volte a Deus você que está afastado do amor verdadeiro que é o amor de Deus. Deus além de justo Ele é MISERICORDIOSO. E eu só estou aqui hoje escrevendo pra vocês porque é tudo fruto da Sua Infinita Misericórdia.
            Peço-vos que leia o Salmo inteiro, é muito lindo. Que Deus toque o seu coração hoje e te ilumine no caminho da paz, do amor, do perdão, enfim: no caminho da santidade. Paz e Bem.
SALMO 24[25]
De Davi. Para vós, Senhor, elevo a minha alma.
Meu Deus, em vós confio: não seja eu decepcionado! Não escarneçam de mim meus inimigos!
Não, nenhum daqueles que esperam em vós será confundido, mas os pérfidos serão cobertos de vergonha.
 Senhor, mostrai-me os vossos caminhos, e ensinai-me as vossas veredas.
Dirigi-me na vossa verdade e ensinai-me, porque sois o Deus de minha salvação e em vós eu espero sempre.
Lembrai-vos, Senhor, de vossas misericórdias e de vossas bondades, que são eternas.
Não vos lembreis dos pecados de minha juventude e dos meus delitos; em nome de vossa misericórdia, lembrai-vos de mim, por causa de vossa bondade, Senhor.
O Senhor é bom e reto, por isso reconduz os extraviados ao caminho reto.
Dirige os humildes na justiça, e lhes ensina a sua via.
Todos os caminhos do Senhor são graça e fidelidade, para aqueles que guardam sua aliança e seus preceitos.
Por amor de vosso nome, Senhor, perdoai meu pecado, por maior que seja.
Que advém ao homem que teme o Senhor? Deus lhe ensina o caminho que deve escolher.
Viverá na felicidade, e sua posteridade possuirá a terra.
O Senhor se torna íntimo dos que o temem, e lhes manifesta a sua aliança.
Meus olhos estão sempre fixos no Senhor, porque ele livrará do laço os meus pés.
Olhai-me e tende piedade de mim, porque estou só e na miséria.
Aliviai as angústias do meu coração, e livrai-me das aflições.
Vede minha miséria e meu sofrimento, e perdoai-me todas as faltas.
Vede meus inimigos, são muitos, e com ódio implacável me perseguem.
Defendei minha alma e livrai-me; não seja confundido eu que em vós me acolhi.
Protejam-me a inocência e a integridade, porque espero em vós, Senhor.
Ó Deus, livrai Israel de todas as suas angústias.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Recebereis o Espírito Santo e sereis as minhas testemunhas...

Receberei o Espírito Santo e serei as minhas testemunhas...

       Eis a promessa que o Senhor nos fez, e que se confirma a cada dia. O Espírito Santo é derramado sobre todos os que crêem em Jesus, os que crêem na promessa divina. Recebemos esse Espírito no nosso Batismo, em sua maioria ainda quando crianças; mas eis que vem a confirmação da promessa, o momento em que confirmamos a nossa fé no verdadeiro Cristo ressuscitado. E assim, ungidos pelo óleo santo, o óleo do Crisma, recebemos os dons, somos confirmados na nossa fé e renunciamos a todo o pecado para seguir a sã doutrina de Cristo.
            Mas como diz a promessa, recebemos o Espírito Santo e temos que ser as testemunhas de Jesus Cristo. A Crisma não é o fim, mas sim o início de toda a missão evangélica: anunciar o Cristo vivo real e ressuscitado a todas as pessoas de todos os lugares imagináveis e inimagináveis. Evangelizar até os confins da terra, é evangelizar até os buracos mais profundos, aonde Deus não é conhecido porque é rejeitado, é ir aonde ninguém teria coragem de ir. Eis a missão que recebemos e eis o Espírito que nos preenche para termos Sabedoria, Fortaleza, Piedade, Temos de Deus, Conselho, Inteligência e Ciência.
            Hoje sei que a promessa é real, e que mesmo que eu me esconda no buraco mais profundo, vazio e escuro, eu nunca estarei sozinho. Sempre terá uma tal de Santíssima Trindade zelando por mim. Mesmo que meu coração seja machucado pelo mundo, que as chagas mundanas me atinjam: meu ser é preenchido pelo Espírito Santo, que cura e consola. Na falta da família de sangue tem a família de fé; se o problema for sangue, tenho o de Cristo. Se o problema for falta de pai, tenho o meu Deus Pai de Misericórdia.
            Como pode existir amor tão grandioso assim? Acho que se confirma algo além do Espírito Santo em mim: TUDO ISSO É UM MISTÉRIO!

Paulinha, eu, Xandy, Marina minha madrinha

Minha mãe, Antonia *-*
Madriiiiinha *-*

















Galera, novos confirmados!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Casamento é para sempre!



“Aos casados mando (não eu, mas o Senhor) que a mulher não se separe do seu marido. E, se ela estiver separada, que fique sem se casar, ou que se reconcilie com seu marido. Igualmente, o marido não repudie sua mulher.” (1Coríntios 7,10-11)

            Essa Palavra tirada da primeira Carta de São Paulo aos Coríntios pode ser muito dura pra muita gente. E é dura justamente porque as pessoas são moles e se entregam as seduções mundanas, e preferem escutar o que a sociedade descrente de Deus fala, do que escutar o que o próprio Deus nos diz. É fato que a presa preferida de satanás é a família, pois é na família que se forma toda a Igreja; por isso a primeira “igreja” é a família. Se a família não educa, e não ensina a fé e os valores Cristãos desde pequeno, futuramente serão presas fáceis nesse mundo frio e sem amor.
            Como sou acostumando a ouvir do Pe Moacir Anastácio: “eu sou muito duro porque a palavra do Senhor é dura” (mais ou menos isso). E é por isso que serei duro. Aonde vamos parar com tanta desgraça nesse mundo? Como pode pessoas se dizerem Católicas, e desrespeitarem o mandamento de Deus sobre o Matrimônio! Gente, acordem pois o Senhor vai nos dizer O que Deus uniu o homem não separa. E porque cada dia mais cresce o número de divórcios? Porque as famílias são destruídas facilmente? – É obra do demônio? Talvez, mas ele só ataca e vence a família que não conhece a Deus, a Sua Palavra, a sua doutrina, só se destrói uma família que não reza.
            Já pensou como seria se a doutrina de Deus não fosse assim, autorizando o divórcio? Dá até pra imaginar porque nessa sociedade atual ninguém respeita os mandamentos de Deus. Mas a zona ia ser terrível. Casamento é pra sempre, e tem que ser algo decidido entre noivo, noiva, e Deus. E pra isso é preciso muito tempo de oração. Tem gente que namora três meses e esta se casando, logo separa porque não suporta a pessoa. Por isso, devemos seguir os moldes antigos: conhecer alguém, namorar, noivar, casar, viuvar (viuvar pra mostrar a única forma de separação que pode ocorrer em um casamento, a morte). Mas pelo fato de não se ter Deus em um casamento é que não se tem felicidade no mesmo, é por isso que os filhos sofrem demasiadamente, é por isso que ninguém agüenta casamento longo, é por isso que o matrimônio tem sido banalizado pela sociedade e casamento é motivo de piada.
            Eu vivo essa situação de perto, meus pais são separados a cerca de 8 ou 9 anos. Devido a sofrimentos passados, eu até concordei e fiquei “feliz” com o divórcio deles. Eu era muito novo, tinha 10 anos apenas, mas pra mim estava tudo bem. A questão é que os meus pais casaram conforme a vontade de Deus, na Igreja. E se separaram pela falta de Deus, ninguém tinha vida de Igreja naquela casa; minha mãe ia comigo as vezes, meu pai muito as vezes e reclamando (tinha que insistir muito para ele ir), e ambos destruindo o matrimônio. Até que a bomba explode e se separam. E porque? Talvez pelo fato de eu não lembrar quando nos reunimos em casa para rezar um terço (mas para o churrasco eu lembro), não lembro de nenhum indo com freqüência a Santa Missa no domingo, nenhum dos dois se confessavam (a não ser quando iam ser padrinhos de batizado), enfim, Igreja era algo distante para eles. Eis o motivo desse e de todos os divórcios.
            Hoje minha mãe é de caminhada, sempre vai a Igreja, mas graças a Deus ela permanece separada sem nenhum outro “marido” – assim pode receber os sacramentos. Não é o mesmo do meu pai, mas eu tenho fé no milagre nesse matrimônio porque o que Deus uniu o homem não separa! Porém, vemos hoje em dia, uma banalização disso; pessoas divorciadas e que se “casaram” novamente recebendo a comunhão indignamente, e achando a coisa mais normal do mundo, e ficam até com raiva quando dizem do contrário. É assim também quando não se é casado na Igreja, seja só junto (amancebado), ou casamento apenas civil, tudo está em pecado permanente, que só acabará com o Matrimônio na Igreja.
            A questão para a felicidade no casamento não estar em achar a pessoa mais bonita do mundo, mais rica, mais não sei o que... a felicidade no casamento esta em ter Deus em primeiro lugar, a Igreja em segundo e a família vindo na terceira colocação junto com muita, mas muita oração. Sem Deus sua família vai cair, pois Deus é a base da família.
            E se você casou e não o ama mais, ou diz que não mais o suporta: NINGUÉM MANDOU CASAR, CARREGUE SUA CRUZ!

Parabéns Igreja Católica!





                Parabéns a Santa Igreja Católica Apostólica Romana! Hoje, dia de Pentecostes, comemoramos o início real da Igreja Católica. A mais ou menos 2 mil anos atrás, a Igreja começava quando o fogo do Espírito desceu sobre os apóstolos e tirou todo o medo, e fez daqueles homens medrosos gigantes da fé e fervorosos anunciadores de Jesus Cristo.
            A Igreja fundada por Jesus Cristo quando diz a Pedro: “Tu és Pedro, e sobre essa pedra eu edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves da porta do Reino dos Céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus” – nasceu de fato na descida do Espírito Santo, eis a Igreja que age pela ação do Espírito de Deus.
            A velhinha de 2 mil anos não se cansará jamais de ser a obra de Jesus na terra para a salvação da humanidade. É na Santa Igreja que temos todos os Sacramentos de vida eterna, os Sacramentos de Cristo Jesus. É na Santa Igreja que o prórprio Jesus se faz presente em todas as capelas e sacrários, graças a Deus temos a Eucaristia, o Corpo e Sangue de Jesus, o alimento e bebida de todo católico que sacia a alma e dar vigor pelo Espírito Santo a continuar proclamando o senhorio de Jesus Cristo dentro da amada Igreja.
            Que minha fé seja renovada no tanto em que amo a Igreja, pois se não fosse a mesma ninguém conheceria a pessoa de Jesus Cristo. Louvo e bendigo a Deus por ter nos deixado a Igreja Católica para ser canal de nossa salvação. Deixando-nos também como guias um líder, o Papa, que pelo primado de Pedro até o Papado de Bento XVI sempre tivemos um pastor para guiar a Igreja nas necessidades de Cristo. Obrigado por tudo que envolve a Igreja, todos os sacerdotes, religiosos e religiosas, leigos e leigas, que engajados ou não fazemos parte do corpo místico de Cristo.
            Eis a Igreja do Senhor Jesus, única fundada por Ele, aonde o adoramos e o louvamos. Aonde sua presença é indispensável, pois Ele nunca sairá da mesma. Eis a Igreja dos apóstolos, de Nossa Senhora, dos santos e santas que estão no céu. Eis a Igreja do Senhor, eis a Igreja Católica Apostólica Romana!


domingo, 12 de junho de 2011

Arrependei-vos e voltem a Deus Pai de Misericórdia!



“Feitas essas coisas, prostraram-se por terra e suplicaram ao Senhor que não mais os entregasse a semelhantes calamidades; mas, se recaíssem nas ofensas, que corrigisse com brandura, sem entregá-los às mãos das nações ímpias e bárbaras.”
(2Macabeus 10,4)

            Meus irmãos, nesse dia de Pentecostes, no qual o Espírito do Senhor desceu sobre nós, Deus me da essa passagem para passar a vocês. Caríssimos irmãos, Deus nos ama profundamente, nós somos a Sua obra-prima, Ele nos quer todo bem. Por isso, nos deu o Seu Santo Espírito, que esta em nosso meio, e enche o ser de todos os que crêem nesse dia que Jesus é o Senhor, e que a promessa de Deus é verdadeira. Mas Ele nos dá tanto amor e tanto carinho, para vermos que só o amor d’Ele é verdadeiro e não nos frustrara; e Ele pede apenas para que nós nos arrependamos dos nossos pecados, das nossas faltas, e aceita-lo fiel e verdadeiramente.
            Talvez por isso Deus me deu essa passagem para escrever pra vocês, porque nesse momento de grande graça, devemos ser fiéis a Deus em sua plenitude. Deus me falava nessa Semana de Pentecostes que pra ser fiel é preciso amar, pois fidelidade é igual ao amor; meus irmãos, não da pra ter fidelidade sem ter amor, é por isso que tantos casais se separam. Dia dos namorados com relações frias e sem Deus, porque não existe amor; logo não existe fidelidade real e nem felicidade. A felicidade esta em Deus, no Senhor teu Deus. Mas pra isso precisamos não só querer como obedecer a voz do Senhor, que te diz “nada temas estou contigo, eu te amo, deixe-se ser amado por mim”.
            Mas o mesmo Deus que diz palavras carinhosas e doces é o mesmo que diz palavras dura, mas duras palavras de amor, de um Deus que presa por seus amados. Deus não quer o nosso mal, Ele só pede aquilo que não só podemos fazer como também devemos fazer. Porque você pode não querer se arrepender dos seus pecados porque ainda não ama de verdade, pois a mudança acontece pelo amor.
            É interessante que nessa Palavra dada por Deus, o povo pede para que caso eles recaíssem nos seus erros Deus não os entregue as nações ímpias, ou seja, para a maldição eterna. Podemos fazer uma analogia para o agora, o povo pede para não serem jogadas no inferno, não serem condenadas a morte eterna. Muito diferente do nosso tempo em que as pessoas só querem a presença de Deus, e clamar milagres, usam sacerdotes de Deus como “pai de santo”, e arrependimento das suas obras más não existe. O fato é que o processo é lento, e tudo acontecerá a seu tempo; mas também é fato que existem pessoas que não querem se arrepender e vivem a vida de pecado sabendo do que deveria viver.
            Essa palavra é pra você que como eu há algum tempo atrás ia a Igreja em raras ocasiões. É pra você que só vai para a Igreja  por exemplo, uma vez ao ano na Semana de Pentecostes, consagra suas velas de Pentecostes, e depois desaparece da presença de Deus, e só vai lembrar d’Ele quando tiver precisando de um milagre. E quando as coisas ruins começam a acontecer, murmuramos e dizemos que Deus nos abandonou, mas acorda porque PODE SER DEUS PESANDO A MÃO SOBRE VOCÊ PARA QUE VOCÊ RECONHEÇA SUAS FALTAS, E RECONHECE O SENHORIA DELE NA SUA VIDA, FAZENDO RECONHECER ASSIM A IMPORTÂNCIA DA CELEBRAÇÃO LITURGICA QUE VIVEMOS. RECONHECER A IMPORTANCIA DE DEUS. E MAIS, RECONHECER COMO É BOM SER DELE, SOMENTE DELE, E AMÁ-LO DE TODO O CORAÇÃO, E VIVER UMA VIDA SANTA PELA GRAÇA DO ESPÍRITO SANTO!
       Deus Pai é realmente um pai, sabe educar, dar carinho, dizer palavras de amor a seus filhos, mas Ele repreende os mesmos para se corrigirem. É fácil dizer que acredita em Deus quando Ele nos diz “Eu te amo”, mas é difícil aceitar quando Deus fala: “POVO MEU, ARREPENDEI-VOS E VOLTEM PARA MIM
            Hoje o Espírito Santo de Deus esta nos quatro cantos do mundo, soprando, derramando os Seus dons, curando, libertando... Que hoje esse Espírito Santo nos ensine a amar para sermos fieis, que esse Espírito Santo nos faça reconhecer que somos pecadores e assim nos arrepender e procurarmos uma confissão, que esse Espírito Santo incendeie a alma de todo ser vivo, mostrando a alegria de ser de Deus, e a felicidade eterna de ter um pai que é o Deus pai de Misericórdia.
            Paz e Bem, que Deus te abençoe no nome poderoso de Jesus Cristo!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

A ação do Espírito Santo (Vídeo)

História da Semana de Pentecostes

1997



No ano de 1997, o Pe Moacir Anastácio, sentido um ardente desejo de fazer Jesus Cristo ser conhecido, amado e adorado por todas as pessoas, começou a celebrar Missas de Curar e Libertação na Paróquia São Pedro. No decorrer destes anos foram inúmeras as graças derramadas neste lugar, onde mais tarde, aconteceria o maior evento paroquial do mundo. Aqui nasceu a Semana de Pentecostes e é Ele, O Espírito Santo, o protagonista desta história. O Espírito Santo é a fonte e o segredo da coragem e audácia de celebrarmos tão grande evento.









A graça de Pentecostes (Foto: pastoral.com/2010)




1999


Domingo da Ascensão do Senhor, 8h, como de costume, o Pe Moacir celebra a Missa. A leitura deste dia está em Atos 1,4-5: ” E comendo com eles, ordenou-lhes que não se afastassem de Jerusalém, mas que esperassem aí o cumprimento da promessa do Pai, ” que ouvistes”, disse ele” da minha boca; porque João batizou na água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo daqui a poucos dias.”


O Padre terminou esta celebração, dizendo: ” Ide em paz e que o Senhor vos acompanhe.” Neste momento, ele ouviu uma voz interior que lhe dizia: ” Não foi isso que você pregou, e nem foi isto que Eu te ensinei.” No mesmo dia ele celebrou na Capela Imaculada Conceição de Maria, ás 10h30min, e, mais uma vez ao final da missa, repetiu a mesma despedida da Missa anterior e, novamente, ouviu aquela voz que lhe dizia a mesma coisa. Foi para meditando aquelas palavras e após rezar em sua Capela, Deus concedeu-lhe este discernimento: A partir daquele dia, dia da Ascensão do Senhor, o Senhor queria que todos ficassem em oração até o dia de Pentecostes. Na missa das 19h deste mesmo dia, ele convocou todos os fiéis presentes, cerca de 300 pessoas, para juntos, iniciarem uma semana de oração, louvor e adoração ao Senhor. Com o objetivo de realizar um evento bem organizado e seguro, o Pe Moacir montou uma equipe de Coordenação, escolhendo cinco paroquianos: Washington, Vicente de Paulo, Paulo, Maria Alina e Mary. Assim nasceu a Semana de Pentecostes.






2000


Neste ano, o Padre Moacir convidou alguns padres para celebrar com ele, a Semana de Pentecostes. Em uma das missas, celebrada pelo Pe Rambo, durante a homilia, Deus dava ao Pe Moacir, uma revelação que dizia: ” Na Semana de Pentecostes, manda as pessoas trazerem uma vela na sexta-feira e consagra-a ao Pai, uma segunda vela no sábado e consagra-a ao Filho e uma terceira vela no domingo, dia de Pentecostes, e consagra-a ao Espírito Santo. no momento mais difícil da vida, a pessoa deverá acender as velas e o milagre irá acontecer. ” Estavam presentes, nesta celebração, cerca de 3 mil pessoas.









Paróquia São Pedro (Foto: Pastoral.com/2010)




2001


A Semana de Pentecostes aconteceu, novamente, na Paróquia São Pedro, com um público estimado em 12 mil pessoas.





2002


A Semana de Pentecostes aconteceu, novamente na Paróquia São Pedro, aumentando o número de fiéis por cada evento.






2003


Neste ano em que os três últimos dias da Semana de Pentecostes foram celebrados na Paróquia São Pedro. As ruas ficaram intransitáveis, lotadas por um público aproximado de 25 mil pessoas que se comprimiam para participar das celebralções. Com o número de fiéis aumentando assustadoramente a cada ano, o Pe Moacir, juntamente com a coordenação de Pentecostes, tendo a frente como coordenador-geral, Washigton Mesquita, decidiu transferir os três últimos dias do evento para um espaço maior.









Pistão Park Show (Foto: Pastoral.com)






2004



Primeiro ano no Pistão Park Show, em taguatinga, um público estimado em 35 mil pessoas em cada celebração, totalizando quase 100 mil pessoas nos três dias. A partir deste ano, prevendo um grande aumento de pessoas presentes, Washigton desenvolve projetos de parceria, layout e conta com um grande número de pessoas voluntárias para trabalhar, proporcionando, assim, a organização de uma estrutura de grande porte.






2005


Lotação no Pistão Park Show, uma média de 55 mil pessoas, por dia. O local tornou-se pequeno para acolher tantos fiéis.




2006


Neste Ano, a Paróquia São Pedro, nos três últimos dias da Semana de Pentecostes, transferiu-se para o Parque da Facita, também em taguatinga. A coordenação montou um layout e uma estrutura específica. Ao visitar o local o Pe Moacir disse: ” Estamos diante de um elefante branco onde não temos nada.” O público estimado para este ano foi de 90 mil pessoas por dia, em um total de 270 mil nos três dias.









Facita (Foto: Pastoral.com)




2007


Permanecendo na Facita, superou-se qualquer expectativa de público, estimado em 140 mil em cada dia. O Parque da Facita nunca havia recebido um público tão numeroso e, novamente, foi necessária a transferência para outro local que pudesse comportar tantas pessoas, já que, a cada ano, o número de pessoas crescia em proporções assustadoras.







"Temos que levar ao mundo a graça de Pentecostes" Padre Moacir (Foto: Pastoral.com/2010)






2008


Surge um grande desafio: Celebrar a Semana de Pentecostes no Parque Leão, um local desconhecido pelo povo e de difícil acesso, por não haver linhas de ônibus destinados a ele. O Parque Leão possui uma área interna de 174.00 m² de espaço livre e foi necessário refazer e adequar o layout. Enfrentaram-se inúmeras dificuldades, pois o custo financeiro do evento tornou-se muito elevado diante da realidade da Paróquia São Pedro. Para custear o evento, foi preciso contar com o auxílio financeiro dos amigos e paroquianos. Mais uma vez como sempre, a graça e a misericórdia de Deus foram derramadas em abundância e a providência Divina supriu todas as necessidades, nada deixando faltar. O público estimado, neste ano, foi de 350 mil por dia.









Nossa Senhora passa na frente (Foto: Pastoral.com/2010)






2009


Ainda no Parque Leão, todas as expectativas de público presente foram superadas. Compareceram cerca de 700 mil pessoas em cada dia. Vale destacar que esses números foram fornecidos pela Polícia Militar e pelo Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. Também estavam presentes todos os órgãos de Segurança Pública do GDF. No sábado, a TV Canção transmitiu o evento para Brasília, o Brasil e todo o continente Africano, além de transmitir através de 150 outdoors, 150 mil cartazes, 1 milhão de programações impressas, oito trios elétricos e três dias de propagandas nas principais emissoras de televisão. A Semana de Pentecostes tornou-se o maior evento católico, a nível paroquial do mundo e foram superadas todas as expectativas de público e organização. ” Temos certeza de que tudo isso é fruto da misericórdia de Deus e da coragem, audácia, fé e determinação do Pe Moacir Anastácio para evangelizar e anunciar Jesus Cristo aos quatro cantos do mundo”, disse Washington Mesquita.






2010


A XI Semana de Pentecostes aconteceu em Brasília da forma esperada pelos organizadores do evento e confirma Brasília como a Capital do Espírito Santo. Tendo á frente o coordenador geral Washington Mesquita, e o seu celebrante, o Padre Moacir Anastácio. Pentecostes 2010 foi um sucesso total. Durante oito dias, três milhões de pessoas louvaram, glorificaram e bendisseram o nome do Senhor.


Moradores do Distrito Federal, vindos de todas as cidades satélites, gente que veio de longe, de outros estados, rezaram, pediram, agradeceram e se emocionaram ao ouvir as pregações do Pe Moacir. Por trás de toda movimentação no Parque Leão, um batalhão de mil e setecentas pessoas, membros de pastorais e voluntários da Paróquia São Pedro e da comunidade Renascidos em Pentecostes trabalhava sem parar, dando apoio, e atendendo todas ás solicitações dos fiéis.



 
Pentecostes 2011


FONTE: http://semanadepentecostes2011.blogspot.com/p/historia.html

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Viver em Deus é a verdadeira felicidade

             
             A vida é pra ser vivida em sua plenitude, no amor de Deus, vivendo a graça de ser um Cristão, tendo a alegria de sua juventude a Eucaristia, o ardor do Espírito Santo. Viver a santidade por amor a Deus, entregar a vida ao Cristo que ressuscitastes. Quanta alegria em ser de Deus.
            Mas falar é fácil para que já é de Deus, para quem já conheceu a pessoa de Jesus Cristo. Sei que parece loucura para os hipócritas mundanos ter a vida inteiramente dedicada a Deus, ter o centro da vida o Deus Trino de amor. Sei que para os que não crêem é difícil aceitar o sacrifício feito por amor a Jesus. A loucura da cruz já dita assim a muito tempo, espanta os infelizes que vivem sem Deus. Eles não amam de verdade e se espantam ao ver tamanha manifestação do amor de Deus.
             A minha felicidade esta completamente ligada a Deus. O que é divergente da Sua vontade torna-se uma barreira da minha felicidade, e me torna infeliz por ter algo entre eu e Deus. E o que derruba toda e qualquer barreira entre eu e a Divindade é o Espírito Santo; Ele é o resumo de toda felicidade, é por Ele fazendo nos vivenciar a Santíssima Trindade que somos plenamente felizes. Não há quem viva na ação do Espírito Santo que seja infeliz, pois o Espírito Santo é a nossa felicidade. Deus é amor e não sofrimento, Deus é nosso refúgio ao qual somos completamente felizes em Sua obra.
            A felicidade mundana não é verdadeira e nem duradoura. Não existe felicidade sem Deus; e não existe Deus no que é mundano e impuro. A felicidade plena não esta na maconha, na cocaína, no craque, no álcool, nas diversas drogas, no sexo banalizado, nas festas mundanas e depravadas, na infelicidade completa do próximo; enfim, a felicidade não existe aonde Deus é incapaz de alcançar. E Deus não alcança por quê? Pelo simples motivo de que quem conhece a Sua felicidade plena não apresenta aos perdidos do mundo. É fácil falar de Jesus pra um irmão de outra comunidade ou movimento da Igreja, mas é difícil falar pro usuário de craque que esta morrendo com a boca no cachimbo. As pessoas más é que mais precisam do Deus dos bons.
            Se eu não fui canal de Deus para o mundo mal conhecer o amor fiel e verdadeiro que consiste no Deus vivo, no Cristo Ressuscitado... peço-Vos perdão meu Deus, pois eu só sou feliz quando meus irmãos também são. Mesmo que seja o irmão mais impuro, eu serei o mais impura da alma por ocultar a tua graça a ele. Sei que não sou o mais fiel, mas daí me a graça da fidelidade plena, pra todos sermos felizes em Cristo Jesus. Teu Espírito é para nossa alegria e não tristeza. Bendito seja Senhor!

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Eucaristia: Jesus Senhor e Rei.




          

Grande mistério que se dá pela transubstanciação, amor pleno de um Deus que se faz pão para alimentar a alma de seus amados. Um Deus que faz de Sua carne um alimento para milhões de fiéis que tem fé, e crêem na Sua presença viva e real na Santa Eucaristia. Bendito seja o Deus de nossos pais, bendito seja o nosso Deus que renova a todo o momento o Sacrifício e o mistério da Eucaristia.
           
    Que todo joelho se dobre diante do Rei dos reis, o Senhor dos senhores se faz presente em nosso meio. Adoremos o verbo encarnado, aquele que tudo se fez e que tudo se faz por amor. Se prostem  todos diante da grandiosa majestade de Jesus. Sua morada não é mais o Sacrário, mas sim cada coração arrependido e sedento de Deus. Ajoelhemos, louvemos, oremos, adoremos, cantemos um canto novo ao Deus vivo que nos presenteia com Sua presença sublime.
           
Oh meu Senhor, que fizestes eu além de te ofender para merecer tão bondosa graça da tua presença, do teu amor? Obrigado por que me destes o privilégio santo de participar do banquete da salvação, fazer parte no Teu Corpo e no Teu sangue, Senhor. Louvor a ti, Senhor digno de todo louvor e de toda adoração. Esposo da alma do pecador arrependido. Único que faz meu coração acelerar de emoção verdadeira e plena. Único que poderei confiar cegamente sem medo de frustração. Jesus Eucaristia, meu Senhor e meu Deus!