sexta-feira, 30 de julho de 2010

Católicos: Santos e imagens


A paz de Cristo, e amor de Maria.

Meus irmãos, hoje quero falar sobre algo que é motivo de perseguição para nós Católicos: Santos e imagens! Motivo de muita discussão religiosa, quero tentar ser claro naquilo que estou me propondo a falar.
Nós temos os santos como nossos intercessores junto a Deus; eles são os que rogam por nós; que intermedia nós com Jesus. Nós nunca colocamos um santo acima de Deus, e nem pedimos para o santo fazer algum milagre. Simplesmente pedimos intercessão se for da vontade de Deus!
Os santos foram pessoas que ainda quando viviam nesse mundo trabalharam para o reino de Deus, e com isso vivem com certeza na presença de Deus. Não é tão fácil pedir para alguém tão próximo de Deus? Claro que não só podemos como devemos, pedir diretamente a Deus.
Um exemplo interessante que minha catequista usou uma vez foi o seguinte: "Quando você vai procurar emprego você fala diretamente com o dono da empresa? Não! Primeiro o currículo vai passando de mão em mão ate chegar nas mãos de quem contrata. Assim é a relação com os santos, nos entregamos nossos pedidos a eles, e eles levam ate Deus.
A maior "perseguida" entre os santos e santas é minha Mãe do Céu: Nossa Senhora! Ela que é com certeza nossa intercessora junto a seu filho e Nosso Senhor Jesus Cristo, nossa tão amada mãe. Os protestantes se confundem (e tentam confundir terceiros) achando que colocamos Nossa Senhora acima de Deus. Jamais, nos amamos Maria sim... mas não adoramos (adorar somente a Deus), não colocamos acima de Deus (Deus esta acima de todas a coisas), e sabemos que ela não tem poder nenhum (mas ela pedi, roga, clama, intercede junto a Jesus Cristo por todos nós). Se sua mãe te pedi algo, você não faz? Assim Jesus Cristo também atente as súplicas de sua mãe (e mãe nossa também). Um exemplo é quando Maria intercede quando o vinho acaba nas bodas de Caná.
Sou constantemente questionado em relação a Nossa Senhora e aos santos viverem no céu. Dizem tais pessoas que Nossa Senhora e as pessoas que morreram na graça de Deus só iram ressuscitar para a nova vida no juízo final. Isso é um absurdo. Como pode isso acontecer? Se fosse assim para todos ressuscitarem só no juízo final, como poderia Jesus falar para um dos malfeitores que estavam crucificados com ele: "Em verdade te digo: hoje estarás comigo no paraíso".(Lucas 23,43).
Em relação as imagens de santos, de Jesus, etc...; segue o que tem na Bíblia Ave Maria, no final tem algumas explicações sobre imagens:
"A proibição do Ex 20,4s e do Dt 4,15s aplica-se às imagens culturais. No Novo Testamento, a palavra "imagem" é usada as vezes no sentido de expressão autentica e adequada. São Paulo diz, por exemplo, que Cristo é a imagem de Deus: 2Cor4,4; Cl 1,15; 3,10; outras vezes, indica subordinação de uma ordem inferior a outra superior. Por exemplo: o cristão em relação a Cristo: Rm 8,29; a vida terrestre em relação as realidades espirituais: 1 Cor 3,18. Nesse sentido, se diz que o homem foi criado à imagem de Deus: Gn 1,26s; 5,1; 9,6; Sb 2,23; Eclo 17,1; Sl 2,23; tanto no Êxodo como no Deuteronômio,a proibição de imagens dos deuses estrangeiros e não de qualquer espécie de desenho, pintura ou escultura. Trata-se de ídolos e figuras de deuses falsos que tomavam formas de pessoas, animais, astros, etc. Tanto é assim que o mesmo Deus mandou Moisés fazer uma serpente de bronze. Essa imagem da serpente era prefigurativa de Jesus pregado na cruz: Jo 3,14s. Além disso, Deus determinou a Moisés fazer dois querubins para cobrirem o propiciatório: Ex 25,8ss. Salomão, quando construiu o templo, mandou fazer também querubins e outras figuras várias, entre as quais leões e bois: 1 Rs 7,29.Nem por isso o templo foi do desagrado de Deus. com essas proibições, Deus procurava proteger o pequeno povo de Israel, cercado de tantos povos idolatras e ele mesmo propenso à idolatria. Portanto, ao recriminar os Católicos, os protestantes deveriam primeiramente provar que as imagens de Jesus Cristo, Maria Santíssima e dos santos são realmente imagens daqueles deuses estrangeiros. Uma coisa é imagem, outra é ídolo. O mesmo Deus que proibiu fazer imagens(de ídolos) mandou fazer imagens (não de ídolos) como a serpente de bronze, querubins." (Pagina 1585/1586 da Bíblia Ave Maria)
O texto acima descreve muito bem em relação as imagens e a ídolos. Eu tenho imagens de santo, tenho crucifixo, não idolatro nada. Como obviamente na época não existia câmera fotográfica, então temos as imagens de Jesus, Maria, etc... que foram passando de geração em geração (ou ate mesmo de aparições no decorrer do tempo).
Eu adoro somente a Deus, meu único Senhor é Jesus Cristo, toda honra e toda glória a Deus. Viva o Deus trino. Viva a presença viva e real de Jesus Cristo na sua Igreja!
A paz de Jesus Nosso Senhor e amor de Maria nossa Mãe

domingo, 25 de julho de 2010

A importancia da Confissão


A paz meus irmãos e irmãs em Cristo Jesus!

Vemos muito nos dias atuais uma banalização dos Sacramentos da Igreja. Simplesmente as pessoas deixam esses Sacramentos por falta de fé.

Um dos Sacramentos mais importantes é o Sacramento da Confissão. No qual nós tão pecadores, tão pequenos, tão sujos com nossos pecados, temos a oportunidade de sermos perdoados atraves de um sacerdote. A falta de fé talves faz com que mesmo os que se dizem "católicos" deixem de se confessar com frequencia,e ate mesmo não confessar. E o pior, é receber a Eucaristia (que é Jesus vivo, presente e real) indignamente.

Muitos protestantes dizem que a Confissão é invenção de padre, que so se deve confessar a Deus, e bla...bla...bla. Porem meus irmãos, não é isso que vemos na Santa Palavra; Jesus é claro (pelo menos pra mim é), quando Jesus fala:

"Recebei o Espírito Santo. Àqueles a quem perdoardes os pecados, lhes serão perdoados; aqueles a quem os retiverdes, lhes serão retidos". (João 20, 22-23).


Como vemos nessa passagem, devemos receber o perdão atraves dos sacerdotes. Vemos ai os apóstolos encarregados de perdoar. Nossos sacerdotes são nossos apostolos de hoje, são os discípulos de Jesus; são eles que nos reconciliam com Jesus Cristo, nos dá uma orientação espiritual, nos aconselha, e nos trás Jesus Cristo.

Essa passagem da Bíblia pode ser polêmica pelo fato de alguns protestantes dizerem que nessa passagem refere-se somente nós perdoarmos um com o outro. Sim, nós temos que perdoar, até por que Jesus nos ensinou que para ser perdoado devemos perdoar. Mas essa passagem é clara para quem quer enchergar. Ele fala diretamente para os apóstolos, e exprime claramente esse Sacramento.

Pedro que é a "rocha" que na qual Jesus edificou sua Igreja (Católica Apostólica Romana), é o nosso 1º Papa. E Jesus diz: "o que tu ligares na terra será ligado no céu; e o que desligares na terra, será desligado no céu." (Mateus 16,19). Vemos ai a figura da autoridade de um Papa e da Igreja. Entao se a Confissao foi ligada na terra, ela esta ligada no céu; por isso é importante nos confessar-mos com frequencia, pois devemos ir com o perdão para a próxima vida.

A Igreja nos ensina que devemos nos confessar a cada 1 ano. Porem eu me confesso a cada 1 mes(ate menos as vezes), pois 1 ano é mais para aquelas pessoas "santas" que tem poucos pecados (pecados não mortais), que são apagados no ato penitencial na Santa Missa. O mundo como esta hoje, sempre estamos expostos ao pecado, mesmo que não queiramos o mundo nos tenta, por isso a confissão frequente é importantíssima.

Ao confessar é de suma importância que estejamos arrependidos de coração, por que não adianta eu confessar e depois sair da Igreja e sair cometendo todo o tipo de pecado novamente. Devemos fazer uma boa confissão, contar tudo que cometemos de errado, tudo que nos atormenta, etc. E depois de nos confessar a recompensa maior é poder receber Jesus na Eucaristia.

A Confissão tem uma importância tamanha que uma vez uma viúva pediu para São Padre Pio rezar para saber aonde o recem falecido marido dela estava. Padre Pio silenciou e fez uma cara de dor e disse: "Seu marido esta no inferno". A mulher entao disse: "Mas como? meu marido se confessou antes de morrer." Padre Pio entao respondeu: " No tempo de juventude dele, ele tinha um chamado, ele brincou com o chamado do Senhor, por que ele quis delitar no pecado e curtir a vida; passou um tempo e ele ficou obstinado pelo pecado e não conseguia voltar para Deus. E antes de confessar, ele esqueceu de confessar alguns pecados para o padre, omitiu e não confessou contrito de coração." - vemos ai meus irmãos e irmãs como devemos confessar tudo ao padre, pois este homem confessou, mas omitiu, e o destino foi triste. Devemos nos arrepender e buscar a confissão, e sermos humildes e sinceros. Pois se não nos arrependermos e confessar e voltar a fazer as mesmas coisas, eu digo o que São Padre Pio dizia: "Não joguem o sangue de Cristo fora!"

Eu passei por muitos momentos difíceis na vida, fiz minha 1ª comunhão em 2005, e para tal tive que me confessar. Infelizmente o inimigo tenta nos afastar, nos derrubar, nos abalar; e nunca mais me confessei, passei por tanta coisa difícil. Não contarei tudo neste momento, mas contarei que a partir do momento que eu vi que necessitava de algo, voltei a confissão, voltei a receber Jesus dignamente, voltei de verdade pra Igreja do Senhor (sempre fui, mas era um "morto"), ai as coisas começaram a dar certo na minha vida. Tudo por misericórdia do Senhor.

Não sei se é assim com todas as pessoas, mas eu quando me confesso, sinto algo de ruim sair de dentro de mim, algo me libertando, me sinto leve; e quando vou para o Santíssimo pra pagar a penitencia, sinto meu corpo quente, um calor, que é o sangue de Cristo que nos redime dos pecados. ou se não, é o amor de Deus com certeza, que me faz arder em sua misericórdia.
Irmãos e irmãs, leiam o Salmo 50 ( em algumas Bíblias podem ser o 51) o Miserere!
Eu não tenho nenhuma autoridade na Igreja, não sou nenhum doutor, não sou ninguem com grandes conhecimentos... sou apenas um paroquiano, uma pessoa Católica, que segue a doutrina e o Evangelho de Jesus Cristo, mas peço-vos: CONFESSEM SEUS PECADOS A UM SACERDOTE! Não deixe o inimigo de enganar e te manter longe da confissão, e coragem, vamos! E sejamos Católicos verdadeiramente, e não tenhamos medo de professar a nossa fé. Afinal, medo de que? Jesus venceu o mundo!

Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja louvado!