quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Mega Sena

Ano Novo se aproximando, e junto com ele vem também as conversas sobre mudança de vida, projetos, sonhos a se realizar. E em tudo isso está presente a tão comentada nos últimos tempos, “Mega Sena da Virada”. Uma verdadeira “virada” na sua vida, solução de todos os problemas (conforme dizem), seria o melhor sonho a se realizar em 2011, começar o ano “podre de rico”.
            Mas venho te falar de algo que irá mudar sua vida, irá te transformar completamente. Algo que irá te quebrar e te remodelar, uma coisa especial e de grande valor; é a “mega sena” que não se sorteia, é a “mega sena” que não te dar riquezas materiais, mas te dá a vida eterna.
            E que “mega sena” é essa? Chama-se Jesus Cristo, pode ser Deus, mas age pelo Espírito Santo; pode chamar de Santíssima Trindade. Sim meus queridos, o amor que brota desse mistério que é a Santíssima Trindade, é o maior prêmio que se possa querer. Amor de um Pai que nos criou com todo amor, que tem coragem de dar Seu filho pela humanidade. Amor de um Homem-Deus, Jesus Cristo Filho de Deus, que se entrega na cruz pela nossa libertação (que maravilhoso prêmio não?). E o amor de um Espírito Santo, que vêem em nosso auxílio enviado por Deus, que nos santifica e que sempre está conosco nesse grandioso Mistério da Santíssima Trindade.
            Dinheiro não é tudo! Quantos têm tanto dinheiro, mas tanta infelicidade? Ter dinheiro e não ter Deus é o mesmo que não ter vida; pois só quem tem Deus sabe o que é viver e amar. Nessa época as pessoas tem o costume de dizer “saúde e dinheiro no bolso”, mas que tal falarmos “saúde e Jesus no coração”? Pois dinheiro se for pra você ter, terá o suficiente para viver, conforme Deus quiser. E se você ganhar na mega sena que dá o tão “valioso” prêmio, não se esqueça das pessoas que estão ao seu redor, daquelas pessoas que tem fome, as pessoas que tem sede, as pessoas que não tem onde morar, não se esqueça das pessoas que estão jogadas nos vícios porque não podem pagar um tratamento. O mesmo com os doentes, com os jogados, com os que estão largados na sociedade capitalista e individual. Talvez sua condição de rico seja uma missão de poder ajudar essas pessoas. E lembre-se também de você mesmo, não vá perder sua alma para o dinheiro.
            Mas mesmo pobre, não se esqueça que você pode dar a mesma contribuição para ajudar o próximo. Basta ter a vontade para tal, e fé de fazer o mesmo que Jesus fazia, amar incondicionalmente a todos não importando o estado em que elas se encontravam.
            “Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a ferrugem e as traças corroem, onde os ladrões furtam e roubam. Ajuntai para vós tesouros no céu, onde não os consomem nem as traças nem a ferrugem, e os ladrões nem furtam nem roubam. Porque onde está o teu tesouro, lá também está teu coração!” (Mateus 6,19-21)
            Paz e Bem!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

UMA FÉ DE PEDRA

            

            Homem de fé, homem de adoração, homem de oração, sincero, líder, humilde, sábio, rico de Espírito, pescador, discípulo, apóstolo, PAPA... ou simplesmente pescador de homens. Este é São Pedro, a pedra que Jesus ergueu a Igreja Católica Apostólica Romana.
            A fé deste homem serve de exemplo para nós. Ele que havia trabalhado uma noite inteira em seu ofício de pescador, e nada tinha apanhado; quando Jesus lhe manda jogar as redes novamente, ele vai dizer “...por causa de tua palavra, lançarei a rede” – muitas vezes falta essa fé, de ouvir a voz de Deus e obedecê-la; mesmo que seja uma atitude simples como de jogar uma rede, mas saber de quem te fala é o Cristo. Por isso após a milagrosa pesca, Jesus fala algo marcante para Pedro: “Não temas, doravante serás pescador de homens”. – e então Pedro abandonou tudo para seguir o Senhor. Quantas vezes não nos falta uma atitude como a de Pedro?
            Pedro era um homem muito simples, cometia muitos erros, não entendia algumas coisas. Mas isso era normal, quem compreenderia? Mas Pedro sempre estava a frente dos outros discípulos, era Pedro quase sempre quem tomava a palavra com o Senhor, já era Jesus formando o primeiro Papa de Sua Igreja. São Pedro é aquele que Jesus disse “Tu és Pedro, e sobre essa pedra eu edificarei a MINHA Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.”(Mateus 16,18-19) – Ai está a figura do Papa, ai está o início da formação da Igreja Católica Apostólica Romana, que irá se consolidar em Pentecostes. Pedro é o mesmo homem que mesmo após ouvir o que Jesus lhe disse, falou algo que contradizia a vontade de Deus, e foi repreendido por Jesus (Mateus 16,22). Precisamos ser repreendidos muitas vezes, mas infelizmente muitas vezes não queremos ser como Pedro que aprendia o que Jesus ensinava, mas queremos ser como Judas que o traiu.
            Pedro talvez acima de tudo é exemplo de fé. Talvez você se pergunte: Como exemplo de fé se ele não teve fé para andar nas águas como Jesus falou? Veja na passagem: Mateus 14,22-36. Mas quantos de nós teríamos a atitude de fé que Pedro teve e falar “Senhor, se és tu, manda-me ir sobre as águas até junto de ti” e logo após Jesus dizer VEM, se lançar ao mar? Creio que muitos não se jogariam ao mar por Jesus como Pedro fez. E se a fé foi pouca, não é nada diferente do que acontece conosco. Pedro é totalmente um retrato nosso, de quando se tem a atitude de se lançar ao mar, ter medo das tribulações que se terá que passar. Mas este mesmo homem, é humilde o suficiente pra pedir socorro por ter duvidado. E Jesus lhe estende a mão, assim como faz com você quando se desvia Dele, quando esta doente, quando sai da sã doutrina; Cristo esta te erguendo o braço como fez com Pedro.
            Pedro também é aquele que negou Jesus três vezes (Mateus 26,69-75), quantos de nós assim como Pedro também não negamos Jesus? Seja por palavras, atitudes, ocultações. Muitas vezes não agimos conforme dizemos, negamos o Cristo, negamos a Deus, negamos a Sua Igreja. Pedro negou três vezes, e você quantas vezes já negou Jesus Cristo? Pedro soube se arrepender, e depois da vinda do Espírito Santo assumiu a missão preparada pra ele, ser o primeiro Papa. E seguiu para Roma, para lá levar o conhecimento de que Jesus é o Senhor!
            Pedro que foi a frente dos apóstolos após a morte e ressurreição de Jesus (claro juntamente também com Maria), foi forte na batalha de anunciar o evangelho. Cheio do Espírito Santo foi canal da graça e da salvação para muitos. Até a morte de cruz assumiu para não negar o evangelho. Pedro era tão simples, tão humilde, e amava tanto a Jesus; que não se achou digno de ser crucificado da mesma forma que seu mestre, e foi morto de cabeça para baixo. Será que temos a fé deste homem? Espero que possamos nos espelhar nele, e poder assumir a cruz que devemos carregar, e fazer tudo para a honra e glória de nossa Senhor.
            São Pedro rogai por nós
            Paz e bem

sábado, 25 de dezembro de 2010

Primeiros Cristãos

“Perseveravam eles na doutrina dos apóstolos, nas reuniões em comum, na fração do pão e nas orações. De todos eles se apoderou o temor, pois pelos apóstolos foram feitos também muitos prodígios e milagres em Jerusalém, e o temor estavam em todos os corações. Todos os fiéis viviam unidos e tinham tudo em comum. Vendiam as suas propriedades e os seus bens, e dividiam-nos por todos, segundo a necessidade de cada um. Unidos de coração, freqüentavam todos os dias o templo. Partiam o pão nas casas e tomavam a comida com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e cativando a simpatia de todo o povo. E o Senhor cada dia lhes ajuntava outros, que estavam a caminho da salvação.” (Atos dos Apóstolos 2,42-47)

         A paz meus irmãos e irmãs. Podemos ver nessa passagem, a maravilha que era a vida dos primeiros cristãos. Aqueles homens que pela fé em Jesus Cristo, deixaram o judaísmo, o paganismo, deixaram os ídolos. Enfim, homens e mulheres que pela a ação do Espírito Santo, que lhes era passado pelos apóstolos, sentiram e creram que Jesus é o Filho de Deus.
         Nós devíamos nos espelhar mais nesse povo, que assim como nós foi resgatado pela Misericórdia de Deus. Vejam que já de início eles perseveravam na doutrina apostólica, na fração do pão e nas orações; enquanto hoje temos heresias dentro da própria Igreja, onde se faz completamente o contrário que foi ensinado pelos apóstolos, e o que nos manda Sua Santidade o Papa. Somos dóceis a crenças não apostólicas, e tendenciamos outros erradamente a viver um Deus superficial. Essa fração do pão que a Sagrada Escritura cita, referindo-se provavelmente da Eucaristia; oxalá todos hoje em dia entendesse realmente o que é a Eucaristia, Sua importância; oxalá eles cressem que ali é a própria carne/sangue de Jesus. Oxalá nós todos estivéssemos tão íntimos de Deus como aquele povo, primitivo no cristianismo; que eram perseverantes na oração, e não fraquejavam como nós.
         Na Igreja primitiva, ainda com os apóstolos, foram realizados grandes prodígios e milagres em nome de Jesus. Mas hoje em dia, fale de alguma cura pra alguém, mesmo que pessoa seja Católica ela irá criticar, e tentar abafar o poder de Deus nos Seus servos do novo tempo. Dizem que não é Deus, dizem que a Igreja é decaída por permitir essas curas. Mas se esquecem que curar as pessoas era o que Jesus fazia, e que os apóstolos faziam em Seu nome no inicio da Igreja.
         E quando se vê numa passagem Bíblica como essa, a união que os cristãos tinham entre eles; se pararmos para comparar com nós hoje, será que é igual? Nem quero citar o protestantismo, mas sim a mutilação que querem fazer na Igreja. É pessoas de um movimento atacando outro, é uma descrença nos sinais realizados. É falação de mal de padres pra cá e para lá, é meu padre preferido e o que não gosto para cá e para lá. É meu grupo que é bom e o do outro que é a fumaça de satanás na Igreja. E não pensem que eu estou inventando, o triste é que isso acontece. Cristãos que nem se olham na cara, que deve olhar de “cara feia” ate na hora de dar a paz. E só vêem o erro alheio quando as coisas não correm bem. Peçamos a graça de Deus para que possamos ser como os primeiros Cristãos, e que sejamos UNIDOS pelo Espírito Santo, e não desunidos por um espírito de confusão que tende a nos colocar em caminhos distantes de Deus.
         Temos que sempre estar louvando a Deus como aquele povo. Hoje parecemos muito travados e não queremos louvar e nem orar. Somos fechados ao dom de línguas (que é algo assustador, como existe pessoas que são fechadas a esse maravilhoso dom do Espírito Santo, que eleva nossa oração, nosso louvor a Deus. Renegar um dom que o próprio Espírito fala em você e por esse dom menor vai abrindo os outros dons ate o maior que é o amor.)
         Talvez por vivermos negativamente diferente dos primeiros cristãos, é que as conversões tem sido muito difíceis. Não é de se admirar como religiões como o islamismo tem crescido, e como o paganismo tem se propagado. E o pior, como cresce o número de pessoas que tem a linha de pensamento: “acredito em Deus e isto basta, não preciso de igreja” – Misericórdia Senhor! Isso tem acontecido porque não estamos sendo testemunhas vivas de Deus, e porque nos preocupamos mais com o ego interno do que com as almas que Deus nos confiou em resgatar.
         Deus me chama ao céu, mas Ele não me chama só. Ele me chama ao céu com muitas pessoas. Necessito dessa graça, chegar ao Paraíso junto com meus irmãos aqui da terra. Mas para isso é preciso viver como os primeiros cristãos. Que tal começarmos essa vivencia a partir de hoje?
         Que todos os santos intercedam por nós. Fiquem com Deus!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

O Natal

Quanta alegria, quanta felicidade, o menino Deus nasceu para a nossa salvação. Há 2010 anos, nascia em Belém o menino Jesus; o menino que tinha seu destino traçado, Ele deveria ser a reconciliação dos homens para com Deus. Esse menino que é o próprio Filho de Deus.
Por isso a Igreja inteira celebra o dia do Natal (até quem não é da Igreja). É a celebração do aniversário da pessoa mais importante que possa existir. E ao contrário do que muitos pensam, Jesus não nasceu em berço de ouro, cheio de riquezas. O menino Deus nasceu num estábulo, junto dos animais, era de uma família muito pobre, mas a felicidade estava no amor entre eles.
Ao decorrer do tempo a festa do Natal foi ficando grande, e junto dela foram sendo esquecido o verdadeiro sentido do Natal; que é o surgimento de uma nova esperança, onde devemos pensar mais no irmão do que em nós, uma época que devemos juntar-nos com Cristo, e imitá-lo. Mas neste momento, muitos não sabem o que é ter um pão velho para comer, enquanto você tem uma ceia farta, e que será jogado no lixo após. Você tem sua família por perto, muita gente confraternizando, lembrando dos caros presentes; mas neste momento tem muitos que só tem a solidão, só a fome e o frio lembram deles. Enquanto muita gente já pensa em um 2011 próspero, com muito dinheiro; tem gente que apenas sonha com uma saúde boa, com um alimento, sonha apenas com um Feliz Natal desejado por alguém, porque muitas vezes nem olhamos na cara de alguém que esta jogado na sarjeta.
Que neste Natal tenhamos o dom da caridade, que possamos ter o verdadeiro Espírito de Natal. E lembre-se que o aniversário é de Jesus, e o presente que você pode dá-lo é seu coração; porque Ele já nos deu um enorme presente, Sua vida na cruz, e a vida eterna! O Natal é a celebração deste presente que o Pai nos deu.
 Jesus nasceu na minha vida por Misericórdia, e Ele quer nascer na sua vida também. Ele vive, ele reina, Ele é soberano; deixe o menino nascer e crescer na sua vida, deixe Deus reinar em você. Dê o SIM de Maria e também de José. Talvez eu seja o anjo que está te anunciando o nascimento de Jesus, basta você aceitar a vinda Dele na sua vida.
FELIZ NATAL E UM ÓTIMO 2011 NA GRAÇA DE NOSSO SENHOR!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

É preciso uma vida de oração

         Às vezes mesmo nós sempre estando numa vida próxima de Deus, mesmo tendo uma certa intimidade com o Senhor; nós temos uma falsa sensação, de que nós podemos tudo, e esquecemos de que sem Deus não podemos nada.
         Eu talvez tenha vivido uma fase, em que estava esquecendo que tudo que faço é obra de Deus. Não que eu tenha esquecido dEle (jamais, lembro em todos os instantes), mas eu tinha esquecido que as coisas não acontecem em “um passe de mágica”, mas sim em “um passe de oração”. Sim, eu abandonei a oração. Não que eu tenha deixado de rezar, mas elas haviam ficado fracas e superficiais. Até nos meus posts, que eu gastava mais tempo rezando do que escrevendo, havia invertido as coisas, e não mais rezava como antes. Havia parado a oração em línguas antes de escrever (que eu fazia depois que brotou esse dom). E como escrever bem, se não usar o dom menor que é por onde fluem os outros?
         Essa falta de oração me fez refletir muito sobre minha vida, sobre o que estava acontecendo. E em um momento de oração Deus falava muito, que era preciso me reconstruir, que através dessa reconstrução seria feita Sua glória. Fui me confessar logo após, e o padre veio a falar o que Deus já falava: mesmo eu pecador Deus me ama, e que as tentações sempre existirão; por isso eu devia ter uma vida de oração. Então depois de levar esse “tapa na cara” refleti realmente que o que estava me deixando mais tentado era a falta de oração. Nossa como foi difícil algumas provações, só não cai em umas porque Deus não permitiu.
         E hoje procurando inspiração, rezei como não rezava há muito tempo antes de um post. E me veio duas passagens, a que convém com este post é o Salmo 85(Heb 86). O Salmo inteiro é lindo, me tocou bastante. Mas os dois primeiros versículos foram realmente Deus gritando em mim: “Inclinai, Senhor, vossos ouvidos e atendei-me, porque sou pobre e miserável. Protegei a minha alma, pois vos sou fiel; salvai o servidor que em vós confia. Vós sois meu Deus; tende compaixão de mim, Senhor, pois a vós eu clamo sem cessar.”(Salmo 85,1-2) – Deus parecia me falar “Meu filho estou sempre contigo para te ouvir, mas você não tem nada a me dizer, como vou atender-te assim? Sou teu Deus, mas você tem me deixado de lado, e não me clama como antes, por isso tens ficado fraco, pois só tens força com meu Espírito...”
         Antes de começar a escrever, quando ainda rezava, senti muito forte a Santíssima Trindade presente ao meu lado. Acho que isso serve de lição para mim, para você, e para todos. Na oração tudo nosso Pai ira conceder se for de Sua vontade. Ele sempre estará presente contigo. E o que mais aprendi? Aprendi que se você realmente passa por momentos difíceis meu irmão, é porque você esqueceu do único que foi capaz de passar por todos os nossos problemas... Jesus Cristo. Ele já venceu o mundo por você, basta que você tome posse dessa VERDADE.
Ps : Quando rezava, lembrava muito do meu pai, e antes de terminar o post meu pai me ligou... OLHA DEUS AGINDO, preciso ter uma vida totalmente perdoada com meu pai, quem sabe não é São José querendo cumprir uma certa intercessão que eu tinha lhe pedido? Que diferença faz rezar heim? rsrs
São José providenciai
Fique com Deus e Nossa Senhora

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Javé-Nessi

Quero levantar essa bandeira
Hoje, amanha, todo dia
A semana inteira...
A bandeira da paz
A bandeira do amor
A bandeira de que o amor de Deus tudo é capaz
Que vida dá em abundância
Por isso essa ânsia da bandeira levantar.

Essa bandeira que me é dada pela Igreja
Essa bandeira que é usada para que quem é cego veja
Que quem é surdo ouça
Quem é coxo possa se levantar
E possam começar a proclamar a glória de Deus.
E é essa bandeira que devo levantar,
Que é Jesus Cristo
Que foi levantado na cruz para nos libertar.
É a bandeira do Salvador
Que do alto, na cruz nos amou.
E ai de mim se não levantar essa bandeira.

A altura de que devemos levantá-la?
Deus saberá,
Pois quem mais necessita de vê-la, esta caído
E este há de se levantar.
Pois a Misericórdia de Deus tudo pode.

Ó meu Senhor e meu Deus
Que eu possa levantar essa bandeira para os filhos Teus.
Para que tenham uma vida de união
Sejam um Contigo, laçados no coração.
A bandeira da irmandade
Sejamos capazes de levantar essa bandeira a cada dia
Mesmo que as forças acabem
Pois a força vem do Senhor, que estará conosno na missão
Não temas e erga as mãos.
Cristo é conosco, glorifiquemos a Deus todo poderoso
Vem Espírito Santo nos dar forças, que eu não seja temeroso.

Que a bandeira da Eucaristia seja levantada
Que a bandeira da confissão seja levantada
Que a bandeira da oração seja levantada
Que a bandeira de todos os Sacramentos seja levantada
Que a bandeira da Santa Igreja Católica Apostólica Romana seja levantada
E que essa verdade seja proclamada
De um povo que vive na Santíssima Trindade
De um povo que vive na ação do Espírito Santo
Deu um povo que vive na verdade.
Javé-Nessi
Javé-Nessi
Javé-Nessi
Vamos levantar a bandeira, que é o próprio Deus!
Vamos, força, coragem...
Shalom!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Fé Apostólica ensinada por Jesus X fé herética ensinada por Lutero

A Paz de Cristo meus irmãos e irmãs em Cristo Jesus.
Confesso a vós que esse tema é bastante polêmico, e se por acaso alguém que não concorde com o que segue no texto, peço-vos mil desculpas, porém a verdade do Evangelho é pra ser dita e não escondida, não poderei negar a Cristo, mesmo que eu seja lançado a fornalha como os três jovens foram lançados ao fogo por Nabucodonosor. O que vou dizer pode ser doído para alguém, mas é a verdade de Cristo, o que aprendi, e sou chamado por Cristo a orientar sobre tal assunto.

Nossos dias são difíceis em relação a fé, muitos criaram em seus corações um sentimento de um “falso Ecumenismo”. E o que seria esse falso ecumenismo? Seria essa idéia de que todos nós servimos ao mesmo “deus”, e de que deveria unir todas as religiões, pois todos fazem parte de um mesmo Deus. Claro que devemos ter conversas saudáveis com as pessoas de outras religiões, pois pra que a guerra quando se pode ter a paz? Mas o problema se agrava mesmo em relação aos Cristãos; mais especificamente entre Católicos e Protestantes. Deve se tomar muito cuidado ao querer ser unido a pessoas de diferente fé (mesmo que pelo menos dizem ser o mesmo Deus) – pois poderá trazer uma confusão enorme para si, além de viver algo errado em sua vida.
Muitos me criticam pelo fato de eu declarar minha Igreja como de Cristo ao extremo, e com isso falo dos erros de fé protestante. Não no sentido de julgamento, mas no sentido de alerta para que não caia na mesma presepada que muitos caíram. Minha família por parte paterna, por exemplo, muitos caíram nessa presepada, talvez por desconhecimento, ou por falta de praticar o que se ensinava, e até mesmo de viver a fé que na qual se dizia ter.
A Igreja Católica Apostólica Romana tem uma fé que se fundamenta na Santíssima Trindade (Deus Pai, Deus Filho: Jesus Cristo e Espírito Santo). A fé Católica é uma fé Apostólica ensinada por Jesus Cristo. Vide que a Igreja Católica tem mais de dois mil anos, e foi fundada pelo próprio Jesus Cristo. Temos como o nosso primeiro Papa, São Pedro; veja na Bíblia a criação da Igreja e a escolha de Pedro como Papa: “E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reinos dos Céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”.(Mateus 16,18-19) – A Igreja Católica toma forma, realmente vem como Igreja no dia de Pentecostes: “Chegando o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar. De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo, que se repartiram e pousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem” (Atos 2,1-4) – Foi a partir daí que a Igreja tomou corpo, pois depois da vinda do Espírito Santo aqueles homens medrosos tomaram coragem de anunciar Jesus.
Já essa outra fé, que é dos protestantes, é uma fé que ao contrário da Católica, não tem seu fundamento na Santíssima Trindade (eles dizem que o Espírito Santo é algo separado). E o principal, ela é uma fé que não foi ensinada por Cristo. Basta apenas que você veja que Jesus criou apenas UMA Igreja. Palavras de Jesus: “tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja[...]” está tudo no singular, ele fala minha Igreja, e não “minhas” como parece que as pessoas acham que é. Se fosse para ter mais de uma igreja em nome de Jesus, Ele mesmo teria dito para cada apóstolo fundar a sua, teria falado no plural, e não teria sido direto com São Pedro.
Claro que somos todos irmãos, independentemente da religião. Porém, devemos ter clareza quanto a fé que temos para depois não cair. As igrejas protestantes surgiram por volta de 500 anos atrás (ao contrário da Católica, que como já dito tem mais de 2000) – elas surgiram por causa de algumas injustiças que muitos julgavam que existia dentro da Igreja Católica. Não podemos negar que a Igreja Católica na época realmente passava por uma crise, algo devia ser feito para uma nova estruturação. Tinha uma crise de fé entre os “fiéis”, que praticavam heresias, e faziam coisas que não eram dignas de Cristãos. Tivemos a tão criticada Inquisição, porém hoje é fácil criticar, mas na época eu duvido se muitos não teriam a mesma atitude, e apoiaria a inquisição. Claro que não sou a favor do derramamento de sangue, e com isso se teve injustiças, claro. Mas a situação da época estava complicada demais.
Os protestantes antes de criticar a Inquisição, deveriam refletir um pouco sobre o acontecido da parte deles também. Muita gente foi morta na chamada “Reforma Protestante” – teve muito sangue derramado. E para que? Para conseguirem ser amputados do corpo de Cristo, criar uma heresia, e fazerem com que almas se afastassem da mãe Igreja. E tudo por quê? Por uma falta de fé, de querer apenas os seus próprios interesses, não querer aceitar a fé edificada em Pedro e criada por Jesus. Claro que eu não vou ser hipócrita de dizer que essa reforma protestante não trouxe benefícios para nós Católicos; ela trouxe, por exemplo, a oportunidade de termos a Bíblia, pois ela era traduzida pelos padres nas missas. E ela trouxe ainda, uma maior proximidade do povo para com a Igreja. Mas não sejamos hipócritas ao ponto de querer aplaudir essa heresia.
Eu costumo me questionar o porquê de Lutero e seus seguidores terem feito a reforma. Queria entender o porquê, de eles não terem feito como São Francisco de Assis, que vivendo na pobreza, viveu cegamente o Evangelho de Jesus; e com isso conseguiu erguer a Igreja de sua época. Talvez na época de São Francisco de Assis a situação fosse bem pior, e mesmo assim veja que ele tem essa fé Apostólica fundamentada em Jesus, e não se rebela contra a autoridade Papal. Ao contrário de Lutero, que além de muitas heresias criadas, doutrinas errôneas, deixa livre para seus fiéis a livre interpretação da Bíblia. Algo absurdo, já que nem a tradução da mesma foi feita direito, alguns especialistas inclusive dizem que a Bíblia traduzida por Lutero é a que contem mais erros. (isso sem dizer do absurdo de remover 7 Livros Bíblicos, e mudar a escrita de outros, mudando assim seu sentido [esse no caso continua até hoje nas “igrejas” protestantes]).
A questão bíblica é algo de difícil compreensão para os protestantes. Eles vivem a se defender na Bíblia, vivem a usar a Bíblia para “incriminar” a Igreja Católica. Mas o que eles não sabem (ou fingem que não sabem), é que a Igreja fez a Bíblia, e não ao contrário como eles pensam. Eles acham que através da Bíblia podem fundar denominações no nome de Jesus e praticar suas heresias. Jesus Cristo não deu autoridade pra ninguém fundar Igreja, nem a Pedro, que foi apenas o “homem de confiança” para a missão, pois o fundamento é Jesus.
A Bíblia era um monte de livros em uma espécie de biblioteca em poder da Igreja. Era uma enorme quantidade de livros e escritos. Já no ano de 170 d.C, no Cânone Muratori, teve uma citação de quais Evangelhos deveriam fazer parte da Bíblia. E no Concílio de Nicéia em 325 d.C, foram decididos os livros Bíblicos. Como podem perceber, sem a Igreja Católica não teríamos Bíblia; e mais, se não fossem esses verdadeiros santos com ajuda de Deus, como guardar os escritos por tantos anos até os dias de hoje? (sem se perder nenhum livro, quanto mais sete).
Muitos fiéis têm desconhecimento sobre tais fatos, eu também não tinha até pouco tempo. E talvez seja esse desconhecimento que faz com que tenhamos uma fé abalada dentro da Igreja. E a culpa é de cada um de nós, que não damos testemunho, que não pregamos, e que não passamos para os nossos irmãos o conhecimento que adquirimos (claro que temos grandes obras evangelizadoras, mas temos casos de pessoas que nem a si mesmo evangelizam).
Muitas pessoas talvez digam que não gostam da Igreja Católica pelo fato de terem acontecido escândalos na mesma. Os mais comentados são casos de pedofilia. O engraçado é que acontece as mesmas coisas nas denominações protestantes, e ambos não falam nada. Mas o próprio Jesus vai dizer: “É impossível que não haja escândalos, mas ai de ti por quem eles vêm!”  - os envolvidos nos escândalos sendo culpados serão julgados PELO SENHOR, e somente por Ele. Assim como eu, você e todos os habitantes do planeta serão. Cristo não veio para perder as almas, e sim para salvá-las, portanto devemos confiar no Seu julgamento, e não se basear pelo erro de alguém que foi tentado e acabou caindo.
A Igreja desde sempre foi perseguida, desde o Império Romano. E não é nos dias de hoje que deixariam de nos perseguir. Mas acalme-se Igreja, eis o que diz o Senhor: ”Se o mundo vos odeia, sabei que me odiou antes a mim do que a vós[...]”. - Veja tantas leis que proíbem as coisas Cristãs, e programas que fazem com que se propague o satanismo camuflado nos lares. - Enquanto se retiram qualquer coisa que se ligue a religião em dependências do Governo (algumas), se entra por força do mesmo governo a camisinha, desde a pré-adolescência. Trazendo assim a propagação da sexualidade indevida.
A Igreja Católica é chamada de antiga, de medieval; tudo por que a Igreja não se molda ao mundo. A Igreja não se dobra ao apelo de satanás para entrar. A Igreja Católica Apostólica Romana tem a promessa do Senhor, de que as portas do inferno nunca irão prevalecer. E eu confio nessa promessa, não só nessa, mas em todas as promessas do Senhor. E as críticas aumentam conforme a firmeza da Igreja em dizer NÃO AO ABORTO, NÃO AO HOMOSSEXUALISMO, NÃO A CAMISINHA, NÃO A EUTANÁSIA, E NÃO A DIVERSAS OBRAS DE SATANÁS QUE LEVAM A PERDER AS ALMAS. Agora a novidade entre algumas denominações protestantes, é o casamento homossexual; e o problema vai mais além, “pastores” homossexuais “casados”. Autoridades dessas igrejas que apóiam a camisinha. Pastores que aprovam o aborto (como circulava um vídeo do Edir Macedo, dono da IURD e da TV Record, que dizia ser a favor do aborto). Não estou julgando todos os “evangélicos” por causa desses casos, apenas alertando para uma possível propagação de fato anticristã. O fato homossexualismo em si, é um absurdo se declamar um pastor de Deus, e praticar o que Deus desgosta (veja a postagem: Como vc reagiria se um amigo contasse que ele é gay? ).
Muitos dizem que eram Católicos, mas que se encontraram com Jesus realmente em outra igreja. Só que muitos achavam que eram Católicos, que é diferente de realmente ser! Digo isso por que muitos destes, não viviam os Sacramentos, e não estar vivendo os sacramentos não esta tendo realmente uma fé Católica. Veja exemplos, muitos que saem da Igreja Católica, não se confessavam com freqüência, não recebiam Jesus na Eucaristia, não iam as Santas Missas, não tinham um momento de oração (uma intimidade com Deus), não rezavam o terço (e quando rezava era com preguiça, assim como eu também assumo esse mal) – muitos se quer foram a catequese, nem batizados foram, e diziam que eram Católicos pra não dizer que não tinham religião. Outros eram dos tipos que iam pra Igreja quando batizados (e criança), no dia da 1ª comunhão e Crisma (muitas vezes obrigado pelos pais), e volta a Igreja ou pra casar ou pra batizar o filho que nasceu. Assim não da pra dizer que era um Católico fervoroso. E dessa forma fica fácil a mudança de fé, e se transferindo para o relativismo ou fé luterana.
Quando alguém realmente assume a fé Católica, e tenta viver todos os Sacramentos, tudo no qual manda a Santa Igreja, é difícil de esse servo trair a Igreja. Isso porque é na vivencia desses sacramentos que se tem um encontro com Cristo, é na Eucaristia, é na confissão, é na oração, é na adoração a Jesus na Capela, enfim, é vivendo a fé que se diz ter, que se sente o fogo do Espírito Santo. Agora se a pessoa rejeita tudo isso, fica difícil de sentir a Deus (e olha que Ele sempre está batendo a porta, faltando apenas uma abertura de nossa parte).
São Padre Pio dizia: “Mantenha-se sempre do lado da Igreja Católica, porque só ela pode lhe dar a paz verdadeira, visto que só ela possui Jesus no Santíssimo Sacramento, o verdadeiro Príncipe da Paz.” – E que é Jesus no Santíssimo Sacramento? Nada mais é do que a presença viva e real de Jesus Cristo, é o corpo e o sangue de nosso Senhor, que se entrega em toda Santa Missa por nós. Jesus Sacramentado fica no Sacrário, guardado, a espera de nós, para ser adorado por nós. Mas muitas vezes ocorre os “contra testemunho”, de pessoas que alem de não ter os Sacramentos em dia, não estão presente com Jesus, e sai fazendo coisas erradas. A presença de Jesus na Eucaristia é forte, é o próprio Jesus que se faz presente. E para quem não acredita, veja o que nos diz a Palavra: “Se não comerdes a carne do Filho do Homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmo” (João 6,53) – Jesus se entrega em alimento por nós, Jesus se esconde em um mero pedaço de pão e em umas gotas de vinho, fazendo dali o Seu Corpo e o Seu Sangue. Necessitamos desta comida e desta bebida, pois é o alimento de nossa alma; eu não consigo viver sem a Eucaristia, eu não consigo viver sem que a carne de Jesus esteja em minha carne e seu sangue correndo nas minhas veias, mistério da fé. Veja a 1ª Eucaristia: “Jesus tomou o pão, e depois de benzer, partiu-o e deu-lho dizendo: ‘Tomai isto é o MEU corpo’. Em seguida tomou o cálice, deu graças e apresentou-lho, e todos dele beberam. E disse-lhes: ‘Isto é o MEU sangue, o sangue da aliança, que é derramado por muitos’” – O triste é saber que muitos não crêem no Deus presente na Eucaristia.
            Mas tem uma frase interessante de Santo Agostinho, que é bem sugestiva ao tema. Dizia ele: “Um homem Cristão é Católico enquanto vive no corpo; decepado deste, torna-se um herege. O Espírito não segue um membro amputado.” – Santo Agostinho rogai por nós!!! Segundo este grande doutor da Igreja, grande estudioso, e sábio servo de Deus, o Espírito não segue um membro amputado. Sabemos que nós enquanto Igreja somos membros de um mesmo corpo, que na qual a cabeça é Cristo. Uma vez os protestantes tendo sido por vontade própria, amputados deste corpo, como pode tantas pessoas no meio protestante se dizer “profetas” e atacar a Igreja Católica, ou promover coisas em nome de Deus? Eu não sou especialista, mas na minha opnião, algumas pessoas necessitam de alguma forma de ser encontradas por Jesus, e então Deus usa mesmo um protestante para tal. E depois com a fé, muitos voltam a Igreja, como vejo muitos testemunhos de ex-protestantes.
            A questão também é que eles podem esta dizendo que é o Espírito Santo, mas como o doutor da Igreja disse essa frase, há sim de se desconfiar. Prestemos atenção, “Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores.” [...] “Nem todo aquele que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos Céus, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não pregamos em vosso nome , e não foi em vosso nome que expulsamos os demônios e fizemos muitos milagres? E no entanto, eu lhes direi: Nunca vos conheci. Retirai-vos de mim operários maus!”.(Mateus 7,15...-23). Algo a comentar? Bem quero frisar apenas isso que Jesus disse: ...mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai... – e quero perguntar, por acaso a vontade de Deus é que fiquemos divididos? Vivendo como se fossemos inimigos? Será que Deus quer o corpo de Seu Filho amputado? Por que negamos a Deus com essas atitudes? Jesus não te quer distante da Santa Mãe Igreja, pois Ele a fundou para o nosso bem, e para ser a ponte que nos leva até Ele, e Ele até o Pai criador de todas as coisas.
            Talvez se nós Católicos deixássemos de briguinhas internas, se nós deixássemos de vergonha e tivéssemos a coragem que os apóstolos tiveram em Pentecostes. Vamos a luta, pequemos nossa Bíblia, vamos pregar o Evangelho, vamos salvar almas, vamos jogar nossas redes aonde o Senhor nos mandar, Vem Senhor Jesus nos ajudar nessa batalha. Vem Cristo estender a mão para mim e para todos os meus irmãos, pois queremos nos entregar a Ti, e por tua graça ajudar na salvação das ovelhas perdidas. Vem Cristo incendiar minha alma com Teu Espírito Santo, pois não sei viver sem Ti. Vem Senhor alimentar minha alma na Eucaristia. Vem Senhor tirar tudo que me impede de me entregar a vivencia do Evangelho, vem Senhor expulsar todo mal da minha vida. Vem Senhor me de a graça de ser santo, para que eu seja exemplo de santidade de meus irmãos. Vem Senhor, fazer com que os cegos enxerguem, que os mudos falem, que os coxos andem, que os surdos ouçam, e que todos possam proclamar teu Senhorio, e aceitar para glória de Deus Pai, A Igreja Católica Apostólica Romana, única que tu criastes, e única que o Senhor esta presente em corpo, sangue, alma, e divindade.


Obs: tomem cuidado até com as músicas originárias do protestantismo, aparentemente ungidas, ou de uma fé igual a nossa. Mas como disse Santa Agostinho, o Espírito não acompanha um membro amputado; portanto sobre que Espírito esta agindo?

Fiquem com Deus e Nossa Senhora, que São Pedro nosso primeiro Papa interceda por nós.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Sem título

          Senhor, antes de tudo gostaria de te pedir perdão. Sim Senhor, perdão porque sou miserável, perdão porque sou fraco e pecador, perdão pois a fraqueza humana tenta destruir o lado divino que existe em meu ser. Perdão Senhor, pois nesse momento eu queria estar inspirado pra fazer um belo texto, e assim evangelizar e estar bendizendo Seu santo nome.
            O engraçado, é que quando me coloco a escrever, já depois de quase desistir, o Senhor vem me dar uma resposta. Algo que cumpre o que sempre tem me dito: “Estarei contigo em todos os momentos”. Então percebo que a tal falta de inspiração nada mais é do que falta de ti. Pois se escrevo por mim mesmo são apenas palavras, mas se escrevo por Ti são palavras de fogo.
            Tenho em meu coração, algo que diz que é o inimigo que tem me impedido de querer escrever algo aqui nesse momento. Mas ele ta perdendo o tempo dele, porque nem que seja uma frase DEUS EU TE AMO, eu irei postar. As tentações que sofro, as perseguições, isso vai ser em vão; porque logo após junto ao Senhor passar por tudo, estarei a testemunhar o poder de Deus.
            Se o diabo me fala pra não escrever, e me maltrata, diz coisas que tentam impedir que eu faça a vontade de Deus, após rir dele eu digo:  A CRUZ SAGRADA SEJA A MINHA LUZ, NÃO SEJA O DRAGÃO O MEU GUIA, RETIRA-TE SATANÁS, NUNCA ME OFEREÇAS COISAS VÃS, É MAU O QUE TU ME OFERECES, BEBE TU MESMO O TEU VENENO, AMÉM.  E logo depois peço intercessão dos meus queridos santos e intercessores, eles que já passaram o mesmo que eu (e muito mais) – e vencerão. E vencerão sabe por quê? Por que Cristo já tinha vencido, e tomaram posse dessa vitória para si. E eu tomo posse disso, Cristo já venceu o mundo naquela cruz, não tem motivos para preocupação; apenas motivos para renuncias, renunciar tudo pelo amor de Deus.
            Perdão Senhor se esperavas mais de mim, mas a minha fragilidade me deixou assim, sem muita inspiração. Mas tomo posse de tudo que o Senhor me disse hoje, estarás comigo pra sempre, o Senhor que fez o céu, a terra, o mar, a lua, o sol, é o mesmo Deus que está comigo. E se eu tenho sido fraco, é porque recorro pouco ao Senhor. Por isso meu Deus, INCENDEIA MINHA ALMA COM O TEU ESPÍRITO SANTO, MANDA TEU ESPÍRITO 7 VEZES MAIS NA MINHA VIDA, E EM TODOS OS TEUS FILHOS!
MEU SENHOR E MEU DEUS, EU TE AMO!
Santa Maria roga por nós oh mãe. São José providenciai.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Deus mendigando um amor?

            Pensante eu me encontrava e, em uma tentativa misteriosa de aprofundar no amor de Deus (não em um sentido de sentir, pois já o sentia; mas sim em entender mais a fundo). Então começou a vir na minha mente, que o amor de Deus é muito pleno, é puro, é verdadeiro. Ao contrário de nós que muitas vezes esquecemos que temos um Deus nas nossas vidas.
            Algo que me lembrava muito, era que não devemos mendigar qualquer amor. Se perder por algo passageiro, algo falso, mendigar algo que não vale a pena. Sendo que temos um amor imenso que vem de Deus, amor este que é capaz de um Deus fazer loucuras por nós. Nós deveríamos nos arrastar aos pés de Deus, implorar pra ser amado por Ele; mas nossa soberba, falta de humildade, e falta de crença, faz com que Deus mendigue nosso amor. Por que? Tu não és Deus? E a resposta que me vem é: “sim, mas eu te amo e prezo por ti”.
            Muitos podem achar que eu estou louco em dizer que Deus mendiga nosso amor. Mas é a verdade, Ele bate a porta, nos chama, grita por nós, Ele manda sinais, milagres, prodígios, Ele até manda Seu único filho pra morrer em uma cruz... E o que acontece? Continuamos a entristecer a Deus com o nosso desprezo. Mas Deus é louco mesmo, nos oferece a vida eterna em troca do castigo eterno, e nós não queremos enxergar isso.
            Mas por quê Deus continua a insistir? Sabe por quê? Porque esse Deus mesmo que possa parecer mendigando um amor, Ele te ama muito antes de você nascer; Ele te ama desde a eternidade, Ele sabe a obra que fez, uma obra perfeita. Uma obra tão boa, que nem de servos somos chamados, mas sim de filhos de Deus. No entanto, nem queremos ser chamados de filhos nem de servos, queremos ser chamados de inimigos de Deus, pois nossos atos são errados de um modo a ferir o coração de Deus. Uma rejeição terrível com a qual tratamos Ele, é triste isso, saber que Deus te chama, e nos recusamos a ouvi-lo e fazer o que Ele diz: “Ama-me, pois Eu te amo
            Devemos ser imagem e semelhança desse Deus também em suas atitudes. Seguir o que Cristo ensinava e vivia, viver a vida de Cristo. Pois nós desistimos de tudo muito cedo, já Deus não, Ele insiste em você desde sempre. Por isso tenho que dizer algo pra Deus: “MEU SENHOR E MEU DEUS, MEU AMADO, MEU SENHOR, MEU TUDO POR TODA A ETERNIDADE... OBRIGADO POR TUDO QUE FIZESTES EM MINHA VIDA, OBRIGADO PELA SUA INSISTENCIA COMIGO, POIS SE O SENHOR MEU DEUS... NÃO TIVESSE INSISTIDO, EU TERIA DESISTIDO DE MIM MESMO. OBRIGADO PELA TUA MISERICÓRDIA! OBRIGADO POR COLCOAR PESSOAS NA MINHA VIDA QUE ME LEVAM A TI! OBRIGADO POIS SE EU PENSEI EM TE LARGAR, SE PENSEI EM DESISTIR... EU SOUBE MESMO CONFUSO OUVIR A VOZ QUE DIZ PARA MIM: EU TE AMO MEU FILHO MUITO AMADO! SOU GRATO A TI POR TUDO! LOUVADO SEJAS, ADORADOS SEJAS, ENGRADECIDO SEJAS, GLORIFICADO SEJAS... PELOS SÉCULOS DOS CÉCULOS, AMÉM!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Arrependimento para a Misericórdia

“Não conte com riquezas injustas. Não digas: ‘Tenho o suficiente para viver”, pois no dia do castigo e da escuridão, isso de nada te servirá. Quando te sentires forte, não te entregues às cobiças de teu coração. Não digas: ‘Como sou forte!’ Ou ‘ Quem me obrigará a prestar contas dos meus atos?’. Pois Deus tomará sua vingança. Não digas: ‘Pequei, e o que me aconteceu de mal?’. Pois o Senhor é lento para castigar (os crimes). A propósito de um pecado perdoado, não estejas sem temor, e não acrescentes pecado sobre pecado. Não digas: ‘A Misericórdia do Senhor é grande, Ele terá piedade da multidão dos meus pecados ‘. Pois piedade e cólera são neles igualmente rápidas, e o seu furor visa aos pecadores. Não demores em te converterdes ao Senhor, não adies de dia em dia, pois sua cólera virá de repente, e ele te perderá no dia do castigo. Não te inquietes à procura de riquezas injustas, de nada te servirão no dia do castigo e da escuridão.”
(Eclesiástico 5,1-10)

                A Paz de Cristo meus queridos irmãos!
                Nessa passagem o que é mais marcante, é essa necessidade de entregarmos nossas vidas a Deus. De saber que Ele é Deus acima de tudo, e que não é porque Ele é bom que iremos ficar achando que podemos "enganá-lo".
                Tudo o que fazemos, iremos prestar contas um dia, no nosso julgamento diante de Deus. Não aches que o que fazemos nesta vida será apagado da memória do Pai, e que nunca mais teremos que prestar contas (claro que somos agraciados por Sua Misericórdia, e quando nos entregamos de verdade a ela, não importa o nosso passado).
                O problema que nos é ilustrado nesta belíssima passagem Bíblica do Livro do Eclesiástico, é a nossa iniqüidade, é o nosso pecado sem arrependimento, é o nosso orgulho. Nós que achamos que somos intocáveis, e que dependemos somente de nós mesmos pra sermos felizes, precisamos apenas de dinheiro, das riquezas que o mundo oferece. E mergulha no pecado, achando que Deus não fará nada, e até mesmo dizendo que Deus não existe. Como acontece muito, falam o seguinte: “Olha só pra ‘fulano’ – vive dentro da Igreja, e não para de acontecer desgraça na vida dele, já eu, to só curtindo a vida, e vivo de boa”. Só que Deus não promete riqueza a ninguém, o que Ele promete é a vida eterna. Claro que pela nossa necessidade, e por Sua bondade, ele nos concede infinitas graças, mas sem deixar de alertar q a Vida Eterna será a maior graça de todas.
                Deus é muito Misericordioso, porém, não devemos confundir Misericórdia com “cegueira de Deus” e acreditar que poderá continuar no pecado. Algo que acontece dentro da Igreja, mas não deveria acontecer, é pessoas acreditarem nessa Misericórdia, porem continuar na vida de pecado, e dizendo justamente isso que a Palavra de Deus vem nos dizer “A Misericórdia do Senhor é grande, Ele terá piedade da multidão dos meus pecados”  - BASTA! Peçamos o Espírito Santo para nos dar fortaleza e perseverança, para saber lutar contra o pecado. Claro que existem pessoas, que por algum motivo muito difícil, tem uma dificuldade de lutar contra o pecado; por isso devemos orar não só por nós, mas para todos os nossos irmãos.
                A confissão, Sacramento tão citado neste blog, não deve ser confundido como uma “compra” da vida eterna; algo que seja “confessou entrou”. Claro que pela fé, recebendo esse Sacramento, temos essa certeza de salvação, porém, é algo que tem que ser feito contrito de coração, tendo um arrependimento, e uma vontade de mudar. Como a Palavra nos disse: “Não demores em te converterdes ao Senhor, não adies de dia em dia[...]” – a conversão é diária, se eu não me converter diariamente, não estarei completamente convertido mas sim iludido; vivendo no comodismo; me levando para o pecado, que me leva a perdição eterna. Por isso devemos orar para não cair em tentação, e termos esse sentimento de arrependimento em nossas confissões.
                Saibamos enxergar a verdadeira riqueza que podemos ter, que é Jesus Cristo, podermos estar na presença de Deus na Vida Eterna. Então vamos juntos, pois quero entrar no céu junto com você!
                Que a Virgem Maria poça interceder por nós nessa dura caminhada!
Paz e Bem.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Eu sou apenas uma mercadoria que foi comprada por Deus

           Como é bonito dizer que sou um Cristão, que sou um Católico Apostólico Romano; é lindo isso, mas se não fosse Deus dificilmente eu não seria. E se não fosse Deus, dificilmente você também não seria.
            Nós tivemos vários donos, fomos escravos de todos os tipos de senhores. Estivemos acorrentados, sem liberdade e, predestinado à morte eterna. Tivemos como dono a luxúria, a gula, a mentira, a ira, a vaidade, a preguiça, a avareza, a inveja, etc.; tivemos como dono o pecado, fomos escravos dele, e nele não encontrávamos felicidade. Talvez até nos sentíssemos felizes, mas era algo passageiro só para nos enganar, pois o que nos esperava era a morte.
            Então o criador da vida, o criador de tudo o que existe, decidiu nos comprar. Mas por quê? Somos apenas uma mercadoria, e das mais baratas, das mais frágeis; não pelo seu criador, pois este foi Deus, mas pela desobediência que temos, pois o renegamos muitas vezes. Ele queria nos comprar, daquilo que nos roubou Dele de graça, tirar cada um de nós do pecado.
            Mas nós tão sujos, tão impuros, tão devastados pelo pecado... O que valemos? O que se pagará por nós? Mas Deus vem mostrar que nos compra por amor, pois o que Ele criou por amor não se pode ser destruído. Então eis o preço: Seu único filho vai ser dado para nós, para ser pregado em uma cruz, e derramar todo Seu sangue; eis o preço de nossas almas. Fomos comprados pelo sangue de Jesus Cristo, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA. Amor tão grande, que me sinto envergonhado de ser amado tanto e não recompensar como lhe é merecido.
            Agora nós estamos livres da morte eterna, fomos comprados, amor marcado com Cristo, as Chagas Santas de Jesus, que chagam nossa vida com amor também. MAS O QUE VOCÊ ESTA FAZENDO? Não posso acreditar no que vejo, como podes, tu foi comprado pelo sangue precioso de Jesus, e esta querendo ser escravo do pecado novamente. Por quê? Pra quê? O amor de Deus é o mais puro, só nesse amor encontramos a felicidade perfeita.
            “O Filho saiu de Deus, afim de que tu saísses do mundo; veio para junto de ti, afim de tu ires para junto d’Ele”(Santo Antonio de Pádua) – Cristo veio para sermos livres, não para continuarmos no pecado. Quando eu fui resgatado do mundo, fui chamado a viver uma vida de santidade; assim como você também foi chamado a viver uma vida de santidade. Por isso deixe Jesus reinar na sua vida. Eu sou apenas uma mercadoria barata, mas o preço pagado por mim foi caro. Por isso deixei de ser escravo do mundo, para ser escravo de Cristo. Nunca pensei que ser escravo poderia ser bom, só com Jesus isso é possível!
            Obrigado Jesus, meu Senhor e Rei!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

"A guerra do Rio de Janeiro"

          
Realmente vivemos tempos difíceis no Brasil. Só o que falamos nos últimos tempos é da guerra no Rio de Janeiro. Em meio a bombas, tiros, carros e ônibus pegando fogo, enfim em meio ao caos; existe uma população que se pergunta o porquê de tudo isso? Que esta a se perguntar até quando o inferno no Rio irá durar...
            O tráfico de drogas no Rio tem que ser combatido sim, mas é algo que vai além do BOPE entrar nas favelas e “meter fogo” - o mal tem que ser cortado pela raiz – tem que ter um programa para desde a escola, desde o berço ser ensinado coisas cristãs as crianças. Pois aparentemente o que é mais ensinado é a pratica do sexo, o uso de drogas, se brincar até a matar é ensinado (não digo q necessariamente nas escolas, e nem os pais, porem não pode-se negar que muitos passam mais tempo na rua do que em casa, e garanto que na Igreja é que muitos não procuram ir).
            Muitos podem vir dizer que é fácil escrever no blog, já na prática é diferente. Sei muito bem disso, porem é aquela velha história do “se cada um fizer a sua parte...” – e nesse caso é a mesma coisa, se cada cidadão do Rio de Janeiro, ou de qualquer lugar que esteja tendo onda de violência, não fizer sua parte, não vai ter “caverão” que de jeito.
            Mas o que cada um poderá fazer? Começar a rezar já seria algo interessante. Rezemos pelo Rio de Janeiro, rezemos pelas vítimas dessa guerra maldita, rezemos pelos policiais, rezemos pelos envolvidos no tráfico, rezemos por toda a população. Nem que sejam algumas ou só uma Ave-Maria, garanto que com fé já serão úteis. Precisamos rezar muito, pois a violência não esta só no Rio, a violência tem se espalhado pelo mundo de uma maneira entristecedora. Hoje é perigoso ate passar ao lado de um carro e ele explodir (o triste é que não é exagero).
            Focando no caso do Rio, talvez se eles não tivessem o Cristo Redentor só como ponto turístico, mas tivessem mesmo o Cristo em suas vidas, em seus corações, acho que a situação seria mais amena. Talvez esqueceram de dar catequese para aquelas crianças, e por isso foram devoradas pelo mundo perverso; entraram pro crime, e hoje estão na guerra do tráfico, matando e quase morrendo. Talvez se tivéssemos esse Cristo além de ponto turístico, as pessoas iriam a Igreja para participar da Santa Missa. Talvez se tivéssemos um pouco menos de importância com o turismo dos gringos, olharíamos para nosso interior, e veríamos que nosso Senhor se entristece pela insignificância com que Ele é tratado, deixando nosso futuro nas mãos de satanás, entregues ao crime.
            Sei que muitos podem dizer (como já vi): “Se Deus existisse não teria tanta desgraça no mundo” – mas por acaso Deus invento o craque? A cocaína? A malícia? A maconha? Todas essas drogas que destroem a vida? Deus inventou a arma? Deus inventou o dinheiro pelo qual muitos se matam? Deus inventou a prostituição? Deus inventou a conta bancaria que na qual você guarda tudo, e deixa seu irmão sem nada? Deus inventou isso que você faz de errado? – Por que culpam Deus de algo que a culpa é nossa mesmo? Pra nos reconciliarmos com Ele, enviastes Seu único Filho; este que morreu em uma cruz; e ainda nos deu a Santa Igreja com todos os Seus Sacramentos, inclusive o de receber Seu Corpo e Sangue – e de sermos perdoados pela Confissão. Mas não, a humanidade teima em dizer que a culpa é de Deus. Eu nunca vi Deus oferecer um cigarro de maconha pra ninguém! Eu nunca vi Deus desviar verba destinada a saúde, educação, segurança, etc. Eu nunca vi Deus fazer a sujeira que a cada dia praticamos, e que contribui pra desgraça da humanidade! Eu só vi Deus fazer o contrário, que nos leva para um novo caminho, porem é mais fácil culpar Deus.
            Mas é claro, a Santa Igreja também tem culpa. Talvez não a Igreja, mas sim nós membros deste corpo. Talvez se nós deixássemos de ficar em “guerrinhas” inúteis em relação a qual grupo é melhor: qual espiritualidade é melhor, a quem ta certo ou ta errado, RCCXTradicionais; se estivéssemos unidos COMO REALMENTE DEVEMOS ESTAR, uniríamos nossas orações e em intercessão pediríamos pelas vítimas. Mas o nosso ego é mais importante, não queremos deixar o braço torcer. A esses só digo o seguinte: NÃO ADIANTA NADA A TRADIÇÃO SEM A AÇÃO DO ESPÍRITO SANTO, E NÃO ADIANTA NADA CLAMAR O ESPÍRITO SANTO SE NÃO TIVER A TRADIÇÃO DA SANTA IGREJA!
            O mundo só ira encontrar a felicidade no dia que encontrar Jesus Cristo. Enquanto teimarem, continuarão a ver navios. A felicidade não esta no baseado, não esta na cocaína, não esta no baile funk, não esta no sexo, não está no mundão; FELICIDADE ESTÁ EM JESUS CRISTO, SO NA SANTA EUCARISTIA PODERÁ COMPREENDER E SER REALMENTE SER FELIZ!
            E você tendo a felicidade em Cristo, será exemplo para o mundo. As outras pessoas que vivem na tristeza, e que vivem a falsa felicidade que é passageira; irão querer saber de onde vem a sua felicidade, e assim irá querer beber da fonte, e através de você poderemos mudar o mundo. Não importa a quantidade de pessoas, se você resgatar uma alma, Deus já irá estar contente com você.
            Não devemos mais nos preocupar em ver o filme Tropa de Elite, devemos nos preocupar mais em ir a Santa Missa. Lá estaremos nos fortalecendo, pois os dias são difíceis. Não deixe uma bomba explodir ao seu lado para se encontrar/reconciliar com Deus; seja ágil, e não perca tempo, ame-o e seja amado enquanto a tempo. Pois logo estaremos diante Dele.
            Devemos confiar no Estado, eis que muitos estão e serão presos. Porem como confiar nesse sistema carcerário em que os presos comandam o “bagúi” de dentro do presídio? Confiar só em Deus!
            Como era bom quando eu ia a escola, e aos quatro anos de idade, cantávamos em sala músicas de Nossa Senhora. Não sei se todos da época pegaram o mesmo exemplo, mas eu peguei, pelo menos uma alma... – Sinto que o que falta é isso, ter exemplo de Nossa Senhora – o protestantismo parece estar tirando ela do nosso meio, e com isso o mundo vira o que vira. MAS NÃO IRÃO CONSEGUIR, SEI QUE MINHA MÃE MARIA SANTISSIMA ESTA A INTERCEDER POR NÓS, E PELO RIO EM ESPECIAL NESSE MOMENTO! Talvez também se desde criança fossem ensinadas musicas da Igreja,e não de incitação ao sexo e ao crime... aah talvez...   
E só para esclarecimento, quando falo de drogas, trafico e afins... não é em relação específica do Rio, vivo a mesma realidade. É uma praga nacional.
Fiquem com Deus e Nossa Senhora, que a Paz do Senhor possa te atingir, e a mão Poderosa de Deus a te defender.

(fotos: globo.com)

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Aprendendo com o pecado

Pobre e pecador, assim que me sinto nessa pobreza. Sou tão fraco, tão inútil, tão limitado; que não sei como é capaz Deus me escolher para algo, como que Ele quer me usar para alguma coisa de Sua obra. Eu sou um verme! Eu sou algo tão inútil que qualquer um pode pisar em mim! Chego a me sentir o lixo da humanidade, sem esperança na vida, sem sentido, e com tudo escuro em relação ao futuro.
Mas o porquê de me sentir assim? Como posso me sentir assim se há pouco tempo me sentia nas nuvens? Tão amado por Deus (não que nestes momentos ruins eu não fosse amado) – mas sentindo um vazio, e além do vazio a sujeira. Eis que não consigo erguer a cabeça, pois só consigo enxergar meus erros.
Então recorro ao que me conforta, ao que me reconcilia Contigo. Vou ao sacerdote, que pelo ministério da reconciliação, em Teu Nome me concede o perdão de meus pecados. Como de costume o fogo do amor me consome, retirando todo mal existente em mim. Mas naquele momento diante do Senhor dos Senhores, do Rei dos Reis, do Filho do Altíssimo, do Nosso Senhor Jesus Cristo; eis que algo me toca profundamente, e cai a fixa: “poxa Jesus, só quando peco e tenho que me confessar é que venho a Capela te visitar...”
Mas era a realidade, já havia alguns dias que eu havia quebrado minha rotina de visitar Jesus Sacramentado. Algo que era da minha rotina diária virou algo “se der”. Por isso PEÇO-TE PERDÃO MEU SENHOR, POIS O TEMPO EU TIVE, SO NÃO TIVE A CORAGEM DE IR AO TEU ENCONTRO; VONTADE EU TIVE, SO NÃO TIVE FORÇA E FÉ PARA IR A TI E LARGAR AS “COISAS”!
E ainda naquele momento com Jesus, me veio uma passagem (não vem ao caso qual) – que tive o discernimento que sempre vão vir as dificuldades, vou ser fraco sempre, caso eu não esteja armado; essa arma que é a oração (juntamente com confissão e comunhão), minhas orações estavam fracas, por isso motivos de tantas agonias. Mas Deus mais uma vez, vem com sua mão suave, e me dar um “tapa” e me diz que sem Ele eu vou cair sempre. E que é do meu pecado que me faz ir ao encontro Dele novamente. Assim é com você também, é do seu pecado que você se reencontra com Deus, e com Ele aprende a não mais pecar.
E assim me sinto de pé novamente, erguido e forte, pois minha força vem do Senhor. Ninguém pisará em mim, eu é que pisarei no mal, pois Cristo já venceu o mundo – por isso nada temas, Cristo esta contigo, e Ele não te abandonará jamais (apesar de que abandonamos Ele muitas vezes)
Por isso Glorifiquemos o nosso Deus, bendito sejas por toda a Eternidade, Amém.